Tag Archives: Prefeitura de São Luís.

Prefeitura paga apenas uma parcela da dívida com DataProm

A prefeitura de São Luís realizou, na última sexta-feira (23), o pagamento de uma das parcelas do débito que tem com a empresa Dataprom, responsável pela manutenção do Sistema de Bilhetagem Automática (SBA) em São Luís. O acordo era que a prefeitura pagasse duas parcelas da dívida até a sexta-feira passada, mas a administração municipal não cumpriu com o combinado, como explica o representante da DataProm, Cláudio Barbosa, “Mais uma vez a Prefeitura de São Luís não cumpriu com sua palavra, pois garantiu que pagaria duas parcelas na sexta-feira e pagou apenas uma, espero que toda essa situação seja resolvida até o fim deste ano”, destacou. Ele ressaltou que, mesmo assim, o serviço continuará sendo prestado.

Cláudio Barbosa explicou que o problema tem que ser resolvido até o mês de dezembro, quando termina o mandato do prefeito João Castelo. O empresário destaca que o contrato da DataProm foi feito com atual gestão e não deve ser estendido para a próxima administração da capital, que inicia-se em janeiro de 2013.

A prefeitura de São Luís já anunciou que pagará a segunda parcela até esta sexta-feira (27) e o restante da dívida, até o fim de dezembro deste ano, evitando que o sistema de bilhetagem da capital seja suspenso.

Programa Bom Peixe chega à Vila Luizão nesta sexta-feira

O Programa Bom Peixe, da Prefeitura de São Luís, tem continuidade nesta sexta-feira (23), quando o caminhão com os produtos estará na Avenida Principal da Vila Luizão. O Bom Peixe leva pescados mais baratos a moradores de vários bairros da capital maranhense, com preços até 40% menores que os praticados em feiras e mercados de São Luís.

Com a crescente demanda, a Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa) trabalha para disponibilizar um número ainda maior de pescados ao programa. Por dia, chega a ser comercializada uma média de 1,3 toneladas dos mais diversos tipos de peixes. “Estamos em contato direto com os fornecedores pedindo mais peixes para o programa, que foi muito bem recebido pela população”, assegurou o gerente do caminhão,Marcos Aurélio Araújo.

Nos bairros, o programa conta com o apoio de uma viatura e de homens da Guarda Municipal para garantir a ordem, além de técnicos da Citeluz, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), para garantir o fornecimento da energia elétrica usada para resfriar o caminhão, que funciona como câmara de refrigeração.

Para garantir a acessibilidade de todos ao Programa Bom Peixe, a Semapa disponibiliza uma barraca para o atendimento de idosos, grávidas, portadores de necessidades especiais e pessoas acompanhadas de crianças menores de dois anos. “Com essa barraca ficou muito melhor para a gente, que tem certa dificuldade em caminhar”, afirma a aposentada Maria Mendes.

Tabela de preços do Pescado:

Pescada Amarela: 10,00 reais/kg

Pescada Cambusul: 7,00 reais/kg

Serra: 6,00 reais/kg

Gurijuba: 7,00 reais/kg

Cioba: 6,00 reais/kg

Piramutaba: 5,00 reais/kg

Corvina: 6,50 reais/kg

Bandeirado: 6,00 reais/kg

Uritinga: 6,00 reais/kg

Bagre: 5,00 reais/kg

Cururuca: 3,00 reais/kg

Plano Municipal de Cultura

A Prefeitura, por meio da Fundação Municipal de Cultura (Func), lançará na próxima segunda-feira (26), o Projeto de Elaboração do Plano Municipal de Cultura de São Luís. O evento acontecerá, às 17 horas, no auditório Reis Perdigão, no Palácio La Ravardière, e contará com a presença do prefeito João Castelo.

O projeto será executado por meio de convênio firmado com o Ministério da Cultura (MINC) em parceria com a Universidade Federal da Bahia (UFBA), por intermédio da Fundação de Apoio à Pesquisa e a Extensão (FAPEX). Dessa forma, caberá à Func o comando do processo de todo o trabalho, que abrangerá a equipe de técnicos do órgão, membros do Conselho Municipal de Cultura, além de consultores técnicos da FAPEX.

“É preciso alavancar a cultura ludovicense a partir da criação do Sistema Municipal de Cultura, garantindo uma política cultural que respeite prioritariamente os artistas e produtores culturais, além da comunidade em geral. A proposta é torná-lo um documento norteador da Política Pública de Cultura e encaminhá-lo para votação na Câmara de Vereadores, sugerindo transformá-lo em Lei Municipal. Será um presente a São Luís, em comemoração ao seu quarto centenário, além de ser, sem dúvidas, um marco na historia cultural desta capital”, destaca o presidente da Func, Euclides Moreira Neto.

Durante o processo de elaboração do Plano serão realizados seminários regionais, em diversos pólos da cidade, além de consultas públicas pela internet, com o objetivo de garantir a participação popular e no exercício pleno da democracia.

A metodologia será feita a partir dos documentos norteadores da Política Cultural da Cidade – relatório e propostas de três conferências municipais, e de seis fóruns municipais de cultura – e do Plano Nacional de Cultura (previsto na Constituição Federal, com a emenda 48, em 2005 e instituído pela Lei Federal 12.343 de 02/12/2010).

O projeto é fruto das reivindicações do Fórum Nacional de Dirigentes e Secretários Estaduais de Cultura e do Fórum de Dirigentes e Secretários de Cultura das Capitais e Regiões Metropolitanas. Foram contemplados dez municípios de regiões metropolitanas e vinte municípios, sendo doze capitais, estando entre elas São Luís, que aderiu, desde o primeiro momento, ao Sistema Nacional de Cultura proposto pelo Governo Federal.

Fonte: funcsl

É hoje!!!! Prefeitura inaugura árvore de Natal gigante na próxima terça na Maria Aragão

A Prefeitura de São Luís fará uma grande festa, hoje (06), a partir das 17:30h,  para a inauguração da árvore de Natal gigante montada na Praça Maria Aragão, a maior já instalada na capital maranhense e no Estado.

