Tag Archives: ufma

Governo e CLA podem criar curso de Engenharia Espacial

Um projeto para promover o conhecimento na área aeroespacial e integrar maranhenses nessa ciência. Assim pode ser definida a intenção de formar uma turma para o curso de especialização em engenharia espacial no estado. Uma reunião, nesta terça-feira (4), discutiu os avanços para materializar a implantação deste curso, originalmente planejado pelo Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), em parceria com o Governo do Estado e as Universidades Federal e Estadual e o Instituto Federal do Maranhão (Ifma).

Quando for implantado, o curso terá como meta promover a capacitação e a qualificação de recursos humanos para o CLA. Mas projeta ir além: quer difundir tecnologias sobre atividades aeroespaciais, diretamente relacionadas à metodologia do lançamento de foguetes.

O curso deverá ser mantido pela Agência Espacial Brasileira. Para que isso aconteça será encaminhado um ofício explicando a metodologia e o potencial de mercado existente no Maranhão, para que o projeto possa ser apresentado e aprovado. Caberá à Agência a escolha da universidade que vai coordenar a execução do projeto aqui no estado.

Neste momento, o Ifma, Universidade Federal do Maranhão (Ufma) e Uema participam das reuniões e da elaboração das diretrizes do curso. O reitor da Uema, José Augusto Oliveira, colocou a instituição à disposição para aprofundar o debate, já que atualmente, existe um programa de pós-graduação com conhecimentos afins à área aeroespacial.

Apesar de ainda não estar finalizado, o projeto já tem algumas diretrizes definidas, como o período do curso – previsto para ter duração de vinte meses – e as disciplinas a serem transmitidas. Na lista, estão incluídas, matemática, física, ferramentas computacionais e introdução à engenharia: todas voltadas para o setor de foguetes. As aulas seriam ministradas por professores vindos do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) e também da Ufma, Uema e do Ifma. Os módulos prevêem um total de onze disciplinas, com 80% da carga horária cumprida em sala de aula. Mas abre um espaço, também, para visitas técnicas tanto no Centro de Lançamento, em Alcântara, quanto no ITA, em São José dos Campos (SP).

As informações são da Secom do Estado

São Luís sediará a 64ª reunião da SBPC

São Luís vai se transformar, na próxima semana, na capital brasileira da ciência. A 64ª Reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), maior evento científico da América Latina, será aberta neste domingo (22), às 19h, na Universidade Federal do Maranhão (Ufma).

Na segunda-feira (23), às 14h, no Hotel Luzeiros, acontece o Fórum Consecti & Confap, que reúne secretários estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação e presidentes das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa. O ministro de Ciência e Tecnologia, Marco Antônio Raupp, e a governadora Roseana Sarney, participam da abertura dos eventos.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectec) e Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico do Maranhão (Fapema), será o anfitrião do Fórum. Antes da abertura do evento, os integrantes do Fórum participarão na Ufma, às 10h30, da palestra magna, com o tema “Estratégia nacional de Ciência, Tecnologia e Informação – Desafios e Conhecimentos”, que será proferida pelo ministro Marco Antônio Raupp.

Um dos assuntos abordados durante o fórum será o “Cenário dos Parques Tecnológicos no Brasil”, com as experiências trazidas pelos estados de Santa Catarina, Pará, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Rio de Janeiro. Elas vão se somar ao diálogo permanente sobre “O Papel dos parques Temáticos dentro do Programa Brasil Maior”, assunto que será conduzido no segundo dia de discussão do fórum.

Nos três dias de programação do Fórum, que acontece até quarta-feira (25), as expectativas, os desafios e prognósticos para o desenvolvimento da ciência, vão ser abordados em diferentes panoramas. O papel das agências financiadoras para projetos de Parques Tecnológicos será um dos temas mais aguardados do encontro e será explanado pelo presidente do Finep, Glauco Arbix, e mediado pelo presidente da CNPq, Glaucius Oliva. A programação completa do evento está disponível no site do Consecti, no link:www.consecti.org.br/2012/04/17/forum-nacional-consecti-e-confap-sao-luis-ma/

Informações SECOM

Casamento Comunitário ocorre neste sábado

A organização do Casamento Comunitário em São Luís trabalha nos últimos preparativos para a cerimônia, que reunirá 430 casais. O evento é realizado pela Corregedoria Geral da Justiça, do Tribunal de Justiça do Maranhão, com a parceria do Sesi e Universidade Federal do Maranhão, e ocorrerá às 16h de sábado, dia 14, na Concha Acústica da UFMA.

