Tag Archives: júnior marreca

Junior Marreca destaca realização de Seminários Eleitorais

O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), prefeito Junior Marreca, destacou o pioneirismo da entidade na realização dos Seminários Regionais Eleitorais, em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o Ministério Público Eleitoral (MPE).

Segundo Marreca, a iniciativa tem atraído cada vez mais público e surpreendido mesmo quem acreditava no sucesso dos eventos. Desde o início de março, já foram três encontros, em São Luís, Itapecuru e Imperatriz.

“O que tem nos deixado feliz é que, a cada edição do seminário, o público só aumenta. Isso é resultado de um trabalho de divulgação bem feito, de uma agenda de palestras e debates bem montada e, acima de tudo, da dedicação dos profissionais da FAMEM e de todos os órgãos parceiros que estão conosco desde a idealização do projeto”, disse.

Para o prefeito, o apoio do TRE, da OAB e do MPE têm sido decisivo. “Esses três órgãos estão nos apoiando desde o início, da fase de planejamento desse grandioso projeto. E, agora, são ainda mais fundamentais na designação de profissionais capacitados para proferirem as palestras”, destacou.

Nesta semana, o Seminário Regional Eleitoral chega a Caxias, onde debaterá, nesta quarta-feira (18), a partir das 14h, o registro de candidatura e aspectos da desincompatibilização, condições de elegibilidade e inelegibilidade; condutas vedadas aos agentes públicos; prestação de contas de campanha; propaganda eleitoral; pesquisas eleitorais; e transferência de domicílio eleitoral e convenções partidárias.

“Reforçamos o convite aos prefeitos, gestores em geral e todos aqueles que desejam concorrer a cargos eletivos em outubro deste ano. Esta é uma ótima oportunidade para tirar dúvidas e inteirar-se mais sobre todo o processo eleitoral”, completou o presidente da FAMEM.

FAMEM realiza seminários eleitorais

A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Maranhão (OAB-MA), realiza, na próxima quinta-feira (22), no Praia Mar Hotel, o 1º Seminário Regional Eleitoral, evento idealizado pelo presidente do órgão Junior Marreca para informar os gestores municipais, vereadores e todos os políticos interessados sobre o calendário e as normas eleitorais definidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para as eleições de 2012.

Além da primeira reunião em São Luís, os seminários percorrerão, ainda, as regionais de Itapecuru-Mirim (30/03), Imperatriz (11/04), Balsas (13/04), Caxias (18/04), Presidente Dutra (20/04), Santa Inês (25/04) e Pinheiro(27/04).

O presidente da Federação, também prefeito de Itapecuru, Junior Marreca, defende a participação dos gestores pela importância do tema, que o tem preocupado em virtude a proximidade das eleições deste ano.

“Buscamos municiar os prefeitos associados de informações detalhadas sobre como proceder para evitar problemas com a Justiça Eleitoral”, explica Marreca.

Uma das maiores preocupações, revela Junior Marreca, é com os 138 prefeitos que exercem o seu primeiro mandato para que eles não desobedeçam aos parágrafos 10 e 11 do artigo 73 da Lei 9.504/1997, que estabelece que a contar de 1º de janeiro deste ano, “estão proibidas adistribuição gratuita de bens, valores ou benefícios por parte da Administração Pública”.

Entre 2005 e 2008, por exemplo, o total de gestores cassados em todo o país tinha chegado a 296. A expectativa – com ações direcionadas em todo o país – é que esse número diminua a partir dos próximos mandatos. Levantamento promovido pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) aponta que em 36,9% dos casos, as cassações foram motivadas justamente por infrações à legislação eleitoral.

“Nosso objetivo é fortalecer o processo democrático é proporcionar ao eleitor a certeza de que o candidato que sair vencedor das urnas representa, efetivamente, o desejo da maioria popular. Portanto, o que estamos propondo com esses seminários, e foi aceito, tanto pelo Tribunal Regional Eleitoral, quanto pelo Ministério Público Eleitoral, é essa parceria para que municiemos os gestores do maior número de informações possível, evitando problemas”, explicou Marreca.