A Revista Caras e Nomes vai estar lá acompanhando todos os detalhes dessa grande festa!!!!

Com uma programação alusiva às comemorações natalinas, o evento contará ainda com a chegada do Papai Noel, queima de fogos, apresentação de bandas de fanfarras e show do Coral Maranata.

Além de toda a ornamentação natalina, a Praça Maria Aragão abrigará um presépio e a Casa do Papai Noel, que permanecerão à disposição do público para visitação e fotografias. A decoração especial deste ano já dá a largada para as comemorações dos 400 anos de São Luís.

A Casa de Papai Noel terá 64 m² e decoração interna e externa de elementos tradicionais do Natal. Papai Noel estará presente no espaço para recepcionar os visitantes. Já o presépio será colocado no talude da Praça Maria Aragão com imagens e animais representativos da festa natalina.

A árvore principal, na Praça Maria Aragão, com 180 toneladas e 54 metros de altura, tem um formato de um pinheiro natural, está sendo iluminada e decorada com elementos tradicionais de Natal e possui as mesmas características de uma árvore residencial, nas cores verde e vermelha, e iluminação amarela.

PROGRAMAÇÃO NATALINA

17:30h – Chegada do Papai Noel;

18h10 – Show de bandas de fanfarras;

18h30 – Inauguração da árvore gigante (iluminação da árvore)/ queima de fogos;

18h40 – Show do Coral Maranata

Prefeitura inaugura árvore de Natal gigante na próxima terça na Maria Aragão

A Prefeitura de São Luís fará uma grande festa, na próxima terça-feira (06), a partir das 17:30h, para a inauguração da árvore de Natal gigante montada na Praça Maria Aragão, a maior já instalada na capital maranhense e no Estado. Com uma programação alusiva às comemorações natalinas, o evento contará ainda com a chegada do Papai Noel, queima de fogos, apresentação de bandas de fanfarras e show do Coral Maranata.

Além de toda a ornamentação natalina, a Praça Maria Aragão abrigará um presépio e a Casa do Papai Noel, que permanecerão à disposição do público para visitação e fotografias. A decoração especial deste ano já dá a largada para as comemorações dos 400 anos de São Luís.

A Casa de Papai Noel terá 64 m² e decoração interna e externa de elementos tradicionais do Natal. Papai Noel estará presente no espaço para recepcionar os visitantes. Já o presépio será colocado no talude da Praça Maria Aragão com imagens e animais representativos da festa natalina.

“A Casa do Papai Noel, o presépio e a árvore de Natal vão compor o grande cenário natalino da Praça Maria Aragão”, destacou o superintendente de Iluminação Pública da Semosp, Clóvis Luís Paes de Oliveira, acrescentando que as demais árvores também serão decoradas com microlâmpadas.

Pelo projeto de decoração natalina desenvolvido pela Prefeitura de São Luís para este ano, ao todo, a cidade terá 11 árvores espalhadas pela cidade decoradas e iluminadas com milhares de microlâmpadas, além de laços de bolas nas cores verde e vermelha, sendo que a principal será a da Maria Aragão.

A árvore principal, na Praça Maria Aragão, com 180 toneladas e 54 metros de altura, tem um formato de um pinheiro natural, está sendo iluminada e decorada com elementos tradicionais de Natal e possui as mesmas características de uma árvore residencial, nas cores verde e vermelha, e iluminação amarela.

Segundo Clóvis Luís, a árvore é feita de ferro tubular, com cabos de aço e caixas d’agua para execução de contrapeso (100 toneladas), adereços tradicionais, laços de bolas e laços vermelhos e verde, iluminados por 600 mil microlâmpadas, acionadas por controladores que executarão variações de cores e efeitos luminosos diversos.

No topo, há a estrela de seis metros de altura que ficará destacada na cor azul. Ela pesa uma tonelada e possui lâmpadas brancas nas extremidades, com áudio interno e músicas natalinas.

Árvores Menores

Já as outras árvores, que estão sendo montadas nas principais avenidas e rotatórias da cidade, têm formato de cone, uma estrutura de cabo de aço, apoiada em um poste de 20m, com aproximadamente 2.300m de mangueira de led (microlâmpadas), seis projetores também de led com controladores para execução de variação de cores e efeitos luminosos.

As árvores têm tamanho médio de 20m cada uma. Elas estarão localizadas nas rotatórias do Aeroporto; da Forquilha; da Avenida Daniel de La Touche/Av. dos Holandeses; da Polícia Militar, no Calhau; do São Francisco; do Mix Mateus; da Igreja Nossa Senhora de Nazaré, no Cohatrac; da Igreja de S. Pedro, no Aterro do Bacanga; Lagoa da Jânsen, próximo das quadras esportivas; e Praça do Anjo, Anjo da Guarda.

Os trabalhos estão sendo realizados diariamente e contam com cerca de 50 pessoas, entre técnicos, engenheiros, eletricistas e montadores.

PROGRAMAÇÃO NATALINA

17:30h – Chegada do Papai Noel;

18h10 – Show de bandas de fanfarras;

18h30 – Inauguração da árvore gigante (iluminação da árvore)/ queima de fogos;

18h40 – Show do Coral Maranata

Prefeitura monta árvores natalinas em pontos estratégicos de São Luís

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), está montando árvores natalinas em diversos pontos da cidade. Pelo projeto de decoração natalina desenvolvido para este ano, ao todo, serão 11 árvores, espalhadas pela capital maranhense, decoradas e iluminadas com milhares de microlâmpadas, além de laços de bolas nas cores verde e vermelho, sendo que a principal será a da Praça Maria Aragão com 50 metros de altura e 180 toneladas.

De acordo com o superintendente de Iluminação Pública da Semosp, Clóvis Luís Paes de Oliveira, a árvore principal, na Maria Aragão, tem um formato de um pinheiro natural, está sendo iluminada e decorada com elementos tradicionais do Natal e possui as mesmas características de uma árvore residencial, nas cores verde e vermelho, e iluminação amarela.