Todos os detalhes do Casamento Comunitário estão sendo checados para que a oficialização da união de 860 noivos seja inesquecível para cada um deles. Eles devem chegar ao local do evento às 14h para receber e assinar sua documentação. Depois disso, é apenas aguardar o momento de dizer “sim”.

No local, transporte da entrada da UFMA à Concha Acústica, segurança, apoio médico, entre outros serviços, estão sendo providenciados..

Aproximadamente 100 pessoas, da CGJ, Sesi e UFMA, trabalharão no evento. Equipes da Corregedoria, identificadas por cores e auxiliadas por grupos do Sesi e da universidade, darão todo o apoio necessário aos casais.

Transferida data do Casamento Comunitário

Anteriormente programado para o dia 30 de junho, o Casamento Comunitário, organizado pela Corregedoria Geral da Justiça e Universidade Federal do Maranhão, com o apoio do Sesi, foi transferido para o dia 14 de julho. A alteração na data foi motivada pelos feriados dos dias 29 e 30 de junho.

Os casais inscritos no Casamento Comunitário estão sendo avisados sobre a nova data. A cerimônia será realizada no dia 14 de julho, às16h, na Concha Acústica da Universidade Federal do Maranhão. Além da mudança na data da cerimônia, nada mais sofreu alterações. Os casais devem chegar ao local do evento às 14h para receber e assinar sua documentação. Depois disso, apenas aguardar o momento de dizer “sim”.

35º Festival Guarnicê de Cinema

A Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio do Departamento de Assuntos Culturais (DAC) da Pró-Reitoria de Extensão (Proex), realiza neste domingo (10) a solenidade de abertura da edição comemorativa do 35º Festival Guarnicê de Cinema. A sessão oficial terá início às 18h30, no Cine Teatro Municipal (Rua do Egito, Centro), em São Luís. A entrada será franca.

O festival irá homenagear a atriz Marília Pêra, os cineastas Euclides Moreira Neto e Murilo Santos. A programação terá ainda a exposição fotográfica “Viver Reviver”, de Hellen Lima e Saulo Simões. O Guarnicê reunirá astros e estrelas da teledramaturgia brasileira, diretores, vídeomakers e produtores regionais.

O 35º Festival Guarnicê de Cinema acontecerá deste domingo, 10, até o dia 16 de junho, no Cine Teatro Municipal de São Luís.

A solenidade oficial de encerramento do festival será realizada no próximo sábado (16), às 19h, no Teatro Arthur Azevedo, também com entrada gratuita. A solenidade de encerramento terá a Cerimônia de Premiação, homenagem a atriz Marília Pêra e apresentação de grupos culturais.

Biblioteca do Hospital Universitário da UFMA: um reforço para o desenvolvimento das ações de ensino

A qualificação constante dos profissionais de saúde é uma das diretrizes que contribuem para o aperfeiçoamento da dinâmica hospitalar. Para tanto, é necessário que o processo de ensino, pesquisa e extensão tenha um parceiro que contribua para essas atualizações. No Hospital Universitário da UFMA um dos pilares desse processo é a Biblioteca, setor presente nas duas unidades do HUUFMA (Unidades Presidente Dutra e Materno Infantil).

A Divisão de Biblioteca do Hospital Universitário da UFMA existe desde 1983 sendo direcionada ao âmbito interno do hospital. O setor é formado por 10 (dez) pessoas entre funcionários e estagiários divididos entre as Unidades Presidente Dutra e Materno Infantil. A diretora da divisão, Telma Santana Amaral, enfatiza que os serviços oferecidos sempre prezam pela busca por publicações que tragam ao público da Biblioteca pesquisas atualizadas sobre a área da saúde. “O nosso maior objetivo, além de atender as necessidades de médicos, residentes, professores e pesquisadores, é contribuir para o engrandecimento do ensino, da pesquisa e atenção à saúde no Hospital Universitário. É por isso que sempre buscamos informações relevantes tanto em produções nacionais quanto internacionais”, explicou Telma Santana.

O acervo da Biblioteca abrange títulos que contemplam diversas especialidades conforme a unidade em que o setor atua. Na Unidade Presidente Dutra as obras disponíveis abrangem, entre outras, as áreas de Clínica Médica, Cirurgia, Cardiologia, Cirurgia Cardíaca e Unidade Renal. Já na Unidade Materno Infantil as publicações são de Pediatria, Ginecologia e Obstetrícia.