Programação – O seminário conta com cinco palestras em sua programação. Serão sobre Pesquisas Eleitorais, Transferência de Domicílio Eleitoral e Convenções Partidárias (Jurídico da FAMEM); Registro de Candidatura: Desincompatibilização, Condições de Elegibilidade e Inelegibilidade (Lei da Ficha Limpa) (Representante do TRE); Propaganda Eleitoral (Advogado da OAB); Condutas Vedadas aos Agentes Públicos (Representante do MPE); e Prestação de Contas de Campanha (Técnico do TRE).

FAMEM comemora decisão dos royalties

O presidente da Federação Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), prefeito Junior Marreca, comemorou, nesta quinta-feira (20), a aprovação, pelo Senado, do texto-base do projeto que redefine a divisão dos recursos provenientes da exploração do petróleo. O projeto, de autoria do senador Wellington Dias (PT-PI), segue para a Câmara dos Deputados.

De Brasília, onde acompanhou toda a mobilização para a aprovação do projeto, Marreca disse que os prefeitos de todo o país conseguiram uma “vitória histórica” e que “o movimento municipalista segue mais forte” depois dessa mobilização.

“Foi uma vitória histórica dos prefeitos, que conseguiram traduzir na prática esse sentimento municipalista. Foi da união dos prefeitos e da pressão sobre as bancadas federais dos estados que o movimento municipalista se fez mais forte e conseguiu efetivar, no Senado, a aprovação de um texto mais justo para os municípios”, disse.

Junior Marreca destacou o empenho do presidente do Senado, senador José Sarney (PMDB-AP), para garantir a aprovação da matéria. “Praticamente todo o Senado atuou em defesa dos interesses da municipalidade, mas foi a decisiva postura do presidente José Sarney que definiu os rumos da votação. Ele defendeu com propriedade os argumentos do relator e garantiu a união da bancada em torno da causa”, explicou.

Segundo o presidente, a expectativa, agora, é de que se mantenha a mobilização para garantir a aprovação final da proposta. “O que se espera é que essa mobilização seja mantida, porque ela foi fundamental. Temos que continuar unidos, em contato com os deputados federais para garantir que os interesses da coletividade sejam respeitados”, completou.

Relatório

O relatório aprovado no Senado, de autoria do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), determina a redução da parcela da União na chamada participação especial – de 50% para 42% – que é o tributo pago por empresas pela exploração de grandes campos de petróleo – as camadas do pré-sal estão incluídas.

Em relação aos royalties, o relatório traz uma redução de 30% para 20% na fatia destinada ao Governo Federal, que será compensado, a partir de 2013, com um aumento gradual na participação especial da ordem de 1% por ano, até chegar a 46% em 2016.

Aos estados produtores, a perda será de 6,25%. Estes terão sua parcela de royalties reduzida de 26,25% para 20%. A participação especial destinada aos estados produtores passa, segundo o relatório, de 40% para 20%.

Do: jorgearagao.com

FAMEM discute Decreto 7.507

O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), Júnior Marreca, reuniu, nesta quarta-feira (21), no Palácio Henrique de La Roque, representantes do TCU, Carlos Wellington de Almeida; do TCE, Ionel Texeira Gomes e Carmem Lúcia Leitão; do Banco do Brasil, Carlos Jogaib; e do Bradesco, Francisco Freitas, além de prefeitos de todo o estado para tirar as dúvidas quanto às novas regras para movimentação financeira de recursos de acordo com a nova regulamentação do decreto 7.507 de 27 de junho deste ano.

Sob a coordenação da Escola de Gestão (EGM) e mediação de Ilan Castro, assessor jurídico da FAMEM, cerca de 200 pessoas, entre prefeitos, técnicos e assessores da área contábil das prefeituras, participaram do evento fazendo perguntas, sugerindo e tirando suas dúvidas com os participantes da mesa a respeito do que rege o decreto que estabeleceu novas regras para movimentações financeiras de recursos oriundos de transferências do Governo Federal aos Estados e Municípios e tem como finalidade estabelecer diretrizes para auxiliar no monitoramento e na análise das prestações de contas.