Clóvis Luís acrescenta que a árvore é feita de ferro tubular, com cabos de aço e caixas d’agua para execução de contrapeso (100 toneladas), adereços tradicionais, laços de bolas e laços vermelhos e verde, iluminados por 600 mil microlâmpadas, acionadas por controladores que executarão variações de cores e efeitos luminosos diversos.

No topo, haverá a estrela de seis metros de altura na cor azul, que pesa uma tonelada, além de lâmpadas brancas nas extremidades, com áudio interno e com músicas natalinas.

Árvores Menores

Já as outras árvores, que estão sendo montadas nas principais avenidas e rotatórias da cidade, têm formato de cone, uma estrutura de cabo de aço, apoiada em um poste de 20m, com aproximadamente 2.300m de mangueira de led (microlâmpadas), seis projetores também de led com controladores para execução de variação de cores e efeitos luminosos.

As árvores têm tamanho médio de 20m cada uma. Elas estarão localizadas nas rotatórias do Aeroporto; da Forquilha; da Avenida Daniel de La Touche/Av. dos Holandeses; da Polícia Militar, no Calhau; do São Francisco; do Mix Mateus; da Igreja Nossa Senhora de Nazaré, no Cohatrac; da Igreja de S. Pedro, no Aterro do Bacanga; Lagoa da Jânsen, próximo das quadras esportivas, e Praça do Anjo, no Anjo da Guarda.

Os trabalhos estão sendo realizados diariamente e contam com cerca de 50 pessoas, entre técnicos, engenheiros, eletricistas e montadores.

Além de toda essa ornamentação natalina, a Prefeitura ainda está montando um presépio com a casa do Papai Noel, também na Praça Maria Aragão, além de preparar as decorações das praças Gonçalves Dias e Pedro II.

PROJETO – DECORAÇÃO NATALINA 2011

1) Dez árvores de Natal em formato cone

Dez árvores de Natal em formato cone com 20m de altura, diâmetro da base 10m, cone em tecido, altura 19m e base 3m de diâmetro, estrutura com cabos de aço num total de 2.350m apoiada em poste de 20m; 2.318 metros de mangueira LED distribuídos em 98 cabos de aço e um espiral que sai da base até o topo, seis projetores LED dinâmicos para execução de variação de cores e efeitos luminosos diversos. Carga instalada de 10.300W, instaladas nos seguintes pontos:

a) Rotatória do Aeroporto;

b) Rotatória do Mix Mateus;

c) Rotatória da Forquilha;

d) Cohatrac, rotatória da Igreja;

e) Rotatória Av. Daniel de La Touche/Av. dos Holandeses;

f) Rotatória da PM, Calhau;

g) Rotatória do São Francisco,

h) Lagoa da Jânsen, próximo das quadras esportivas;

i) Rotatória da Igreja de S. Pedro, Aterro do Bacanga;

j) Praça do Anjo, Anjo da Guarda.

2) Uma árvore de Natal gigante com formato e cor de um pinheiro natural

Uma árvore de Natal com formato e cor de um pinheiro natural com galhos de festão, iluminada e decorada com elementos tradicionais com característica de árvore residencial, nas cores predominantes vermelho e verde e iluminação amarela.

a) Local de instalação: Praça Maria Aragão;

b) Montada em estrutura tubular de 20m de diâmetros na base;

c) Altura de 50m;

d) Elementos complementares como cabos de aço e caixas d’água para execução de contrapeso de 100 toneladas;

e) Peso total de 180 toneladas com o contrapeso;

f) Festões galhados e adereços tradicionais, laços e bolas, nas cores vermelho e verde iluminados por aproximadamente 600 mil microlâmpadas acionadas por contraladores que executam variações de cores e diversos efeitos luminosos e canhões luminosos complementares;

g) Estrela no topo com 6 metros de altura e 1 tonelada de peso, na cor azul e strobos naqs extremidades.

h) Áudio interno com músicas e mensagens natalinas.

3) Cidade do Papai Noel:

Montagem da casa de Papai Noel de 64m² com decoração interna e externa e elementos natalinos. Haverá a presença de Papai Noel para recepção dos visitantes. Será montado um grande presépio no talude da praça Maria Aragão com animais e elementos representativos do Natal, além da decoração das árvores da praça Gonçalves Dias com microlâmpadas.

4) Decoração do Palácio La Ravardière e Praça Pedro II

Decoração com microlâmpadas, elementos e adereços natalinos da fachada do Palácio Municipal, bem como decoração com microlâmpas das árvores da praça Pedro II.

Do: bastidores3.com

Aberta oficialmente a quinta edição da Feira do Livro de São Luís

A capital maranhense é oficialmente a cidade do livro e da leitura. Em cerimônia realizada na Praça Maria Aragão, a Prefeitura abriu, na noite desta sexta-feira (25), a 5ª edição da Feira do Livro de São Luís. Com a presença do prefeito João Castelo, que estava acompanhado de secretários municipais e da primeira-dama Gardenia Gonçalves, e do presidente da Fundação Municipal de Cultura, Euclides Moreira Neto, a solenidade contou com a presença de homenageados como o teatrólogo Aldo Leite e a professora e escritora Sônia Almeida.

Serão dez dias de intensas atividades literárias e culturais ancoradas pelo tema “Dos mirantes da memória aos becos da saudade, São Luís revela a tua poesia”. O evento é realizado pela Fundação Municipal de Cultura (Func) e co-realizado pelo Serviço Social do Comércio (Sesc/MA). A Feira tem como patrono este anoo escritor José Chagas.

Em seu discurso, João Castelo parabenizou a classe literária e os organizadores da Feira e destacou a valorização da leitura e da cultura. “Todas as faixas etárias valorizam a leitura e o conhecimento. E numa feira como essa, as oportunidades são imensas. Somos Atenas Brasileira e a cidade que chega aos seus 400 anos valoriza, como nunca, a prosa, a poesia, o verso, a música, a cultura”, enfatizou o prefeito.