Os serviços disponibilizados para que o público atendido tenha acesso a esses documentos passam especialmente pela orientação e treinamento. Para tanto a Divisão de Biblioteca realiza reuniões periódicas com grupos de trabalho para debates e discussões visando à solução de problemas. “A nossa rotina também é direcionada para ações que facilitem o acesso às pesquisas da Internet, o treinamento dos usuários que realizam pesquisas nos portais além de apresentarmos à direção propostas para a execução dos programas de desenvolvimento de coleções.”, complementou a diretora da Divisão.

Serviços e Consultas ao Acervo – A Biblioteca do Hospital Universitário da UFMA é direcionada para consultas locais, não disponibilizando serviço de empréstimo. Uma compensação a isso é que os usuários têm à sua disposição – além de um rico acervo literário e de publicações diversas – salas de pesquisa, áreas de acesso à internet e consultas em portais como CAPES, LILACS, MEDLINE e BIREME.

Os funcionários buscam ainda repassar aos visitantes da Biblioteca orientações quanto às normas que devem ser seguidas ao usar os espaços de pesquisa. “Orientamos quanto à necessidade de manter o silêncio, deixar o local de estudo limpo, conservar o espaço e, principalmente, manusear os livros com cuidado tendo consciência de que este é um espaço que beneficia muitas pessoas e deve ser preservado”, reiterou Telma Santana, diretora da Divisão de Biblioteca.

Seja um doador. Participe do Projeto

Ascom/ UFMA

Com a campanha “Ajudar tá no sangue: Um coração bom faz o sangue circular pelo seu corpo. Um bom coração, por outros corpos”, a Universidade Federal do Maranhão, por meio do Diretório Central de Estudantes (DCE) em parceria com a Liga Acadêmica de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão (Lahema) e Hemocentro do Maranhão (Hemomar), recebeu, nos dias 21 e 22 de março, o Projeto Calouro Sangue Bom.

Durante esses dois dias, o posto de coleta da Hemomar esteve à disposição de todos (com boa saúde) que desejassem doar sangue. No último dia, ocorreu, no prédio Paulo Freire (Campus Bacanga), as sessões explicativas, com o temaDesmistificação de tabus sobre a doação de sangue, para os calouros, com palestras sobre o projeto e a importância da doação de sangue. O objetivo foi fazer com que os jovens refletissem mais sobre a importância de se tornar um doador voluntário de sangue e discuta com seus pais, professores e amigos essa ideia.

A Diretora de Extensão da Lahema, Valeska Brito, conta que pediu apoio ao DCE para a realização da campanha, por meio de uma reunião onde foram definidas as datas do acontecimento, que coincidiria com a V Semana Científica Cultural e a campanha ficaria na programação e assim atrair o máximo de pessoas possíveis às palestras.

“Sabemos que a coragem de romper com antigos padrões de comportamentos e criar novos hábitos de vida são mais fortes quando somos jovens. Na adolescência e juventude descobrimos novos valores, questionamentos e reformulamos aqueles já existentes. É importante que ainda bem jovens comecemos a entender o valor da doação de sangue”, afirma.

A campanha Calouro Sangue Bom existe desde de 2009, com a criação da liga acadêmica de Hematologia e Hemoterapia (Lahema). Valeska Brito explica que tal campanha era realizada duas vezes ao ano com as turmas do 1º e 2° semestre dos cursos de Medicina e Enfermagem da UFMA.

“Até 2011, levávamos os calouros para o Hemomar e lá fazíamos palestra sobre a importância da doação de sangue, os principais mitos e tabus sobre doação, qual o destino do sangue. Os alunos tiravam todas as suas dúvidas e depois era servido um lanche. Ao final, era feito um convite para os alunos doarem sangue. Entretanto, com a entrada de alunos de nutrição e farmácia na Liga e no projeto, resolvemos estender essa campanha, que deu tão certo e fez tanto sucesso, para todos os calouros e alunos da UFMA”, conta Valeska.

Posto de coleta – O posto de coleta da Hemomar esteve nos dois dias de campanha em frente ao Centro de Ciências Sociais (CCSo/Campus Bacanga) para coletar o sangue das pessoas que estivessem a disposição de fazer este ato de solidariedade. Contudo, a coordenadora de coleta externa da Lahema, Valma Costa, conta que o número de bolsas de sangue angariada nessa última campanha na Universidade foi pouco em relação às últimas vezes. “Reunimos até neste último dia apenas 63 bolsas. É preciso mais conscientização e solidariedade por parte das pessoas”, afirma. Ela conta ainda que o sangue coletado é destinado aos hospitais para estoque a fim de ser usado nos atendimentos de emergência. Dentro do carro de coleta, algumas pessoas estavam doando sangue.