Junior Marreca destacou a importância das novas regras no combate à corrupção, elogiou a iniciativa do Governo Federal, mas ponderou que deve haver parceria com as prefeituras para resolver problemas pontuais que ainda estão sendo encontrados pelos gestores para fazer os novo sistema funcionar com perfeição.

“A FAMEM de maneira alguma é contra o decreto. Muito pelo contrário, é plenamente a favor. O nosso objetivo é esclarecer aos prefeitos a importância de estar de acordo com as novas regras. Mas o Maranhão tem inúmeras necessidade e dificuldades como falta de agências bancárias necessárias para a operacionalização das novas regras. A presença dos bancos oficiais na reunião é justamente para se saber como contornar esse problema e outros problemas”, explica.

Quanto à proibição do uso dos cheques na a resolução nº 44/2011 do decreto, Júnior Marreca se declara a favor pela transparência que a transferência eletrônica – que substituirá o uso dos cheques – possibilitará.

“A tendência de o cheque aos poucos perder o uso de acordo com a evolução tecnológica e isso não se restringirá no âmbito do decreto como também no contexto comercial. É tempo então de se adaptar a isso. A nossa reunião serve para que os prefeitos conheçam o decreto como uma forma mais transparente de operacionalizar os recursos. Reitero o apoio do nosso departamento jurídico para acompanhar as prefeituras no esclarecimento de outras dúvidas que surgirem”, afirma o presidente da FAMEM.

Do: jorgearagao.com

Famem alerta sobre novas regras para movimentação de recursos do FNDE

O FNDE tem novas regras para movimentação de recursos pelas prefeituras municipais.

Programas como transporte e alimentação escolar, o Programa Dinheiro Direto na escola (PDDE), Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB), Projovem e Brasil Alfabetizado, além da construção de creches e quadras poliesportivas deverão ser movimentadas, exclusivamente em contas abertas no Banco do Brasil, ou Caixa Econômica Federal, por meio eletrônico, para que sejam identificados todos os beneficiários dos pagamentos realizados.

Na prática, as novas regras visam acabar com os pagamentos via cheque, como forma de controlar melhor as transferências de recursos.

O presidente da Federação dos Municípios (Famem), Júnior Marreca (PV), já encaminhou ofício a todas as prefeituras informando das mudanças.

– A medida do Governo Federal foi tomada com o intuito de diminuir ainda mais a possibilidade de fraudes. Na prática, o efeito imediato é a abolição do uso do cheque, possibilitando a identificação de todos os fornecedores beneficiários dos pagamentos, o que garantirá maior controle da utilização desses recursos na educação do município – explicou Junior Marreca.

Segundo Marreca, são regras novas, as quais o prefeito deve se adaptar para evitar transtornos na prestação de contas.

Do:marcoaureliodeca.com

FAMEM firma parceria com a CEMAR

O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), Júnior Marreca (foto), reuniu-se, nesta quarta-feira (31), com representantes da Companhia Energética do Maranhão (CEMAR) para, juntos, trabalharem pelos consumidores de baixa renda do Maranhão.

A idéia é que as prefeituras maranhenses responsabilizem-se por cadastrar os consumidores de baixa renda do Maranhão e viabilizem a sua participação em programa de desconto em conta da Companhia.

“Estamos preocupados com os consumidores de baixa renda do Maranhão, por isso a FAMEM convocou todos os prefeitos do Maranhão, solicitando que façam o cadastro das famílias de seus municípios, para que procurem a CEMAR e recebam os benefícios dos planos de descontos para os consumidores menos favorecidos”, disse Junior Marreca.

Durante a reunião, o Diretor de Relações Institucionais da Cemar, Jose Leite Soares, garantiu que a medida poderá melhorar as condições de vida dos munícipes. Por conta disso, a FAMEM e a CEMAR estarão se empenhando para fazer valer a nova lei, que concede desconto às famílias cadastradas como de baixa renda em todos os municípios federados.

“Este beneficio está amparado por lei, que garante às famílias do ‘Bolsa Família’, quilombolas e as que as que vivem com menos de três salários mínimos, um desconto de até 120 kHz/hora, para que possam usar em suas residências, não apenas uma lâmpada, mas também televisão, geladeira, e outros utensílios que dão conforto”, disse José leite. As informações são da assessoria.