A programação conta com cerca de 300 eventos, incluindo seminários, encontros, oficinas, rodas de conversa, lançamentos e relançamentos de livros, exibição de filmes, programações especiais para o público infantil e juvenil, programação artístico-literária com performances poéticas e musicais e espetáculos teatrais.

Marcaram presença na cerimônia o presidente da Academia Maranhense de Letras, Benedito Buzar; a pró-reitora da Universidade Federal do Maranhão, Sônia Almeida; o presidente da Associação dos Livreiros, Edilson Dominice; o vice-presidente da Fecomércio (Federação do Comércio),  Marcelino Ramos; o coordenador da Feira, José Maria Paixão; e vereadores como Chico Viana e José Joaquim.

Entre os convidados destacam-se Casemiro Medeiros (CE), Evelyn Klingerman (RJ), Roseana Murray (RJ), Adriana Barbosa (SP), Mário Prata (SP), Andrey Santos (DF), Maria Custódia Wolney (DF), Francine Cruz (PR), Kátia de Azevedo (DF), Luzilá Gonçalves (PE), Alexandre Azevedo (SP), Alberto Bezerra (AM) e Bartolomeu Queirós (BH).

Estrutura da Feira do Livro

No espaço de comercialização de livros, cerca de 60 estandes, com estrutura adequada e ambiente climatizado, reunirão editoras, livreiros e artesãos para exposição e venda de aproximadamente 70 mil títulos e produtos regionais.

Segundo a organização do evento, devem ser movimentados mais de R$ 3 milhões durante os dez dias de programação. E a expectativa é receber um público visitante de aproximadamente 250 mil pessoas entre estudantes, educadores, universitários e público em geral.

“A Feira, além de ótima opção para o entretenimento e o lazer, apresenta-se como oportuna ferramenta para empreender em conjunto: sociedade civil, poder público e privado, numa ação transformadora na vida cultural da nossa cidade. Além disso, ela promove ocupação e geração de renda para centenas de pessoas que formam as cadeias produtivas envolvidas na realização do evento”, destacou o presidente da Func, Euclides Moreira Neto.

A estrutura do evento ocupará uma área de, aproximadamente, seis mil m², onde cerca de 20 espaços estão instalados, entre eles os auditórios José Chagas e Aldo Leite, o Café Literário, o Espaço Jovem, a Casa do Escritor, o Espaço Criança, o CineSesc, o Teatro Reynaldo Faray, além de estandes, salas, tendas e auditórios climatizados.

A 5ª Feira do Livro de São Luís estará aberta ao púbico até o dia 04 de dezembro, sempre das 14h às 22h.

A Feira do Livro de São Luís foi criada pela Lei Municipal nº. 4.449 de 11 de janeiro de 2005 para ser empreendida da Func. O objetivo do evento é promover a democratização do acesso ao livro e à leitura, fomentando os processos de criação e produção literária, assim como estimular a cadeia mediadora da leitura.

São Luís se transformará na cidade do livro e da leitura a partir desta sexta

A Prefeitura de São Luís abre, nesta sexta-feira (25), a 5ª edição da Feira do Livro de São Luís. A cerimônia acontecerá na Praça Maria Aragão, às 19 horas, e contará com a presença do patrono José Chagas e dos homenageados, o teatrólogo Aldo Leite, e a professora e escritora Sônia Almeida.

Serão dez dias de intensas atividades literárias e culturais ancoradas pelo tema “Dos mirantes da memória aos becos da saudade, São Luís revela a tua poesia”. O evento é realizado pela Fundação Municipal de Cultura (Func) e co-realizado pelo Serviço Social do Comércio (Sesc/MA)

A programação conta com cerca de 300 eventos, incluindo seminários, encontros, oficinas, rodas de conversa, lançamentos e relançamentos de livros, exibição de filmes, programações especiais para o público infantil e juvenil, programação artístico-literária com performances poéticas e musicais e espetáculos teatrais.

Entre os convidados destacam-se Casemiro Medeiros (CE), Evelyn Klingerman (RJ), Roseana Murray (RJ), Adriana Barbosa (SP), Mário Prata (SP), Andrey Santos (DF), Maria Custódia Wolney (DF), Francine Cruz (PR), Kátia de Azevedo (DF), Luzilá Gonçalves (PE), Alexandre Azevedo (SP), Alberto Bezerra (AM) e Bartolomeu Queirós (BH).

No espaço de comercialização de livros, cerca de 60 estandes, com estrutura adequada e ambiente climatizado, reunirão editoras, livreiros e artesãos para exposição e venda de aproximadamente 70 mil títulos e produtos regionais.

Segundo a organização do evento, devem ser movimentados mais de R$ 3 milhões durante os dez dias de programação. E a expectativa é receber um público visitante de aproximadamente 250 mil pessoas entre estudantes, educadores, universitários e público em geral.

“A Feira, além de ótima opção para o entretenimento e o lazer, apresenta-se como oportuna ferramenta para empreender em conjunto: sociedade civil, poder público e privado, numa ação transformadora na vida cultural da nossa cidade. Além disso, ela promove ocupação e geração de renda para centenas de pessoas que formam as cadeias produtivas envolvidas na realização do evento”, destacou o presidente da Func, Euclides Moreira Neto.

A estrutura do evento ocupará uma área de, aproximadamente, seis mil m², onde cerca de 20 espaços estão instalados, entre eles os auditórios José Chagas e Aldo Leite, o Café Literário, o Espaço Jovem, a Casa do Escritor, o Espaço Criança, o CineSesc, o Teatro Reynaldo Faray, além de estandes, salas, tendas e auditórios climatizados.

A 5ª Feira do Livro de São Luís estará aberta ao púbico até o dia 04 de dezembro, sempre das 14h às 22h.