Higo Alexandre, formado em hotelaria pela UFMA, esteve na Universidade para buscar o seu diploma e aproveitou a oportunidade para doar sangue. Ele afirma que é doador, há dois anos, a partir do momento em que uma amiga sua sofreu um acidente e precisou da doação para a cirurgia. “Depois disso, faço doações periodicamente. Vi que é de grande importância essa doação. Existem muitos acidentes e poucos doadores, acredito que o número de doadores deveria ser maior”, enfatiza.

Já a estudante de nutrição, Loyane Coutinho, doou sangue pela primeira vez devido à participação do seu curso na Lahema, porém pretende continuar a doar sangue sempre que puder. “É um processo simples, que não dói e que pode fazer toda diferença no atendimento de emergência dos hospitais. As campanhas estão a todo o momento na mídia, só falta o abandono dos mitos e tabus por parte das pessoas quanto ao assunto”, avisa.

Apesar do pouco resultado da doação por parte dos estudantes, Valeska afirma que a campanha continua a ser implantada em colaboração com a Hemomar. “Continuaremos na árdua tarefa de convencer a sociedade da grande importância que é o ato de doar sangue, atuando como agentes multiplicadores e difusores das campanhas de incentivo à doação voluntária de sangue e medula óssea, desmistificando tabus que possam comprometê-la”, conclui esperançosa.

Saiba +

A doação de sangue consiste em um ato voluntário, que permite a retirada do seu próprio sangue, para beneficiar as pessoas que o necessitam por algum outro motivo. Infelizmente ainda não foi encontrado nenhum substituto para o sangue, ou seja, é um tecido de extrema importância e valor, pois a sua ausência resulta em morte.

Caso queira ser doador de sangue, em prol de outras pessoas que precisem, é necessário:

– Ter boa saúde;
– Ter acima de 18 anos;
– Pesar acima de 50 kg;
– Não estar grávida;
– Não estar em jejum;
– Não estar doente e/ou com febre;
– Não utilizar medicamentos;
– Não ter hepatite B ou C, Aids, Doença de Chagas, Malária;
– Não utilizar drogas injetáveis e outros.

Para doar, é necessário preencher um cadastro com seus dados pessoais, para que seja cadastrado como doador e receber sua carteira de doador. Após a doação, um lanche é servido ao doador que precisará tomar muito líquido no decorrer do dia. Procure um posto da Hemomar.

Aproveite, e seja um doador, assim você salvará muitas vidas. Faça parte deste rede!

UFMA abre inscrições para a SBPC

SÃO LUÍS – A Universidade Federal do Maranhão já abriu as inscrições para a 64ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Os interessados podem se inscrever pelo site da SBPC, e acessar o regulamento com as informações referentes à participação.

As atividades da Reunião Anual da SBPC – conferências, mesas-redondas, simpósios, encontros, minicursos, sessão de pôsteres, atividades culturais (SBPC Cultural), atividades para estudantes do ensino básico (SBPC Jovem) e exposições (ExpoT&C) – são gratuitas e a participação é livre para inscritos ou não inscritos. Somente os minicursos requerem matrícula antecipada tarifada devido ao limite de vagas.

Revisão de texto: KésiaAndrade

AIESEC abre inscrições para novos membros

ASCOM/UFMA

A AIESEC, organização formada por jovens e reconhecida pela formação de talentos globais conscientes do seu papel, abriu inscrições para o seu processo de recrutamento em São Luís. Os membros selecionados poderão escolher as oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional por meio de interações com diferentes culturas, tendo como base as suas competências singulares.

Os interessados em participar do processo seletivo e ingressar nesta rede formada por jovens universitários e recém-graduados de mais de 100 países, devem atender aos pré-requisitos, tais como, idade entre 18 e 30 anos; estar regularmente matriculados em uma instituição de ensino superior (ou completado a graduação há até dois anos) e possuir capacidade de lidar com desafios e desenvolver atividades em equipe.

A organização, que começou a operar em São Luís oficialmente em agosto de 2011, na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), tem o apoio da Assessoria de Internacionalização da Universidade e mantém as inscrições para os novos membros abertas até o dia 30 de março.

O acesso ao Edital e a inscrição no processo de recrutamento podem ser feitos clicando aqui

Saiba +
A AIESEC é uma organização internacional que trabalha com intercâmbio de estudantes entre os países. Composta por estudantes de graduação, os membros pertencem as mais diferentes áreas do conhecimento. Os jovens que tenham vínculos com a Universidade podem obter mais informações com a AIESEC pelo email: saoluis@aiesec.org.br.