Do:jorgearagao.com

Júnior Marreca aprovado no teste de liderança…-

O presidente da Famem, ao lado de Sarney, com Chiquinho Escórcio.

O presidente da Federação dos Municípios do Maranhão foi aprovado em seu primeiro teste de liderança.

A delegação maranhense na Marcha em Defesa dos Municípios, na semana que passou, foi uma das maiores do evento.

Marreca reuniu 120 prefeitos das mais variadas inclinações políticas. Nunca antes na história do Maranhão número tão grande de gestores esteve na capital federal representando a Famem.

Representante do governo maranhense na comititva, o secretário de Articulação Política, Hildo Rocha, impressionou-se com o carisma do líder municipalista.

– A marcha foi um sucesso, política e administrativamente. A presença do Maranhão foi reconhecida – avaliou Rocha.

Júnior Marreca teve reconhecimento também da bancada maranhense no Congresso Nacional.

Na quarta-feira, sob a coordenação de Sarney Filho (PV), os deputados reuniram-se com os gestores e garantiram apoio à Emenda 29, que regula o percentual do repasse de recursos da Saúde aos municípios.

Nada menos que 14 dos 18 deputados federais participaram do encontro.

Júnior Marreca foi recebido ainda pelo presidente do Congresso Nacional, senador Joé Sarney (PMDB), a quem pediu apoio para aprovação da emenda que trata da distribuição dos royalties do petróleo.

O encontro de prefeitos em Brasília terminou na quinta-feira.

A partir de então, o presidente da Famem, Júnior Marreca, começou trajetória em novo patamar.

O de líder político municipalista…

Do: marcoaureliodca.com

NOTÍCIAS FAMEM

O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), prefeito Júnior Marreca, reuniu-se na manhã desta quarta-feira (4) com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS) e o secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, para abordar as propostas de regionalização do sistema público de saúde no Maranhão. O assunto foi tema da reunião extraordinária da Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

“Somente através da regionalização conseguiremos corrigir distorções como a verificação da produtividade de cada município. Existem cidades que recebem recursos para fazer procedimentos de alta complexidade e a execução destes procedimentos são contabilizados para municípios maiores. Isso, perante o Ministério da Saúde, acarreta perda de recursos”, explicou Marreca.

Estavam também presentes no auditório da Assembléia Legislativa do Maranhão gestores públicos, entre prefeitos e secretários municipais de saúde de várias cidades maranhenses, além de deputados estaduais interessados na questão.

A regionalização do atendimento e o remanejamento de recursos foram temas propostos pela FAMEM e COSEMS e no encontro promovido pela Comissão Intergestores Bipartite, responsável pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para o alinhamento dos municípios com o intuito de se obter soluções e melhorias dos serviços da saúde do Estado.

Durante o evento o secretário de saúde do estado, Ricardo Murad, enfatizou a importância da colaboração da FAMEM neste processo.

“A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão precisa entrar no processo de regionalização da saúde no estado do Maranhão pela imensa seriedade que representa. Júnior Marreca entende e sabe que este processo mudará os rumos da saúde quanto ao repasse de recursos para cada município de acordo com a sua necessidade”, afirmou o secretário.

Gestores municipais relembraram o principal obstáculo enfrentado que é a falta de convergência entre os três sistemas de saúde que o estado possui: Municipal, Estadual e Federal. A melhoria do atendimento, segundo eles, fica prejudicada e muito dos recursos disponibilizados acaba sendo desperdiçado.

O presidente da FAMEM, prefeito Junior Marreca, colocou à inteira disposição dos gestores municipais cursos da Escola de Gestão da entidade para que prefeitos e secretários recebam orientações técnicas e melhor compreendam como manusear os recursos públicos da saúde.

Fonte: FAMEM

Júnior Marreca toma posse da FAMEM

O presidente eleito da Federação das Associações dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), prefeito de Itapecuru-Mirim, Júnior Marreca, tomou posse do seu cargo na noite da última quinta-feira (17), no Rio Poty Hotel – Ponta d’Areia, em São Luís.