A Feira

A Feira do Livro de São Luís foi criada pela Lei Municipal nº. 4.449 de 11 de janeiro de 2005 para ser empreendida da Func. O objetivo do evento é promover a democratização do acesso ao livro e à leitura, fomentando os processos de criação e produção literária, assim como estimular a cadeia mediadora da leitura

Jerônimo de Albuquerque será interditada neste fim de semana para intervenção de drenagem

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), vai realizar, neste fim de semana, na Avenida Jerônimo de Albuquerque, a implantação da rede de drenagem profunda no bairro do Bequimão. Com isso, a via será interditada pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) no sábado (19), a partir das 12h; e no domingo (20), a partir das 6h, no trecho compreendido entre o Retorno do Roque Santeiro até o posto de combustível Brasil.

Os serviços de drenagem profunda fazem parte do Plano Macro de Pavimentação e Revitalização de vias, que está sendo executado também na Jerônimo de Albuquerque. A área, localizada no Bequimão, sofre com alagamentos em período chuvoso e, por isso, precisa receber a rede de drenagem antes do microrrevestimento asfáltico.

A intervenção ocorrerá a partir deste sábado (19) no sentido Centro-Cohab; e no domingo será no sentido inverso (Cohab-Centro). Agentes de trânsito darão apoio à operação, fiscalizando e orientando o tráfego no local.

A orientação da SMTT é para que, na medida do possível, os condutores de veículos transitem por avenidas alternativas, evitando os transtornos naturais da intervenção, e que só utilizem o trecho em obras em casos necessários.

Os serviços da obra de revitalização das avenidas incluem fresagem do pavimento antigo (retirada do pavimento existente em trechos totalmente danificados); aplicação de CBUQ (nova camada asfáltica), reperfilagem (nivelamento dos pontos com depressões), recuperação da drenagem superficial com melhorias de meio-fio, sarjeta e implantação de sarjetões nas passagens d’água em ruas transversais; de drenagem profunda em pontos de alagamento das vias; microrrevestimento com polímero, que é empregado em alta escala em rodovias federais, e a sinalização horizontal e vertical.

A Jerônimo de Albuquerque tem 13.783,22m, considerando-se as duas pistas.

Do: bastidores3.com

Prefeitura de São Luís convoca três mil sorteados do “Minha Casa, Minha Vida”

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal da Criança e da Assistência Social (Semcas), está convocando as pessoas contempladas no Programa “Minha Casa, Minha Vida”, cuja classificação foi até o milésimo sorteado dos grupos I e II, para se dirigirem, até o próximo sábado (19), a um dos postos de atendimento (EM BOX) levando documentos pessoais para iniciar o processo de habilitação, visando contrato com a Caixa Econômica Federal. Nesta primeira etapa são, ao todo, três mil sorteados.

Segundo a titular da Semcas, Roseli Ramos, estão convocados também os sorteados das reservas para famílias com pessoas com deficiência; idosos responsáveis pela unidade familiar; famílias em área de risco; e famílias em aluguel social. Todas estas três mil pessoas podem se dirigir das 8h às 17h aos postos de atendimento até sábado.

As famílias sorteadas devem apresentar as originais e xerox dos seguintes documentos: CPF, certidão de nascimento e casamento, carteira de identidade, carteira de trabalho, título de eleitor, comprovante de endereço, certidão de nascimento dos filhos e declaração da fre        quência escolar.

Locais de atendimentoOs sorteados que possuem o Bolsa Família devem procurar a Escola de Governo e Gestão Municipal (Eggem), na Rua das Andirobas, no bairro do Renascença. Já as famílias sorteadas que não possuem o Bolsa Família precisam fazer o CadÚnico e devem procurar o prédio anexo da Semcas, na Rua da Palma, em frente à Praça Benedito Leite; o CRAS Fialho, no bairro Vicente Fialho; o CRAS da Cidade Operária; e a Casa Brasil, no Anjo da Guarda.

LOCAIS DE ATENDIMENTO AOS SORTEADOS

Acompanhe, abaixo, os locais de atendimento às famílias sorteadas no Programa Minha Casa Minha Vida.

Famílias Sorteadas: Local de Atendimento:

I –Famílias que têm Bolsa Família e, portanto, estão no CadÚnico:

Escola de Governo e Gestão Municipal – EGGEM – situada à rua das Andirobas, nº 26, bairro Renascença.

II –Famílias que não têm Bolsa Família e, portanto, têm que fazer o CadÚnico para obter o Número de Identificação Social – NIS:

– Anexo da Semcas – Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social, situado à rua da Palma, em frente à Praça Benedito Leite (Prédio Azul);

– CRAS Fialho, situado à rua Laerte Santos, nº 310, bairro Vicente Fialho;

– CRAS Cidade Operária, situado à avenida Oeste Interna, s/n, bairro Cidade Operária (Próximo ao Supermercado Mateus);

– Casa Brasil Anjo da Guarda, situada à rua Guadalupe, Qd 49, s/n, bairro Anjo da Guarda.

Func abre exposição “Airton Marinho, 30 anos de arte” nesta quinta na Oficina Escola

A Prefeitura de São Luís, por meio da Fundação Municipal de Cultura (Func), realiza, nesta quinta-feira (17), a exposição “Airton Marinho – 30 anos de arte”, que comemora as três décadas de carreira do artista plástico Airton Marinho. O vernissage acontece às 18h, no prédio anexo da Oficina Escola (Praia Grande – em frente ao Terminal de Integração).

A mostra reunirá cerca de 90 xilogravuras, com obras feitas pelo artista na década de 70 até peças de suas atuais coleções. Entre elas, poderão ser apreciadas peças das coletâneas: “Brincadeiras Infantis” (1979), “Ao Trabalho” (1980), “Lendas e Mistérios” (1986), “Festas e Festanças” (1988), “Guarnicê” (1991), entre outras.

Suas obras têm sempre uma ligação com a cultura popular maranhense. Já fez coleções sobre o Bumba-Meu-Boi, a Festa do Divino Espírito Santo e o Tambor de Crioula. É desta fonte que ele se alimenta. “Acredito que para se fazer uma boa xilogravura é necessário um bom tema e nada mais inspirador que a cultura popular maranhense”, afirma Airton.