Café da manhã marca o lançamento do Microsoft Day

Representantes da UFMA, do IFMA, da Microsoft, da Intechne e da Secretaria de Estado de Tecnologia (SECTEC) se reuniram em um café da manhã, no hall do Hotel Luzeiros, para discutir os preparativos do 1º Microsoft Day.

O diretor do Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI), Nélio Guilhon, afirma que há três anos a Universidade Federal do Maranhão vem tentando essa parceria com a Microsoft e que o evento possibilita o compartilhamento de informações. “Os alunos vão ter acesso aos últimos lançamentos da Microsoft e às novidades tecnológicas do mercado. Isso é essencial para o fomento da discussão sobre tecnologia no Estado”, avalia.

A análise de Guilhon é reafirmada por Cláudio Fernandes, diretor de Tecnologia da Informação do Instituto Federal do Maranhão (IFMA). “A importância do Microsoft Day se dá por dois motivos: o primeiro é a gestão da tecnologia, e o segundo e mais importante é o olhar acadêmico, isto é, dialogar com os professores e alunos e qualificar o corpo discente para o mercado da tecnologia”, comenta.

A aproximação do mundo corporativo com as instituições de ensino superior é a principal marca do Microsoft Day. “Os estudantes precisam ter contato com as demandas trazidas pelas novas tecnologias e se adaptarem ao que está sendo exigido pelo mercado”, pontua Alfredo Sangiorgi, especialista em Tecnologia da Microsoft.

O Microsoft Day acontece no dia 29 de março, no Auditório Central da UFMA,(Cidade Universitária), em São Luís, das 9h às 17h. A entrada é gratuita.

Representantes locais e nacionais da 64ª SBPC reúnem-se com o governo estadual

Representantes locais e nacionais da 64ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) reuniram-se com o governo do estado, em São Luís, para discutir detalhes relacionados ao Evento, que acontece de 22 a 27 de julho na Cidade Universitária, antigo campus do Bacanga da Universidade Federal do Maranhão. O encontro foi presidido pelo governador em exercício, Washington Luís, que fez questão de reafirmar o apoio do Governo do Maranhão que será dado ao Evento, enquanto o reitor Natalino Salgado Filho destacou a grandiosidade da 64ª SBPC tanto para a área científica como para a cultural, ressaltando que a realização de um evento como esse é bastante oportuno para alavancar as políticas públicas no Estado.

A presidente nacional da SBPC, Helena Nader, agradeceu o apoio de todos os que estão empenhados na realização da 64ª SBPC e enfatizou a necessidade de atrair a Sociedade Civil para o evento, sobretudo os jovens, para mostrar-lhes que a educação e a ciência são fatores fundamentais para o desenvolvimento da nação. A presidente da SBPC destacou ainda que a UFMA está sendo a primeira universidade pública a oferecer as condições de acessibilidade para portadores de deficiência durante o Evento.

Além do governador em exercício, da Presidente da SBPC e do reitor da UFMA, estiveram presentes na reunião o vice-reitor, Antônio José da Silva Oliveira; a secretária de Estado de Ciência e Tecnologia, Olga Simão; o secretário de Educação, João Bringel; a presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), Rosane Guerra; e o secretário regional da SBPC, José Maurício Bezerra.

Saiba +

A 64ª SBPC acontece de 22 a 27 de julho, na Cidade Universitária, antigo Campus do Bacanga, em São Luís. Com o tema “Ciência, Cultura e Saberes Tradicionais para Enfrentar a Pobreza”, o Evento conta com uma vasta programação científica composta por conferências, simpósios, mesas-redondas, encontros, sessões especiais, minicursos e sessões de pôsteres para apresentação de trabalhos científicos. Além disso, a SBPC é um importante meio de difusão dos avanços da ciência nas diversas áreas do conhecimento e um fórum de debates de políticas públicas em C&T.

SBPC jovem e escolas municipais

A Comissão Organizadora da 64ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) reúne-se hoje (9),  com 280 diretores de escolas da rede municipal de educação para apresentar a SBPC Jovem, evento planejado para aproximar a comunidade escolar básica da pesquisa científica. Realizado no Auditório Central da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), na Cidade Universitária, antigo Campus do Bacanga, o evento é a ocasião ideal para convidar os gestores das instituições de ensino a participarem ativamente da Reunião deste ano, incentivando e estimulando o desenvolvimento dos projetos científicos dos estudantes.

A SBPC Jovem é voltada para os estudantes da Educação Básica e de cursos técnicos das redes pública e privada de ensino. Em 2012, o tema escolhido da SBPC Jovem é “Trilhando Saberes e Sabores”. Entre 22 e 27 de julho deste ano, a 64ª Reunião vai maximizar o acesso a espaços de apreensão e expressão do saber fazer ciência, por meio de uma programação interativa, com auxílio de monitores capacitados para instruir e acompanhar os visitantes do evento.