A solenidade reuniu autoridades, convidados e prefeitos de várias regiões do Estado. A nova diretoria vai exercer mandato de dois anos. Entre os grandes nomes da política maranhense presentes, estava o deputado estadual, Jota Pinto; o prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim, que é vice-presidente da Federação e do vice-governador do Maranhão, Washington Luis, representando Roseana Sarney.

Além do prefeito de Cajapió, Chico da Cerâmica, da procuradora de justiça do Estado do Maranhão, Fátima Travassos, do ex-presidente da casa, Raimundo Lisboa, do secretário de administração e finanças de Joselândia, Marcelo Queiroz e do deputado estadual, Andre Fufuca.

Após a solenidade, os convidados desfrutaram de um excelente coquetel ao som da banda Mr. Jones.

A equipe da Revista CARAS E NOMES esteve presente na cerimônia de posse da nova mesa diretora da FAMEM e registrou para você todos os detalhes desse momento marcante na história da federação.

Por: Raíla Maciel

Comemoração Total!

Os prefeitos Junior Marreca (Itapecuru- Mirim) e Gil Cutrim (São José de Ribamar).

Os prefeitos Junior Marreca (Itapecuru- Mirim) e Gil Cutrim (São José de Ribamar) ambos vão comemorar amanhã dia, (17), a vitória das eleições da FAMEM, a festança acontece no Rio Poty Hotel á noite. Maravilhas!

Por: William Santos

Flagra!

Flagramos o apresentador Zé Raimundo Rodrigues do programa Maranhão TV-SBT entrevistando o prefeito de Itapecuru-Mirim Junior Marreca durante a sua posse como presidente da FAMEM. Parabéns!

Por: William Satos

Parceria da Famem com Governo do Estado e CEF

Júnior Marreca discute parceria da Famem com Governo do Estado e CEF

O presidente da Federação dos Municípios do Maranhão, Júnior Marreca (PV), reuniu-se ontem com representantes da Caixa Econômica Federal, com os quais discutiu medidas para diminuir a burocracia na liberação de convênios federais com os municípios.

– Há uma sala específica para prefeitos nas dependências da Caixa. Um atendimento diferenciado para os gestores melhoraria a relação – disse Marreca. O superintendente da Caixa, Valdemilson Nascimento, garantiu que irá buscar a melhor forma de diminuir as dificuldades enfrentadas pelos prefeitos.

À tarde, o presidente da Famem reuniu-se com o secretário de Planejamento e Gestão do Governo do Estado, Fábio Gondim. Ficou definido que a pasta irá auxiliar a entidade na realização de treinamentos aos prefeitos para montagem de projetos, principalmente.

Gondim revelou que o Plano Plurianual do governo Roseana Sarney e a Lei de Diretrizes Orçamentárias irá se adequar às necessidades dos municípios.

Este assunto deverá ser tema de encontro técnico, entre o governo e a Famem, no próximo dia 28.

Na reunião com o representante do governo, Júnior Marreca ouviu também que o governo poderá auxiliar a entidade na construção da sua sede própria.

Há um terreno doado pelo Governo, em 1997, cuja doação já está aprovada. Marreca propôs e Gondim asumiu realizar estudos técnicos para elaboração do projeto.

A construção da sede própria é uma das metas de Júnior Marreca na Famem.

Do: marcoaureliodeca.com

Marreca e Gil Cutrim defendem consórcios municipais

Os prefeitos Júnior Marreca (Itapecuru-Mirim) e Gil Cutrim (São José de Ribamar), eleitos presidente e 1º vice-presidente, respectivamente, da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) para o biênio 2011/12, defenderam a formalização de consórcios públicos municiais com o objetivo de fazer com que as prefeituras maranhenses atuem em parceria, resolvendo problemas comuns, como é o caso do tratamento de resíduos sólidos.

A criação dos consórcios, assim como a descentralização dos serviços oferecidos pela entidade, foram algumas diretrizes apresentadas pelos gestores durante entrevista concedida ao programa Em Foco, da TV Assembleia.