Airton Marinho iniciou-se nas artes plásticas, ainda muito jovem, com a cerâmica e o óleo sobre tela. Mas foi em 1975, em um trabalho acadêmico no curso de Desenho Industrial, da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), que o artista descobriu a arte da xilogravura.

A exposição permanecerá aberta à visitação pública até 17 de janeiro de 2012, de segunda a sexta-feira, sempre das 09h às 12h e das 15h às 19h.

A arteEtimologicamente, a palavra Xilogravura vem do grego, onde xilo significa madeira, assim a xilogravura é uma gravura feita em uma matriz de madeira. A arte é milenar e já era conhecida dos egípcios, indianos e persas, que a usavam para a estampagem de tecidos. Mais tarde, foi utilizada como carimbo sobre folhas de papel para a impressão de orações budistas na China e no Japão. Com a expansão do papel pela Europa, começa a aparecer com maior freqüência no Ocidente no final da Idade Média (segunda metade do século XIV), ao ser empregada nas cartas de baralho e imagens sacras. No século XV, pranchas de madeira eram gravadas com texto e imagem para a impressão de livros que, até então, eram escritos e ilustrados a mão. Com os tipos móveis de Gutenberg, as xilogravuras passaram a ser utilizadas somente para as ilustrações.

A técnicaA xilogravura utiliza a madeira como matriz e possibilita a reprodução, da imagem gravada, sobre papel ou outro suporte adequado. É necessário entalhar na madeira, com ajuda de instrumento cortante, a figura ou forma (matriz) que se pretende imprimir. As partes altas recebem tinta que transferirá a imagem gravada para o suporte.

Cidadania Para Todos discutirá ações relacionadas à infância e juventude nesta quarta

O Programa Cidadania Para Todos, realizado pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Governo (Semgov), vai discutir as ações relacionadas à infância e à juventude com o tema “Cuidando da infância e da juventude por uma cidade melhor”. O encontro será na Associação Comunitária Itaqui-Bacanga (ACIB), nesta quarta-feira (09), a partir das 19h, e contará com os representantes das secretarias municipais da Criança e da Assistência Social (Semcas) e de Desporto e Lazer (Semdel).

O programa contempla as comunidades dos bairros do Anjo da Guarda, Fumacê, Gancharia, São Raimundo, Vila Mauro Fecury II, Vila São Luís, Vila Verde, Vila 7 de Setembro e Vila Ariri.

Na noite de segunda-feira (07), com a presença da primeira-dama, Gardênia Gonçalves, os secretários municipais de Projetos Especiais (Sempe), Francisco Barros; e de Obras e Serviços Públicos (Semosp), Marcos Aurélio de Freitas, discutiram o tema “Construindo hoje, com cidadania, a cidade do futuro”, na sede da ACIB, com lideranças comunitárias dos bairros da área Itaqui-Bacanga.

A primeira-dama informou que o programa está sendo realizado em todos os bairros da cidade. Ela frisou, ainda, que o prefeito tem buscado mais parcerias com o Governo Federal, uma vez que os recursos da Prefeitura são escassos diante de tantas demandas que a cidade apresenta, principalmente no setor de infraestrutura.

“Essas obras estruturantes são essenciais para transformar São Luís em uma cidade com mais qualidade de vida e amenizar os problemas crônicos que afligem toda a população há muitos anos”, ressaltou Gardênia Gonçalves.

Projetos e obrasO titular da Sempe, Francisco Barros, apresentou as ações do Programa de Recuperação Ambiental e Melhoria da Qualidade de vida da Bacia do Bacanga, que beneficiará mais de 240 mil pessoas da área Itaqui-Bacanga com recursos do Banco Mundial (Bird), Governo Federal e Prefeitura de São Luís. O programa tem três componentes que tratam do Desenvolvimento Econômico Local (DEL) e Fortalecimento da Gestão Municipal; Melhoria de Água e Saneamento (Infraestrutura) com as obras dos canais do Coroado, Rio das Bicas e redes coletoras de esgoto, além de Melhorias Urbanas e Gestão Ambiental com pavimentação de 44 km de vias existentes na área.

“Essas são etapas deste projeto que foi elaborado para que a Prefeitura possa fazer um trabalho bem feito e planejado na área de infraestrutura”, declarou Francisco Barros.

Já o titular da Semosp, Marcos Aurélio de Freitas, apresentou o Programa de Melhoria de Infraestrutura Viária de São Luís, que beneficia 58 bairros e pavimenta 669 ruas, além de revitalizar 25 avenidas principais da capital. “Estamos fazendo um trabalho de forma planejada e a sensibilidade do prefeito João Castelo é para melhorar, consideravelmente, toda a cidade”, disse.

Segundo o secretário, a partir desta semana, a Semosp fará intervenção para o melhoramento de vias na área Itaqui-Bacanga em 63 ruas. Desse total, mais de 40 vias serão beneficiadas com pavimentação asfáltica.

Cursos de capacitação realizados no Programa Cidadania para Todos nesta quarta-feira

DIA 09/11/2011

HORA ATIVIDADE LOCAL ÓRGÃO
08:30 Oficina de Horta Suspensa (maiores de 12 anos) Cras – Anjo da Guarda SEMED
08:30 Oficina de e EVA (20 vagas) GUME-Grupo União de Mães Evangélicas – Vila São Luis SEMCAS
08:30 Oficina de confecção de boneca de pano Acib – Anjo da Guarda SEMED
14:30 Palestra: O papel de cada Cidadão na Manutenção da Limpeza Pública UEB- Carlos Madeira – anexo São Raimundo SEMOSP
14:30 Palestra Gravidez na Adolescência UEB Cônego Sidney Castelo Branco Furtado – São Raimundo SEMUSC

GMSL

Palestra Doenças Sexualmente Transmissíveis
Palestra Aborto
14:30 Palestra Pedofilia UEB Carlos Madeira – anexo São Raimundo
Palestra Violência Doméstica
08:00 Oficina de Teatro SEMCAS
Manhã Palestra Educativa de Combate a Dengue UEB Ministro Carlos Madeira SEMUS
14:00 Oficina de Fabricação de Sabão Acib -Vila Ariri GMSL
08:30 Oficina de Brinquedos de PET Associação de Mulheres da Vila São Luís SEMOSP

Programa da Prefeitura já distribuiu mais de 460 toneladas de leite nas escolas municipais

A Prefeitura de São Luís, por meio das secretarias municipais de Segurança Alimentar (Semsa) e de Educação (Semed), já distribuiu, em cinco etapas do Programa Leite na Escola, 460.083 quilos de leite em pó integral instantâneo nas Unidades de Ensino Básico (UEBs) da rede municipal de São Luís – que receberam 439.718 quilos do produto – e nas escolas comunitárias conveniadas ao Município, onde foram entregues 20.365 quilos.