Os trabalhos de estudantes de Ensino Fundamental (a partir do 6º ano), Médio e Técnico vão integrar a sessão de pôsteres, pois, nesta edição, não haverá sessão de comunicação oral na SBPC Jovem. Para participar, é preciso que o estudante (autor) se inscreva e envie o resumo da sua pesquisa com a autorização do professor orientador. Todos os resumos vão ser analisados antes da divulgação da lista de trabalhos selecionados.

SBPC
A SBPC é uma entidade civil sem fins lucrativos voltada para a defesa do avanço científico, tecnológico e do desenvolvimento educacional e cultural do Brasil. Suas reuniões são visitadas anualmente por milhares de pessoas, entre cientistas, professores e estudantes de todos os níveis. Em 2012, a Reunião Anual volta a São Luís. De 22 a 27 de julho, a Universidade Federal do Maranhão vai ser palco do evento que traz como tema a “Ciência, Cultura e saberes tradicionais para enfrentar a pobreza”. Além da SBPC Jovem, a Reunião conta com atividades idealizadas para proporcionar o desenvolvimento científico e cultural da sociedade.

São simpósios, mesas-redondas, conferências, minicursos, encontros, assembleias, sessões especiais e comunicações científicas. Quem quiser se inscrever e optar por ser um sócio da SBPC vai ser contemplado com um desconto na taxa de credenciamento. Para mais informações, visite o sítio www.sbpcnet.org.br/saoluis/home

SMDH celebra aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos com mesas de diálogo

No próximo dia 10 de dezembro comemora-se o aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH), aprovada em Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em 1948.

Dias 7 (quarta-feira) e 12 (segunda-feira), a Sociedade Maranhense de Direitos Humanos (SMDH) promoverá duas mesas de diálogo, debatendo a realidade dos direitos humanos no Maranhão. A primeira acontecerá às 14h30min, no Auditório Mário Meireles, na Universidade Federal do Maranhão (UFMA); a segunda, às 9h, no Auditório do Liceu Maranhense.

UFMA – Hoje (7), às 14h30min, a mesa de diálogos contará com a presença de três lideranças comunitárias atingidas pela implantação dos grandes projetos nas regiões do Baixo Parnaíba maranhense e Zona Portuária da capital, além de representantes do movimento de luta por moradia urbana.

Os presentes ao auditório Mário Meireles ouvirão ainda a fala de Luis Antonio Câmara Pedrosa, assessor jurídico da SMDH, contextualizando a chegada dos grandes projetos ao Maranhão, a partir de meados da década de 1980 e os impactos aos direitos humanos, principalmente em comunidades tradicionais no interior do estado.

Estudantes do Grupo de Estudos Rurais e Urbanos (GERUR) da UFMA apresentarão relatório parcial da pesquisa dos impactos da monocultura de eucalipto da Suzano Papel e Celulose sobre comunidades na região do Baixo Parnaíba maranhense. O professor Joaquim Shiraishi, da UNDB, apresentará pesquisa de sua autoria, realizada em meados da década de 90 sobre grilagem em cartórios no Baixo Parnaíba e os reflexos desse processo nos dias atuais.

Será exibido ainda o vídeo institucional SMDH: 32 anos em defesa da vida, que conta a trajetória da instituição na luta por direitos humanos no Maranhão desde sua fundação em 1979. Um debate com a plenária encerrará a tarde.

Liceu – Estudantes do Liceu Maranhense receberão, dia 12, às 9h, no auditório do Centro de Ensino, a mesa de diálogo A Declaração Universal dos Direitos Humanos e a juventude maranhense, de que participarão representantes da SMDH, do Centro de Cultura Negra do Maranhão (CCN/MA) e do Centro de Defesa dos Direitos das Crianças e Adolescentes Pe. Marcos Passerine (CDMP).

A abertura da atividade contará com a recriação teatral da DUDH pelo ator André Lobão, inspirada em uma versão popular da declaração, assinada por Frei Beto. Na ocasião também será exibido o vídeo institucional da SMDH.

“Neste primeiro momento estamos indo à UFMA e ao Liceu, mas a ideia é promover esses momentos com mais frequência, visitando outras instituições com interesse na discussão das temáticas de direitos humanos, chegando não só na capital, ao longo de 2012”, adiantou Roseane Dias, assistente social da SMDH.

As atividades têm entrada franca e são abertas a quaisquer interessados.