“Não apenas no tratamento de resíduos sólidos, mas também nos setores do meio ambiente, saúde e educação. Os consórcios significam a união dos prefeitos em prol de resolver problemas que afligem as populações das cidades maranhenses”, explicou Marreca.

De acordo com o presidente, o novo comando da Federação, além de lutar pelo fortalecimento do municipalismo, buscará estreitar ainda mais os laços com os governos estadual e federal como forma de fazer com que os pleitos das prefeituras sejam atendidos de forma mais rápida. “Trabalharemos para fazer uma Famem ainda mais forte. Para alcançar este objetivo, precisamos manter uma boa relação com o Estado e a União, mas sempre zelando pela austeridade e independência”.

Júnior Marreca informou que pretende dinamizar os serviços da entidade, levando-os a todos os municípios, inclusive os mais distantes. “Absolvemos a sugestão do prefeito Gil e iremos fazer uma Famem itinerante. Estaremos em contato permanente com os colegas prefeitos, incentivando os mesmos a trabalharem unidos e trocando experiências exitosas.

Gil Cutrim explicou que outra meta da nova direção da entidade é estreitar os laços dos prefeitos maranhenses com os órgãos públicos de controle externo. De acordo com o prefeito ribamarense, muitas das vezes, por conta da falta de assessoramento, alguns gestores municipais acabam enfrentando dificuldades.

Do: al.ma.gov.br

As belas comunicadoras

Rafaela Lemos, Publicitária e Diretora da Revista Caras e Nomes.

A Publicitária Rafaela Lemos, diretora da revista Caras e Nomes, e as repórteres Keila Santos e Susie Moraes esbanjaram muita competência no evento da Eleição do novo Presidente da FAMEM, hoje (17). Parabéns pela garra e determinação das belíssimas representantes da Comunicação maranhense.

A Publicitária Rafaela Lemos, a repórter Keyla Santos, o Prefeito Gil Cutrim e a repórter Susie Moraes.

O Prefeito de Itapecuru Mirim Júnior Marreca.

Marcelo Queiroz

Os Prefeitos Vadilson Dias, Júnior Marreca e Carlos Machado.

Os Prefeitos Sonia Campos e Júnior Marreca na eleição da FAMEM.

Convite Para as eleições da FAMEM

O prefeito de Itapecuru, Júnior Marreca (PV) iniciou uma campanha na reta final das eleições da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem), para garantir a presença dos colegas prefeitos nas eleições de amanhã. Ele é candidato único na entidade e deve ser confirmado presidente.

Em um vídeo que circula na internet e foi mandado também para cada prefeito, ele fala da importância de manter a Famem unida e prega o fortalecimento, com a união dos prefeitos.

Marreca pretende ampliar a participação dos colegas na entidade e garantir a independência em relação aos demais poderes.

A eleição da Famem, nesta quinta, acontece entre 8h e 17 horas, na sede da entidade, no Calhau.


Do: marcoaureliodeca.com

Júnior Marreca vai criar coordenação

Júnior Marreca vai criar coordenação de ex-prefeitos na Famem

O prefeito de Itapecuru, Júnior Marreca (PV), pretende criar uma coordenação na Federação dos Municípios do Maranhão para abrigar os ex-prefeitos.

Júnior é candidato único na Famem e deve ser eleito presidente da entidade nesta quinta-feira.

– O objetivo é garantir a estes ex-prefeitos o suporte necessário para que ele possa reencaminhar sua vida pública após deixar o poder. E prevê também a congregação de toda a classe política – disse Marreca, que este agora pela manhã na Assembléia.

Segundo explicou o prefeito, a idéia é garantir assessoramento aos ex-gestores, de forma a garantir a eficiência das suas prestações de contas.

– Mesmo depois que deixar o cargo, o prefeito precisa prestar contas de suas atividades. Com o assessoramento técnico da entidade, ele saberá garantir a qualidade das suas informações – disse.

Ele deixou claro, no entanto, que a Famem não dará suporte às irregularidades apuradas em eventuais gestões.

Do: marcoaureliodeca.com