O Programa Leite na Escola distribui o produto aos pais de estudantes do Ensino Fundamental e Educação Infantil e de alunos das creches. A 5ª etapa do programa aconteceu no período de 14 a 26 de outubro.

Segundo o titular da Semsa, Frank Matos, por determinação do prefeito João Castelo, a Prefeitura está cumprindo rigorosamente o cronograma do prazo de entrega do leite, garantindo que todos os alunos, devidamente matriculados e assíduos em sala de aula, recebam o produto.

“Este trabalho rigoroso para cumprirmos a entrega do leite aos alunos é que nos garante a transparência e a seriedade deste programa que está beneficiando milhares de famílias carentes, muitas delas em situação de vulnerabilidade alimentar”, afirmou Frank Matos.

O leite é composto de 13 vitaminas contém ferro, cobre, iodo, zinco, magnésio, flúor, selênio, fósforo e lecitina de soja e entregue nas escolas aos responsáveis pelos alunos. Cada estudante tem direito a receber um quilo de leite em pó integral instantâneo em dois pacotes de 500g.

Economia domésticaO leite recebido pelas famílias com filhos matriculados nas escolas municipais representa uma economia doméstica importante. A dona-de-casa Vilma Costa Rodrigues, 27 anos, moradora do bairro Bom Jesus, tem um filho na UEB João Lima Sobrinho, no bairro do Coroadinho. Ela recebe um quilo do produto por mês e, com o dinheiro que gastava para essa despesa, agora compra mais arroz, macarrão ou outro item para reforçar a alimentação da família.

“Eu gastava em torno de R$ 10,00 por semana (R$ 40,00 por mês) e agora, com este Programa do Leite, tenho uma economia muito grande e com este dinheiro eu reforço as compras da mercearia, além do mais é uma maneira interessante de o meu filho não faltar mais às aulas”, reconheceu Vilma Rodrigues.

A situação não é diferente com a dona de casa Rosa de Fátima Ramos que, aos 57 anos de idade, faz questão de receber o leite para alimentar seu filho, reforçando o café da manhã de toda a família. “Esse programa que o prefeito João Castelo colocou na Prefeitura é muito importante para nós que temos uma situação financeira muito difícil. O leite complementa a nossa alimentação da manhã e sempre faltava dinheiro para comprá-lo; agora temos mais carne e peixe em nossa mesa por conta dessa economia”, reforçou.

Para o pescador e fotógrafo José Félix Oliveira, 69 anos, o leite representa a primeira refeição do dia para toda a família, principalmente para suas três filhas que estudam na UEB João Lima Sobrinho, no Coroadinho, e nos anexos da escola. “Com este leite, eu tenho uma economia de R$ 36,00 por mês, o que garante mais comida em nossa mesa e até compro sandálias e roupas para as minhas filhas”, comparou.

Distribuição do leite

A primeira etapa de distribuição do leite nas escolas aconteceu no período de 15 de junho a 06 de julho em 252 UEBs, com a distribuição de 87.767 quilos do produto. No período de 18 de julho a 04 de agosto foram distribuídos, na segunda etapa, 90.669 quilos de leite em 255 escolas municipais.

A terceira etapa aconteceu no período de 15 a 25 de agosto em 249 escolas com a distribuição de 89.390 quilos do produto. A quarta etapa foi realizada no período de 15 a 27 de setembro em 250 UEBs com 85.833 quilos de leite. E a quinta etapa foi realizada no período de 14 a 26 deste mês de outubro, com a distribuição de 86.059 quilos de leite em 250 Unidades de Ensino Básico.

Nas escolas comunitárias, a distribuição do leite aconteceu durante a quarta etapa, nos dias 12 e 13 de setembro, com a entrega de 10.400 quilos do produto em 92 escolas. Já a segunda distribuição aconteceu durante a quinta etapa do programa, no período de 10 a 13 deste mês de outubro.

A Semsa mantém uma equipe de 25 pessoas para realizar a distribuição nas escolas municipais. Dois caminhões levam, em média, oito toneladas do produto. Para organizar a entrega, a Secretaria conta com a parceria da Guarda Municipal, órgão ligado à Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), que garante apoio com a presença de duas viaturas e uma equipe de guardas municipais. “Esse apoio é inestimável porque nos garante segurança e organização na distribuição do leite nas escolas do município”, afirmou Frank Matos.

O titular da Semsa informou, ainda, que nas UEBs o leite é entregue em cada uma das 255 escolas municipais. Já nas escolas comunitárias, o produto é distribuído na associação ou união de moradores do bairro, conforme acordo feito entre a Prefeitura de São Luís e os pais de alunos de cada uma dessas unidades.

Outro detalhe importante apontado por Frank Matos é que se houver qualquer tipo de irregularidade na distribuição do leite, os pais, responsáveis dos alunos ou qualquer outra pessoa poderá denunciar diretamente pelo telefone da Semsa: 3212-8350.

Cinco etapas do Programa O Programa Leite na Escola foi lançado pelo prefeito João Castelo no dia 9 de junho deste ano, na Escola de Governo e Gestão Municipal (Eggem). Custeado inteiramente com recursos municipais, realizou cinco etapas de distribuição e beneficiou, até agora, mais de 100 mil alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental da rede municipal de ensino que frequentam regularmente as salas de aula.