UFMA inscreve para 14º Festival Universitário de Reggae

O mais importante festival universitário de reggae do Brasil já está com inscrições abertas. Promovido há 14 anos pela Universidade Federal do Maranhão, por meio do Departamento de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão, o Festival Universitário de Reggae (Unireggae) acontecerá no dia 16 de dezembro às 21h, na Praça dos Catraieiros (ao lado da Casa do Maranhão), em São Luís (MA).

O 14º Unireggae tem como objetivo revelar novos talentos e será aberto a compositores e intérpretes que tenham ou não registro fonográfico, podendo estes, serem universitários ou não. O Unireggae só aceitará músicas do gênero “Reggae” e as músicas concorrentes deverão ter composições inéditas e originais, que nunca foram premiadas, gravadas ou editadas por gravadoras escritas em língua portuguesa.

As inscrições, que são gratuitas e estarão abertas até o dia 25 deste mês, deverão ser feitas no Departamento de Assuntos Culturais (Palacete Gentil Braga) na Rua Grande, 782 – Centro. Informações: 98 3232-3901 e 98 3231-2887, das 8h às 11h e das 14h às 19h, de segunda a sexta-feira ou pela internet, devendo os interessados solicitar ficha de inscrição no e-mail:dac.adm@ufma.br.

O diretor do Departamento de Assuntos Culturais da UFMA, Prof. Dr. Alberto Dantas informa que “para realizar a inscrição, o candidato deverá entregar o envelope pelos Correios ou pessoalmente, com a ficha de inscrição assinada pelo (s) autor (es) da letra e música e mais a música concorrente gravada em CD, e, 05 (cinco) vias da letra digitada, (cifra é opcional); xerox da (s) identidade (s) do (s) autor (es) da letra e música”, informa Dantas, que também é o coordenador geral do Unireggae 2011.

Neste ano, o Festival terá como coordenador artístico e executivo o músico Fabinho de Jah. Ele observa que “ao preencher a ficha de inscrição, os autores das músicas deverão assinar também declaração junto aos promotores do Unireggae 2011, declinando (para o dia do festival) da cobrança de direitos autorais pelo ECAD, conforme Lei 9.610/98”, observa Fabinho de Jah.

Fabinho de Jah explica ainda que “no dia 16 de dezembro/2011, as dez músicas classificadas se apresentarão concorrendo à seguinte premiação: 1º LUGAR: Troféu Unireggae, mais R$ 2.000,00; 2º LUGAR: troféu mais R$ 1.500,00; 3º LUGAR: troféu mais R$ 1.000,00; melhor intérprete: troféu mais R$ 1.000,00. As fichas de inscrição estão disponíveis no Departamento de Assuntos Culturais da UFMA.

Três festas em um dia para comemorar o aniversário da UFMA, da Rádio e do Memorial Cristo Rei

A última sexta-feira, 21 de outubro, foi um dia festivo para a Universidade Federal do Maranhão, a Rádio Universidade FM e o Memorial Cristo Rei que completaram 45, 25 e 18 anos, respectivamente.

Para iniciar as comemorações, a UFMA começou o dia com um Culto Ecumênico em agradecimento por mais este ano em que a Universidade cresce difundindo o ensino, a pesquisa e a extensão por onde ela passa.

As celebrações foram realizadas por Jacob Martins, da Associação Espírita Lar de José; pelo Pastor Raimundo Nonato Ribeiro, da Igreja Adventista do Sétimo Dia; e pelo padre Cláudio Correia, da Paróquia de Nossa Senhora de Aparecida.

Os ministros religiosos parabenizaram a Universidade pela sua existência, destacando sua contribuição para o Estado, tendo em vista, a formação de pessoas qualificadas em todas as áreas e que contribuem para o desenvolvimento do Maranhão.

Para finalizar a festividade dos 45 anos da UFMA, os pró-reitores, assessores, servidores e acadêmicos se reuniram no Restaurante Universitário para um café da manhã descontraído que fez parte da programação de aniversário, junto com o um almoço festivo que está sendo oferecido hoje.

TEATRO MÁGICO ANIMA ANIVERSÁRIO DA RÁDIO

A Rádio Universidade FM completou 25 anos de dedicação à difusão da Cultura e da Educação no Maranhão. Ela é reconhecida pelo apoio às manifestações culturais locais e pela valorização do que é produzido no Estado. A Rádio se tornou um importante pólo de formação profissional dos acadêmicos das três habilitações do Curso de Comunicação Social da UFMA (Jornalismo, Rádio e TV e Relações Públicas), além dos alunos de Biblioteconomia e Letras, que desenvolvem atividades de arquivo na discoteca, e de Ciências da Computação, Engenharia Elétrica e Desenho Industrial. A animação da festa de comemoração dos 25 anos da rádio, ficou por conta do grupo Teatro Mágico que se apresentou na boate Let it beer

HISTÓRIA DO CRISTO REI É REMEMORADA NO SEU ANIVERSÁRIO

À noite, foi vez do Memorial Cristo Rei comemorar 18 anos com muita alegria, após se passarem 20 anos que o Palácio Cristo Rei foi acometido por um incêndio. Com este marco, foi pensado na criação do Memorial Cristo Rei, no sentido de resgatar a memória da Universidade.

A noite foi de muita alegria para todos que trabalharam ou trabalham no Cristo Rei e, nesta ocasião, a equipe lançou dois livretos que retratam a trajetória de dois reitores da UFMA: Cônego José Ribamar Carvalho (1969-1972) e Josué de Souza Montello (1972-1973). As obras fazem parte do Projeto de Pesquisa “A Vida dos Reitores da Universidade Federal do Maranhão”, estudado pela administradora do Memorial, Clores Holanda Silva, junto com as acadêmicas de história Maria Celina da Silva e de turismo Niza Pollianna Silva Santos.

Para fechar as comemorações, o memorial recebeu a participação do grupo Baré de Casco, formado por estudantes da UFMA, que animaram a grande noite do museu, além de exposições que retrataram momentos vividos no Memorial, desde o incêndio até suas celebrações.

Para o reitor Natalino Salgado, estas festividades mostram o quanto a Universidade está crescendo, trabalhando sempre em três segmentos: ensino, pesquisa e extensão, o tripé essencial para uma vida acadêmica. Segundo o reitor, a Universidade avançou significantemente, por ser referência no Estado. “Hoje, com o crescimento da Universidade, da Rádio e do Memorial, podemos garantir que o mercado possua grandes profissionais, porque através destes caminhos, nossos estudantes aprendem por meio dos estágios, e hoje é bem mais amplo, pois temos estagiários de diversas áreas que crescem e aprendem com a Universidade, e com isso formando bons profissionais para o mercado de trabalho”, parabenizou.

Mesa-Redonda discute meios de Preservação do Patrimônio Histórico

O patrimônio material de São Luís não é problema, é solução. (Márcio Carneiro)

A frase do professor Márcio Carneiro dos Santos, coordenador do projeto Semente Digital, sintetizou o debate que aconteceu no segundo dia da Mostra Interativa no Anfiteatro de Comunicação Social da Universidade Federal do Maranhão.

Dando continuidade à programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, foi realizada uma mesa-redonda que contou com a presença do fotógrafo e colaborador do projeto, Edgar Rocha, do professor Phelipe Andres responsável pela primeira fase do Projeto de Revitalização do Centro Histórico (Reviver) e de estudantes universitários.

Os convidados debateram os principais problemas da cidade, refletiram sobre a atual situação do nosso patrimônio material e propuseram formas de conscientização e preservação dessa riqueza.

O PROBLEMA DO DISTANCIAMENTO

De acordo com o Phelipe Andres, há um grande distanciamento entre a população ludovicense e o patrimônio histórico arquitetônico da cidade, o que contribui para o abandono e para a falta de preservação.

Ainda não conseguimos superar o distanciamento entre a sociedade e o Centro Histórico e não conseguimos entender o que leva as pessoas a virarem as costas para essa riqueza”, reflete.

Ele defende ainda que um programa de revitalização só tem resultado quando é feito com a participação social e que o atual modelo de cidade que temos é o principal fator destrutivo da nossa qualidade de vida.

UMA VISÃO OTIMISTA

Para Andres, o patrimônio arquitetônico de São Luís já esteve em uma situação ainda pior. “O Centro Histórico está abandonado sim, mas já esteve pior”, afirmou.

Apresentando imagens das ruas e praças da cidade na década de 70, antes que o projeto de revitalização fosse colocado em prática, ele defendeu uma visão otimista.

De mais longe nós já viemos, o fato de já termos chegado nesse estágio é animador porque nos faz acreditar que podemos melhorar muito mais”, defende o professor.

PLANTANDO UMA IDEIA

Durante a mostra interativa que fez parte da programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia foi apresentado a proposta do Semente Digital, projeto que pretende usar a tecnologia à serviço da conscientização e da preservação do patrimônio material do Maranhão.

O objetivo da mostra foi também despertar o interesse de mais pessoas que possam propagar a ideia do projeto e levar a iniciativa a outros segmentos da sociedade. Se você se interessou pela ideia, participe do projeto e ajude a preservar a nossa riqueza patrimonial.