A principal meta do Programa é reduzir a evasão escolar e proporcionar aos alunos das escolas municipais uma alimentação nutritiva e saudável. O estudante que tiver três faltas durante o mês, fica impossibilitado de receber o complemento alimentar, caso não justifique a ausência. A medida visa incentivá-lo a não perder aulas.

Prefeitura de São Luís realiza mutirão para acelerar revitalização de vias aos finais de semana

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), está realizando, nos finais de semana, um mutirão para acelerar a revitalização de vias nos bairros da capital maranhense com intervenções que incluem restauração e microrrevestimento asfáltico. Neste domingo (23), as equipes se concentraram nos bairros do Ipase e do Maranhão Novo.

Segundo o titular da Semosp, Marcos Aurélio Freitas, a operação em mutirão envolve cerca de 10 a 15 equipes de profissionais com a finalidade de intensificar os serviços de infraestrutura da malha viária de São Luís. Elas se revezarão nos finais de semana para avançar no cronograma de recuperação de vias em diversos bairros da capital, ação que está dentro do Plano Macro de Revitalização e Pavimentação, lançado este ano pela Prefeitura.

“Estamos realizando os serviços e avaliando as vias que precisam de microrrevestimento asfáltico e, com base nesta análise, as providências estão sendo tomadas. Este trabalho de mutirão é feito nos finais de semana para acelerar a revitalização e evitar maiores transtornos à população e ao trânsito da cidade durante a semana”, explicou Marcos Aurélio.

Ainda, de acordo com Marcos Aurélio, os serviços de revitalização realizados no Ipase e no Maranhão Novo são os mesmos que já foram feitos pela Prefeitura de São Luís nos bairros do Monte Castelo e Habitacional Turu, onde dezenas de ruas já foram revitalizadas.

Serviços

Os serviços de restauração simples consistem no recorte da fissura, limpeza, pintura de ligação e, dependendo da profundidade, é feita a base com pedras para, em seguida, ser aplicada a massa asfáltica de Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ). A intervenção é concluída com a compactação do asfalto e a liberação da via para o tráfego de veículos.

Já o microrrevestimento asfáltico inclui fresagem do pavimento antigo (retirada do pavimento existente em trechos totalmente danificados); aplicação de CBUQ (nova camada asfáltica), reperfilagem (nivelamento dos pontos com depressões), ações de drenagem em pontos de alagamento das vias; e por fim a aplicação do polímero, que é empregado em alta escala em rodovias federais.

Prefeitura promoverá exposição de imagens fotográficas de São Luís pelo Brasil

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur), inicia, esta semana, uma exposição itinerante de imagens emblemáticas da cultura, gastronomia, arquitetura colonial e atrativos naturais ludovicenses. O circuito terá como ponto inicial o Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro, onde ficará até o fim deste mês.

A ação faz parte da estratégia de marketing da Setur para divulgar os atrativos turísticos da capital maranhense, captando, assim, mais turistas. As cidades – chamadas de capitais prioritárias – serão Rio de Janeiro, São Paulo, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Teresina e Fortaleza e, finalmente, em São Luís, onde ficará exposta durante a comemoração dos 400 anos da cidade.

“As imagens ficaram perfeitas e as informações que elas contêm completarão o painel. Os profissionais fizeram um ótimo trabalho. Lá, todos poderão visualizar uma parte dos diversos atrativos turísticos que temos. É mais uma estratégia para enriquecer as atrações do aniversário da cidade”, revelou o secretário municipal de Turismo, Liviomar Macatrão.

As imagens utilizadas serão dos fotógrafos profissionais Maurício Moreira, Meireles Júnior e Neto Vasconcelos e serão fixadas nos saguões de embarque e desembarque de passageiros da respectiva localidade, no tamanho médio de 175 x 80 cm. A previsão de exposição será de 15 dias em cada destino.

Segundo Macatrão, esta estratégia somará às diversas ações voltadas para a divulgação da cidade em outros estados e em outros países. “Já temos um trabalho de divulgação de São Luís a partir dos eventos de lançamento do São João nestas sete capitais, além da participação em feiras e eventos. Ainda temos outras mídias como taxidoors, outdoors, anúncios em jornais de grande circulação de outros estados, entre outras”, finalizou Liviomar.

Func abre inscrições para oficina de caixeiras do Divino

A Prefeitura de São Luís, através da Fundação Municipal de Cultura (Func), promove, durante as quatro semanas do mês de novembro, sempre às segundas, quartas e sextas, das 14h às 17h, na área livre da Oficina Escola, a oficina de Caixeiras do Divino, destinada a jovens com idade entre 17 e 29 anos, residentes em São Luís.

O objetivo do curso é oportunizar a formação de novas caixeiras a partir da transmissão e renovação do tradicional saber às novas gerações. É através do toque, do canto e da dança que as caixeiras cumprem sua missão de louvar o Divino Espírito Santo, assumindo um importante papel de guardiã de seu saber, uma verdadeira ‘sacerdotisa do Divino’.

As instrutoras serão tradicionais caixeiras que orientarão o processo de ensino-aprendizagem dos toques, cantos e danças característicos do ritual com o seguinte conteúdo teórico e prático: 1) A festa do Divino Espírito Santo em São Luís (MA); 2) O papel da Caixeira na Festa do Divino; 3) Apresentação dos nove toques principais.

Os interessados podem confirmar a participação na Casa do Bloco Tradicional, na Rua Isaac Martins, 156 – Centro (próximo à Fundação Municipal de Cultura), de segunda a sexta-feira, das 09h às 12h, ou na Casa de Nhozinho, na Rua Portugal, 185 – Praia Grande, de segunda a sexta, das 15h às 18h.

O curso é realizado pela Func, a partir de incentivos do Programa Mais Cultura, do Governo Federal, por meio do Edital Microprojetos Amazônia Legal.

A Oficina Escola fica em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande.