Tag Archives: Governo do Estado

Programação cultural movimentará a 64ª SBPC

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secma), elaborou uma programação cultural que será oferecida aos participantes da 64ª Reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e à comunidade acadêmica envolvida no encontro. O roteiro acontecerá de segunda (23) a sexta-feira (27), com manifestações da cultura maranhense, incluindo do toque das caixeiras do Divino à exposição de cazumbas e cortejo de Miolos de Bumba-boi.

A programação cultural começa na segunda-feira (23), às 18h, com uma Salva de Caixas do Divino de vários Impérios do Divino de São Luís, seguida de uma roda de Tambor de Crioula, na praça da Casa do Maranhão. Na terça-feira (24), o palco do Teatro Arthur Azevedo será tomado por cantores e compositores da música maranhense no show “Louvação a São Luís”, em comemoração ao aniversário de 400 anos da capital maranhense. Participam Fátima Passarinho, Mano Borges, Cláudio Pinheiro, César Nascimento, Gabriel Melônio, Inácio Pinheiro, Fernando de Carvalho, Rosa Reis e Roberto Brandão. No repertório músicas que fazem homenagens à cidade em composições que enaltecem a cultura, o povo, os lugares, os sabores e o cheiro da cidade que canta a alegria.

Também no palco do Arthur Azevedo, na noite de quarta-feira (25), o público vai se deleitar com a descontração, a alegria e o humor da comédia maranhense “Pão com Ovo”, com elenco da Companhia Santa Ignorância Cia. de Artes, que tem no elenco César Boaes, Adeilson Santos e Charles Jr. Num texto coletivo que retrata de forma bem humorada situações dos costumes e hábitos do ludovicenses, a peça conta a história de duas amigas, Dijé, moradora de bairro da periferia; e Clarisse, uma emergente alpinista social.

Os dois espetáculos do Arthur Azevedo, nos dias 24 e 25 serão apresentados às 20h e terão entrada franca, com retirada de convites na bilheteria do teatro, uma hora antes das apresentações. Os convites serão retirados somente nos dias dos espetáculos.

Ainda na quarta-feira (25), o espaço Odeon Sabor e Arte, na Rua da Palma, às 20h, haverá o Encontro de Mestres de Tambor de Crioula. Na quinta-feira (26) às 16h, no Canto do Cultura, em frente à sede da Secma, será montado um palco onde amos de bumba-boi, sotaque da baixada, apresentam toadas com performances dos cazumbas, paralelo acontecerá  a Exposição Cazumbas, nos portais da Secretaria da Cultura. A programação será encerrada na sexta-feira (27), com um Cortejo de Miolos de Boi, a partir das 16h, pelas ruas do Centro Histórico com exibição em frente à Secma.

Governo lança Projeto do Residencial Piranhenga, com 1.104 unidades residenciais

Secretário Pedro Fernandes apresentou projeto do residencial

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), lançou neste sábado (26), o Projeto do Residencial Piranhenga, que consiste na construção de 1.104 unidades habitacionais em uma área de aproximadamente nove hectares, próxima ao Parque Pindorama. A iniciativa foi apresentada pelo secretário de Estado das Cidades, Pedro Fernandes.  As obras devem ser iniciadas no mês de julho.

A comunidade beneficiada está incluída no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC Rio Anil) e o lançamento também marcou a visita dos beneficiários ao local. “Essa ação de hoje no residencial faz parte do planejamento do projeto”, ressaltou o secretário. Também participaram do ato o diretor de obras da Egesa, construtora responsável pela obra, Fernando Teixeira; representantes do Instituto Terra, Urbaniza, servidores da Secid e membros das comunidades do PAC Rio Anil.

De acordo com o projeto, cabe ao Governo do Estado a cessão do terreno e toda a infraestrutura da área. O Governo Federal, por meio do Programa Minha Casa Minha Vida, será responsável pelas unidades habitacionais.

Diretor de obras da construtora Egesa, Fernando Teixeira, também mostrou detalhes do projeto

O condomínio terá 79 blocos, cada um com 16 apartamentos, totalizando 1.104 unidades. Cada apartamento com 42 metros quadrados, sala, dois quartos, cozinha, banheiro.  “O condomínio será dotado de toda estrutura de água, esgoto, calçamento, asfalto, ruas sinalizadas, estacionamento para veículos e ponto de ônibus”, pontuou o secretário.

De acordo com Pedro Fernandes, o Projeto PAC Rio Anil busca terrenos próximos ao centro, com terreno condições de habitabilidade. E a área escolhida no Piranhengas reúne todas as condições necessárias para construção dos apartamentos. “O objetivo é que essas famílias tenham moradia digna e com cidadania garantida”, afirmou Pedro Fernandes.

Outra informação passada pelo secretário é que será construída uma unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem (Senai). Com a iniciativa, expectativa é que empreendimentos comerciais deverão se instalar na localidade.

Os moradores afirmaram ter aprovado o projeto. Para o membro da Comissão de Acompanhamento da Obra PAC Rio Anil, Antonio Góes, a área escolhida do Piranhenga supera as expectativas.

“O projeto está nos oferecendo moradia digna, pois aqui teremos escolas, posto de saúde e recreação para as nossas crianças”, destacou. São parceiros do Governo do Estado, o Governo Federal, por meio do Ministério das Cidades, Caixa Econômica e Instituto Terra.

Estado terá ponto facultativo nesta quinta-feira (5)

O Governo do Estado informa que será facultativo o ponto nos órgãos públicos da administração estadual direta e indireta, nesta quintafeira (5), véspera do feriado de Sexta-Feira Santa (6).

A determinação não atinge os órgãos que prestam serviços essenciais à população e trabalham em regime de plantão, como hospitais e polícia.

Fonte: Secom

Começa curso do Programa Maranhão Profissional

O Governo do Estado deu início, nesta terça-feira (3), à qualificação profissional de 6.200 alunos no curso de Auxiliar Administrativo. O curso, realizado por meio do Programa Maranhão Profissional, é resultado de um termo de cooperação técnica firmado entre as secretarias de Estado de Ciência e Tecnologia (Sectec) e de Segurança Pública (SSP).

A aula inaugural, realizada no 1º Batalhão de Policia Militar do Maranhão, contou com as presenças dos secretários, Olga Simão (Sectec), Aluísio Mendes (SSP) e José AntonioHeluy (Trabalho e Economia Solidária), além do secretário adjunto da Segurança, tenente-coronel, Antônio Roberto dos Santos e do coordenador executivo do Maranhão Profissional, Fernando Lima. A carga horária do curso, que utilizará a estrutura física dos Centros de Capacitação Tecnológica do Maranhão (Cetecmas), é de 160 horas.

“Estamos iniciando mais um curso de auxiliar administrativo e educação à distância nos 11 Cetecmas. E, agora, fizemos a parceria com a Secretaria de Segurança Pública, acrescentando mais municípios, como Balsas, Imperatriz e Bacabal, e vários bairros de São Luís”, enfatizou Olga Simão. O curso de Auxiliar Administrativo marcou, também, a inauguração do Cetecma de Carolina, segundo informou a secretária.

Já o secretário Aluísio Mendes considerou como positiva a capacitação dos jovens e adolescentes. “Os ganhos sociais como a capacitação de destes jovens reflete diretamente na segurança pública, pois empregados, a possibilidade da entrada deles para a criminalidade diminui e, ainda, impediremos que mais adolescentes sejam levados ao mundo do crime. É um trabalho acima de tudo preventivo”, avaliou.

O secretário de Economia Solidária explicou que o Maranhão vem crescendo e proporcionando um grande número de vagas de emprego em diversos setores. “É com a empregabilidade dos maranhenses que os investimentos acontecem. Nosso Estado está atraindo uma série de investimentos, por isso, devemos ter pessoal qualificado e pronto para atender essa demanda. Esta qualificação já é um grande passo”, destacou.

Meta

O Maranhão Profissional lançado em maio de 2011, em parceria com a iniciativa privada, o sistema “S”, e as universidades, tem como meta qualificar 400 mil trabalhadores em quatro anos. “No ano passado, de maio a dezembro, qualificamos mais de 83 mil pessoas. Em 2012, já estamos com mais de 22 mil pessoas em qualificação”, informou Olga Simão.

No cadastro do site do Maranhão Profissional, a procura pelo curso de auxiliar administrativo é em torno de 50%. Esta é uma atividade que todas as empresas e o comércio, precisam. O curso é realizado e certificado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Além dos Cetecmas, o curso é ministrado nos 15 Centros de Inclusão Digital (Cid) da Secretaria de Segurança, nos complexos educacionais Mário Meireles (Distrito Industrial), São José Operário (Cidade Operária) e no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Com isso, o governo facilita o acesso dos alunos às aulas, evitando que eles tenham quer se deslocar do seu bairro para ter quer fazer o curso. O secretário adjunto de Segurança, Antônio Roberto, disse que o projeto está calcado em três tripés: a Secretaria de Segurança Pública mobiliza a comunidade, a de Ciência e Tecnologia entra com a tecnologia e informática e a do Trabalho se responsabiliza pela inserção dos jovens ao mercado de trabalho.

“Daí a magnitude desse projeto, que é resultado de uma ação que a Secretaria de Segurança Pública já vem desenvolvendo. Estão se qualificando tanto os policiais militares, como pessoas da comunidade que tiveram interesse no curso”, disse o secretário adjunto.

Para a estudante, Larissa Santos, de 17 anos, essa é uma grande oportunidade para quem quer se preparar melhor para um emprego. “Esse curso vem somar ao meu currículo para que eu tenha mais qualificação e mais oportunidade de conseguir um emprego”, disse. “O projeto do governo é, também, importante para tirar jovens que vivem em bairros periféricos, do mundo das drogas”, completou.

Governo do Estado beneficia 219 famílias com entrega de títulos de terra em Barreirinhas

Secretário Luís Fernando Silva entrega título de terra a agricultora em Barreirinhas

Duzentas e dezenove famílias dos povoados de Tiririca, Bebedouro e Tabocas, no município de Barreirinhas, foram beneficiadas neste sábado (24) com a titulação de quase três mil hectares de terra. A entrega dos títulos é mais uma etapa do Programa de Regularização Fundiária, colocado em prática pelo Governo do Estado, por meio do Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma). A meta do governo é beneficiar 400 mil famílias até 2015.

A garantia da posse da terra aos trabalhadores se insere no Programa de Combate à Pobreza que está sendo desenvolvido pelo Governo do Estado, que entende ser impossível melhorar a qualidade de vida das famílias maranhenses e promover o desenvolvimento do Maranhão, sem a valorizar o produtor rural, o agricultor familiar.

A solenidade de entrega dos títulos, realizada na Quadra Poliesportiva Valdir Soares Santos, em Barreirinhas, foi presidida pelo secretário chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva, que representou a governadora Roseana Sarney, que estava acompanhado do secretário de Assuntos Políticos, Hildo Rocha, e do prefeito Albérico Filho.

Também presentes à solenidade, o diretor presidente do Iterma, Luis Alfredo; o presidente da Câmara Municipal; Charles Enoque; o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e representante da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Maranhão (Fetaema), Francisco Ferreira, presidentes de associações, secretários municipais e agricultores familiares.

“A governadora reafirma aqui o seu compromisso com os agricultores familiares, garantindo a posse da terra para que eles possam produzir cada vez mais, melhorando sua qualidade de vida e contribuindo para o desenvolvimento do estado. Ao entregar, agora, títulos de regularização fundiária a 219 famílias, em parceria com a prefeitura de Barreirinhas, o governo está resgatando a dignidade dessas famílias e elevando sua autoestima. É assim que a gente caminha no sentido de combater a pobreza no estado”, afirmou Luis Fernando Silva.

Com o título de terra, as famílias passam a ter mais facilidade de acesso a políticas públicas, tanto estaduais como federais, proporcionando o desenvolvimento das comunidades. Durante seu pronunciamento o secretário Luis Fernando, falou sobre o Programa de Combate a Extrema Pobreza no Estado. Ele classificou o programa como de inclusão produtiva, destacando que o mesmo vai fazer com que agricultores familiares de todo o estado possam ter mais oportunidade de geração de renda, de trabalho e melhoria da qualidade de vida.

A ênfase do programa, segundo o secretário, é o combate à pobreza no campo. Para isso serão destinados recursos para a regularização fundiária, assistência técnica, extensão rural, apoio à comercialização, distribuição e mobilização de municípios para que a produção e a renda no campo possam aumentar de modo sustentável, garantindo qualidade de vida e inclusão produtiva das famílias. “O programa contempla também infraestrutura com a construção de estradas vicinais, diques, açudes e barragem para que a produção possa ser escoada para seu destino final”, destacou o secretário.

Compromisso

O prefeito de Barreirinhas, Albérico Filho, afirmou que a entrega dos títulos aos trabalhadores demonstra a preocupação do governo com os trabalhadores rurais, possibilitando o crescimento das comunidades. “Esse momento representa muito para todas essas famílias beneficiadas”, disse.

Para o presidente da Associação dos Agricultores Rurais de Tabocas, Jailton Constantino Pereira, este é um momento muito importante para a comunidade. “A partir de agora acreditamos que virão mais benefícios, como habitação e projetos agrícolas visando o desenvolvimento da agricultura familiar”, observou Jailton.

Barreirinhas, segundo o presidente do Iterma, Luiz Alfredo, é um dos municípios com ações mais fortes do governo em termo de assentamento. “Aqui temos mais de 40 assentamentos e estamos agregando mais essas áreas, beneficiando 219 famílias, que terão acesso a políticas públicas do governo”, enfatizou.

Fonte: Secom

Secretário Luis Fernando e prefeito Gil Cutrim assinam ordem de serviço para obras em Ribamar

Secretário Luis Fernando Silva e prefeito Gil Cutrim assinam ordem de serviço

O secretário chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva, representando a governadora Roseana Sarney, e o prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim, assinaram no fim da tarde desta sexta-feira (16), ordens de serviço que autorizam o início das obras de pavimentação de ruas e avenidas dos bairros Vila Alonso Costa e Parque Araçagi. Um serviço fruto de parcerias firmadas entre a Prefeitura e o Governo do Estado e que beneficiará os moradores do município.

O convênio foi celebrado no final do ano passado somando um total de R$ 5.753.510,52, sendo R$ 5 milhões do Estado e R$ 753.510,52 de contrapartida do Município, e que serão utilizados no asfaltamento de um trajeto de aproximadamente 20 Km. A obra beneficiará a área dos bairros Parque Araçagi, Vila Alonso Costa, Vila Flamengo, Vila Cafeteira, Vila Santa Terezinha, Recanto da Paz, Villagio do Cohatrac, Alvorada e Itaguará.

“Fizemos muitos serviços nesta região e, agora, a governadora Roseana Sarney nos autoriza a celebrar esta ordem de serviço para pavimentação de 10 ruas na Vila Alonso Costa e mais ruas e avenidas no Parque Araçagi, proporcionando um melhor bem-estar aos moradores destes bairros”, afirmou o secretário chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva.

Na Vila Alonso Costa, foram autorizados os serviços de drenagem e pavimentação das ruas Sol Nascente, Floresta, União, das Flores, das Margaridas, Santa Bárbara, Santa Rita, São José, São Pedro e São Sebastião. Também foram autorizadas obras de drenagem e asfaltamento da Avenida São Paulo, Rua Bauru, Rua Itaúna e Rua do Sampaio Corrêa, todas situadas no bairro Parque Araçagi.

Prefeito Gil Cutrim falou sobre a parceria entre Governo e Prefeitura

Para o prefeito Gil Cutrim, a parceria firmada entre o Governo do Estado e a Prefeitura de São José de Ribamar demonstra que é possível aplicar o recurso público de forma correta, por meio de convênios que atendam o apelo da população. “O Governo do Estado acredita na nossa administração; prova disso é o que celebramos neste ato de assinatura de ordem de serviço que vem atender estes moradores, com asfaltamento, mais conforto e melhor trafegabilidade”, disse Gil Cutrim.

Fonte: Secom

Maranhão foi destaque no Leilão da Aneel realizado na Bovespa

Secretário Ricardo Guterres e diretores da Copel, Júlio Jacob Junior, e da Elecnor, Francisco Padilla, entre outros, no pregão da Bovespa

O secretário de Estado de Minas e Energia, que representou o Governo do Estado no Leilão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), disse que o lote da linha de transmissão Açailândia/Miranda II (Consórcio Linha de Transmissão Integração Maranhense) foi um dos mais disputados entre os vários apresentados. O lote maranhense foi errematado por um consorcio formado pelas empresas Elecnor Concessões e Companhia Paranaense de Energia (Cepel).

Logo depois da batida do martelo no pregão, que teve a participação do secretário Ricardo Guterres, o diretor da Copel, Júlio Jacob Junior, e o diretor da Elecnor, Francisco Padilla, destacaram o sucesso do pregão e a importância que representa o investimento para o Maranhão.

“O que esta havendo é a duplicação das linhas de transmissão de energia no Maranhão, o que é reflexo do bom momento econômico pelo qual o estado, impulsionado por este mandato da governadora Roseana Sarney”, afirmou Ricardo Guterres, que foi o primeiro secretário de Minas e Energia a participar do leilão.

A linha de transmissão Açailândia/Miranda II tem 365 km e deve entrar em operação comercial em 24 meses. A previsão é que gere 1.805 empregos diretos na fase de construção.

A duplicação do trecho Açailândia-Miranda, que passará por 17 municípios do estado, dará mais confiabilidade ao sistema. Segundo Ricardo Guterres, a iniciativa é parte de um investimento que vai culminar com a extensão até São Luís. “Hoje, São Luís só tem uma linha e a duplicação dará a garantia de mais segurança, em termos de fornecimento de energia para São Luís”.

No balanço geral, a Copel Geração e Transmissão foi a empresa que mais se destacou com participação em quatro consórcios vencedores, que arremataram  os lotes A (Consórcio Sul Brasileiro), E (Consórcio Caiuá), F (Consórcio Marumbi) e I (Consórcio Linha de Transmissão Integração Maranhense).

Leilão

De acordo com a Aneel, o deságio médio do Leilão de Transmissão nº. 006/2011 foi de 24,89%. Isso significa que a receita que dos empreendedores com a exploração dos investimentos ficará menor que o previsto inicialmente, contribuindo para modicidade tarifária de energia. A Receita Anual Permitida (RAP) média a ser obtida após o início da exploração dos empreendimentos ficará em R$ 145.416.832,60 contra R$ 193.616.460,00 estabelecidos inicialmente.

O presidente da Comissão Especial de Licitação, Márzio de Moura, falou sobre o sucesso do certame e ratificou a consolidação do modelo de competição no segmento de transmissão. Os nove lotes ofertados foram disputados por seis empresas e dez consórcios. O lote com maior deságio foi o G, com 43,53%, vencido pela Neoenergia S.A.

Os lotes leiloados abrangem os estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Alagoas, Bahia, Sergipe, Rio Grande do Norte, Maranhão, Goiás e Amazonas.

Fonte: Seme

Conselho de secretários debate implementação do SIM no Maranhão

O Programa de Sustentabilidade e Inovações para o Maranhão (SIM), que será implementado pelo Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (Sedagro), por meio do Núcleo Estadual de Programas Especiais do Maranhão (NEPE), beneficiando 30 mil famílias maranhenses, foi o principal assunto discutido na reunião do Conselho de Gestão Estratégica de Políticas Públicas do Governo (Congep). O encontro aconteceu nesta sexta-feira (18), no Palácio Henrique de La Rocque.

Presidida pelo vice-governador Washington Luiz Oliveira, a reunião contou com a presença de secretários de Estado e de técnicos do NEPE, que apresentaram aos membros do Congep os detalhes e a atuação do Programa SIM no estado.

“A governadora Roseana determinou a Sedagro celeridade na elaboração do programa, que é de suma importância para o nosso estado pela inclusão produtiva e fortalecimento da agricultura familiar, trazendo o desenvolvimento que precisamos nessa área”, ressaltou o vice-governador.

Ao explicar detalhes do programa, o superintendente do Nepe, César Viana, disse que o SIM terá o foco na sustentabilidade ambiental, social e, sobretudo, econômica, para elevar a renda da agricultura familiar. “Com o programa, vamos possibilitar que essas famílias elevem suas rendas anuais que, atualmente é de R$ 8 mil, para R$ 30 mil até 2017”, explicou, acrescentando que o programa será financiado com recurso do Banco Mundial (BIRD) e do Tesouro Estadual.

Água

Durante a reunião, o secretário de Desenvolvimento Social, Francisco Gomes, destacou a instalação de 4.302 cisternas nos municípios de Cantanhede, Matões do Norte, Peritoró, Alto Alegre, São Mateus e Pirapemas, os primeiros a serem beneficiados pelo Programa de Universalização e Acesso à Água – Água para Todos. A ação integra o Plano Brasil sem Miséria do Governo Federal.

Gomes informou aos membros do Congep que parte do programa será executada nos municípios pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf) e que outras 67 cidades serão beneficiadas por meio de convênio com o Ministério do Desenvolvimento Social – serão executadas até março de 2013.

Ainda na reunião do Congep foi apresentado um relatório da visita de intercâmbio do Maranhão ao estado da Bahia no mês de outubro, para conhecimento da experiência de territorialização como Unidade de Planejamento. A comitiva maranhense, liderada pelo vice-governador Washington Luiz e secretários de Estado, conheceu naquele estado a experiência do território do Sisal, um dos 27 existentes na Bahia.

Fonte: Vice-governadoria

Governo do Estado apoia projeto Joias do Campo

O Projeto Jóias do Campo, que tem apoio do Núcleo de Programas de Empreendimento Sustentável (Fumacop-Nepe), órgão da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário (Sedagro), será lançado neste domingo (13), às 9h, na sede da Associação de Mulheres Agricultoras (no Km-21, BR-135, Rua Chuva de Ouro nº 12, sala Buriti, Ramal Calembe, Estiva).

A ação é realizada em parceria pelo Instituto Lógica e a associação. O objetivo é a inclusão socioeconômica e o desenvolvimento das habilidades artesanais em mulheres agricultoras. O público alvo será as agricultoras das comunidades de Calembe, Rumo, Laranjeiras, Murtura, Sol, Nascente, Colier, Maracujá e Residencial 2000.

Segundo os idealizadores, o projeto, entre outros, aproveitará as fibras disponíveis na comunidade da Estiva para confecção de um artesanato de qualidade; capacitará mulheres agricultoras a produzirem artesanato e, ainda, a comercializarem os produtos confeccionados pelas mesmas.

“O artesanato e o trabalho no campo são atividades que comumente se desenvolvem no meio rural, ligadas à agricultura e, normalmente, transmitidas de geração a geração. Esse processo tem ocorrido em várias comunidades, renovando o ânimo de mulheres do campo, que normalmente vivem em situação de extrema pobreza. Assim, não temos dúvida que o artesanato tem sido um mecanismo de inclusão social”, declinou o matemático Itamilson Lima, presidente do Instituto Lógica..

Fonte: Secom

Governo do Estado inaugura obras em parceria com o município de Coelho Neto

Secretário Luis Fernando Silva e o prefeito Soliney Silva durante inauguração de escola

A entrega de 40 quilômetros de ruas pavimentadas marcou as comemorações dos 118 anos de emancipação política do município de Coelho Neto. As obras de infraestrutura, realizadas em parceria com o Governo do Estado, são a garantia de acesso em 70 ruas da cidade. A festa de inauguração promovida pelo prefeito Soliney Silva, nesta segunda-feira (31), contou com a presença do secretário chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva, vereadores, secretários municipais, além de outras autoridades.

Bairros que antes viviam isolados receberam novos acessos e poços artesianos. Além disso, o município fez a entrega oficial da ampliação da Escola Municipal José Silva e da reforma e ampliação da Escola Municipal Moacyr Bacelar. As ações chegaram aos bairros do Parque Amazonas, Mutirão, Anil, Quiabos, Subestação, Bonsucesso, entre outros da periferia.

“O Governo do Estado sempre apóia os municípios que trabalham com seriedade e sabem aproveitar bem os recursos disponíveis”, declarou Luis Fernando Silva. “Esse momento em Coelho Neto é mais que uma comprovação de que o trabalho realizado aqui é voltado para promover o desenvolvimento, voltado para atender ao cidadão”, ressaltou.

Luis Fernando Silva e o prefeito Soliney Silva durante entrega de poços artesianos

O secretário aproveitou para desejar parabéns ao município pelos 118 anos de emancipação. “Não é fácil administrar um município como muita gente pensa. Nem sempre temos recursos suficientes para realizar as obras prioritárias, mas Coelho Neto está crescendo e o desenvolvimento é resultado de um trabalho sério. O povo precisa de ruas pavimentadas, água, saúde, escolas, são benefícios que se refletem no índice de desenvolvimento da população”, ressaltou.

O prefeito Soliney Silva, disse que não teria sido possível trabalhar se não contasse com o apoio estadual. “Os recursos são poucos, mas temos muito que agradecer ao apoio da governadora Roseana”. Ele destacou como iniciativas estaduais a recuperação da MA-034, o acesso asfaltado e iluminado da entrada de Coelho Neto, as ruas pavimentadas da periferia e a melhoria das estradas vicinais.

Fonte: Secom

Governo e Prefeitura presenteiam Icatu com obras nas áreas de saúde, esporte e saneamento básico

Washington Oliveira, Hildo Rocha e Juarez Lima descerrando placa de inauguração do hospital

O vice-governador Washington Oliveira, os secretários Hildo Rocha (Assuntos Políticos) e Joaquim Haickel (Esporte e Lazer), e o deputado Carlos Filho participaram, ao lado do prefeito de Icatu, Juarez Lima, das comemorações do aniversário de 397 anos do município de Icatu. A festa realizada, nesta quarta-feira (26), incluiu a inauguração de hospital e estádio de futebol e o anúncio da melhoria do sistema de abastecimento de água da cidade. O município de Icatu é o segundo mais antigo do Maranhão, perdendo apenas para São Luís.

Antes das inaugurações o governador visitou o Centro de Capacitação Profissional de Icatu onde acontece o curso de Robótica, um projeto piloto da prefeitura, como o apoio do governo, que atende alunos de 10 a 15 anos. Durante a visita o vice-governador conversou como os professores do curso e com alunos que falaram da experiência que estão tendo com esse novo aprendizado e mostram o protótipo de um robô construído por eles durante as aulas práticas do curso.

Do Centro de Capacitação Washington Oliveira e comitiva seguiram para o Hospital Municipal de Icatu, que passou por uma grande reforma que incluiu a ampliação da área administrativa e do centro cirúrgico e modernização do prédio. O hospital tem 26 leitos e realiza uma média de 120 internações/mês e cerca de mil atendimentos, entre consultas, atendimento de ambulatório e pronto atendimento.

“Icatu é um município hoje que tem um hospital que atende a média complexidade. Aqui a população tem acesso a serviços de laboratório, cirurgia em um espaço que oferece conforto e qualidade no atendimento. Portando, para nós é uma satisfação participarmos dessa inauguração. Em nome da governadora Roseana Sarney estou aqui para participar desta festa juntamente com o prefeito e os moradores da cidade”, disse o vice-governador. “Nossa vinda aqui é no sentido de trazer nossa saudação, nosso abraço a todos o icatuenses”, enfatizou.

Parceria

O Governo do Estado é parceiro do município na reforma e ampliação do hospital, segundo informou o secretário Hildo Rocha. Além de recursos para a realização da obra, o governo repassou recursos para compra de novos equipamentos que vão garantir atendimento de qualidade à população.

“A governadora, também, investiu na construção do estádio de futebol e estamos também contribuindo para a realização do curso de robótica e para melhoria do sistema de abastecimento de água que até o final deste ano deverá estar funcionando, levando água de qualidade a todas as famílias da cidade”, contou o Hildo Rocha.

Vice-governador, secretários, deputados e o prefeito de Icatu na inauguração do estádio de futebol

O prefeito Juarez Lima agradeceu o apoio do governo na realização das obras e disse que a presença de autoridades nas comemorações do aniversário da cidade mostra o carinho do governo com a população. “Estamos comemorando essa data com inaugurações de obras que vão beneficiar a população e desta forma cumprindo nosso papel que é receber os recursos públicos e aplicá-los de forma séria e correta para o benefício da população”, disse o prefeito.

Após vistoriar as obras de construção do sistema de abastecimento todos seguiram para a inauguração do estádio de futebol e após a solenidade acompanharam o amistoso de futsal, na quadra poliesportiva, entre as seleções Maranhense e Icatuense. Os jogadores aproveitaram para tirarem fotos com as autoridades presentes.

O secretário Joaquim Haickel destacou que a inauguração do estádio é tão importante quando as outras obras, principalmente, porque o esporte é fator de inclusão social. “Com a prática esportiva, bem desenvolvida nós diminuímos a demanda da segurança e da saúde. Diminuímos a possibilidade dos jovens se embrenharem no caminho das drogas e da marginalidade. Ações como essa do Governo do Estado, em parceria com a prefeitura de Icatu, coroam o êxito das iniciativas que através do esporte procuram melhorar a vida do cidadão”, destacou o secretário. O Estádio Municipal de Futebol de Icatu  é considerado um dos melhores da região do Munim.

Fonte: Secom

Lei de Incentivo ao Esporte e Cultura sai do papel

Publicado no Diário Oficial do Estado os decretos assinados pela governadora Roseana Sarney regulamentando a Lei de Incentivo ao Esporte e a Cultura.

A Lei de Incentivo ao Esporte e à Cultura garantirá 0,40% do ICMS para financiamento dos projetos. O montante anual destinado pelo governo, de acordo com o previsto na Lei é de R$ 24 milhões, sendo R$ 12 milhões para o esporte e os outros R$ 12 milhões para projetos culturais.

O secretário de Esporte e Lazer, Joaquim Haickel disse que a regulamentação da Lei é a maior vitória do esporte maranhense em todos os tempos.

– Eu estou muito feliz. Este é um momento histórico para o esporte no Maranhão. É a maior vitória do esporte maranhense. A comunidade esportiva só tem a agradecer à governadora Roseana Sarney pela sensibilidade e preocupação que demonstra ao assinar uma Lei tão importante e que há muito tempo se falava, mas somente agora, no governo dela é que o esporte e a cultura ganharam este grande presente – comemorou

Do: imiranteesporte.com

Seduc e Vale assinam convênio do Programa Gestão Escolar

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), e a Vale, assinam, nesta quinta-feira (27), o convênio do Programa de Gestão Escolar. Este convênio tem por objetivo a implantação de um modelo de planejamento educacional diferenciado, que tem como público alvo as escolas de ensino médio da rede estadual,

A solenidade será realizada no Hotel Pestana, às 10 horas, e contará com a presença do secretário de Educação, João Bernardo Bringel, de equipes técnicas da Seduc e representantes da Vale. Com o programa as escolas contempladas passarão a contar, a partir deste ano, com uma série de atividades que irão contribuir com a melhoria dos indicadores educacionais do Estado.

No primeiro momento serão contempladas as escolas de ensino médio da rede estadual de ensino localizadas no eixo Itaqui-Bacanga, em São Luís. Também serão beneficiadas com o programa as escolas localizadas nas áreas de influência da Vale, nos municípios de Açailândia e Santa Inês.

O Programa de Gestão Escolar tem o foco voltado para a formação de supervisores e gestores escolares, responsáveis pelo planejamento e coordenação dos processos de trabalho nas escolas. Com isso, cada unidade será capacitada para planejar de forma estratégica suas atividades visando a melhoria dos níveis de aprendizado dos alunos.

A gestora da unidade regional de São Luís, Sônia Maciel, explicou que depois de firmado o termo de adesão ao programa, a Seduc começará a trabalhar na formação de supervisores e gestores no final do mês de novembro. Será um trabalho sistematizado com a Vale para que o programa seja implantado no início do próximo ano letivo.

A capacitação, segundo ela, será ministrada pelos técnicos de uma empresa de consultoria contratada pela Vale. Nesta etapa a Seduc colocará à disposição as escolas e fará o acompanhamento e avaliação dos participantes.

O convênio do Programa de Gestão Escolar terá duração de 18 meses e atenderá 16 escolas da rede. Cada colégio fará um diagnóstico da situação escolar, observando as condições atuais dos programas pedagógicos. Baseados nos dados apresentados serão desenvolvidos projetos educacionais para a formação de gestores.

O projeto prevê a criação de quatro grupos de trabalho, composto por até 20 participantes por grupo, entre diretores, supervisores, professores e representantes da comunidade escolar. Eles contarão com o acompanhamento da Consultoria Projecta, parceira da Vale, na execução do programa.

Os grupos se reunirão mensalmente com os consultores durante dois dias para apresentar os resultados obtidos e participar das atividades teóricas e práticas. O suporte técnico aos grupos também será dado a distância, por meio de uma plataforma online.

Governo do Estado assina acordo para implantar Distrito Industrial em São José de Ribamar

Secretário Luis Fernando Silva, representando a governadora Roseana Sarney, assina acordo para construção de Distrito Industrial

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Sedinc), assinou Acordo de Cooperação Técnica com a Prefeitura de São José de Ribamar para a implantação, em 2012, de um do Distrito Industrial naquele município. O documento foi assinado, na tarde desta terça-feira (18), no Palácio dos Leões, pelo chefe da Casa Civil, Luís Fernando Silva – representando a governadora Roseana Sarney – assim como pelo prefeito de São José, Gil Cutrim e o secretário do Sedinc, Maurício Macedo.

Participaram, ainda, do ato de assinatura do Acordo de Cooperação Técnica, o secretário Hildo Rocha (Assuntos Políticos); os deputados estaduais Rogério Cafeteira, Stênio Rezende, Eduardo Braide e técnicos da Sedinc e da Prefeitura de São José de Ribamar.

O acordo tem, entre outros objetivos, realizar atividades necessárias na elaboração e detalhamento do projeto de implantação da área do Distrito Industrial no município de São José de Ribamar, visando o fortalecimento da indústria e do comércio, de forma a contribuir para o desenvolvimento econômico e social do município, da Grande Ilha e do Estado.

“A proposta do Distrito Industrial é atrair empresas limpas que tenham comprometimento com a qualidade ambiental da cidade. Uma parceria com o estado que fomenta a criação de emprego e renda e a inclusão social”, afirmou Luís Fernando Silva. “E faz parte do Plano Diretor do município, num futuro próximo, a criação de um porto auxiliar na Baía de São Jose”, acrescentou o chefe da Casa Civil.

A implantação do distrito industrial de São José de Ribamar, segundo destacou o prefeito Gil Cutrim, visa aproveitar as potencialidades regionais, incrementar as atividades industriais e comerciais do Estado, impulsionar o desenvolvimento local e regional, bem como fortalecer a economia do município de São José de Ribamar, visando a promoção da oferta de trabalho.

Secretário Luis Fernando Silva, representando a governadora Roseana Sarney, assina acordo para construção de Distrito Industrial

“São José de Ribamar vive mais um grande momento. Com esta cooperação assinada com o Governo vamos disponibilizar a topografia da área, elaborar estudos para que possamos implantar o Distrito Industrial”, disse o prefeito de São José de Ribamar.

A Sedinc também irá colaborar no levantamento da área para a concretização do distrito industrial, além dos projetos executivos de infraestrutura básica. “A indústria tem um peso muito grande nos municípios no aporte de capital e da geração da qualificação profissional. E no caso de São José de Ribamar o distrito é estratégico e poderá, inclusive, acelerar o processo de metropolização da Ilha de São Luís”, ressaltou Maurício Macedo.

Investimentos

No momento, existem quatro distritos industriais em implantação (Grajaú, Balsas, Buriti Bravo e Aldeias Altas). Além de São José de Ribamar, estão em estudos Timon, Santa Inês, Codó, Caxias, Rosário, Pinheiro e Zé Doca. Os municípios de são Luís, Imperatriz, Porto Franco e Bacabal já contam com distritos industriais dotados de infraestrutura básicas de ruas pavimentadas, água e energia.

No mês passado, representantes de empresas fornecedoras da Vale, maior mineradora do mundo, demonstraram interesse em instalar empreendimentos no Distrito Industrial que será implantado pelo Governo Roseana Sarney no município de São José de Ribamar. Entre elas, Aubert Engrenagens e Redutores, ADDN, VIX e PHBSE

O Distrito Industrial de São José de Ribamar – que será instalado em uma área localizada na região da Sede do município – é visto pelo Governo do Estado e pela Prefeitura, como importante projeto que trará mais desenvolvimento econômico, milhares de oportunidades de trabalho, melhoria de renda da população, além de contribuir significativamente para o desenvolvimento da Grande Ilha de São Luís. Ele será direcionado para indústrias limpas e de pequeno e médio porte, como também para centros de distribuição de grandes redes de supermercados e atacadistas, com foco no mercado da Região Metropolitana.

Terceira maior cidade do Maranhão em número de habitantes, segundo dados recentes do IBGE, a cidade de São José de Ribamar possui uma das economias que mais cresce no estado. Devido às políticas públicas eficientes implantadas pelo Governo Municipal, se tornou referência administrativa, sendo visitada por diversos gestores públicos municipais e de outros estados, interessados em copiar ações nas áreas da educação, de produção de alimentos, entre outros.

Fonte: Secom

Governo do Estado pressiona e DNIT estabelece prazo para início da duplicação da BR-135

Secretário Max Barros em reunião com diretor-geral do Dnit, Jorge Fraxe, e secretário do Ministério dos Transportes, Miguel Mazzela

Em reunião com o secretário de Estado de Infraestrutura, Max Barros, nesta quinta-feira (13), em Brasília, o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura e transportes (Dnit), Jorge Fraxe, e o secretário executivo do Ministério dos Transportes, Miguel Mazzela, garantiram que o cancelamento da licitação para duplicação da BR-135 – trecho de 28 km entre São Luís e Bacabeira – não inviabilizará a obra.

Pressionados por Barros, os representantes do Governo Federal assumiram o compromisso de emitir uma nova nota oficial, dando garantias de que a duplicação seja iniciada, irrevogavelmente, em junho do ano que vem. “O Maranhão está em uma situação que não se pode mais esperar”, declarou o secretário.

Na conversa que manteve com os integrantes do Ministério dos Transportes e do Dnit, Max Barros deixou claro que o Governo do Estado não concordou com o “cancelamento unilateral da licitação”, e exigiu o estabelecimento de prazos rígidos para que não haja mais atrasos na obra. Na avaliação dele, a data de junho de 2012 é aceitável, levando-se em consideração que a nova pista será construída sobre solo mole e que na região norte do estado, de janeiro a junho, é praticamente impossível fazer serviços de terraplenagem, devido às chuvas.

“O Governo do Estado foi tomado de surpresa (pelo anúncio do cancelamento da licitação), mas a licitação já foi cancelada unilateralmente e isso é um fato irrevogável. Dentro desta realidade, o que nos parece claro é que devemos definir, de agora em diante, um cronograma de trabalho rígido, que seja cumprido, porque o Maranhão não pode ficar com essa pendência. São vidas que se perdem todas as semanas nessa rodovia e isso deve ser considerado pelo Governo Federal”, disse Max Barros.

Outra preocupação do secretário é com a perda de recursos. Dos R$ 190 milhões deste primeiro trecho, cerca de R$ 60 mi são oriundos de emendas de bancada. Se não forem empenhados até 31 de dezembro – e o empenho só pode ser feito após toda a licitação – esses recursos serão perdidos. “Estamos no limite do prazo”, alertou Barros.

Adequações

Uma solução para o problema financeiro da obra também foi debatido em Brasília. Durante o encontro, que contou com a participação do deputado estadual Alexandre Almeida (PT do B), ficou estabelecido que o Dnit promoverá algumas adequações ao projeto da duplicação. A principal delas diz respeito ao deslocamento da linha férrea que fica paralela a BR-135 no Campo de Perizes.

Inicialmente, ela seria deslocada para dar lugar à via, o que não será mais necessário. Segundo os engenheiros do órgão, a solução mais viável – e mais barata – será criar um sistema de proteção com defensas ao longo da linha e construir a nova pista ao lado dela – usando os trilhos como uma espécie de canteiro central.

Ao fim da reunião, o diretor-geral Jorge Fraxe reiterou que a duplicação está entre as prioridades do Dnit. “Pode-se dizer que hoje é um marco nesse projeto de duplicação da BR-135. Essa é uma obra prioritária para o Dnit e nós nos comprometemos, como exigiu o secretário Max Barros, a estabelecer o prazo máximo de junho de 2012 para o início das obras, após as adequações já propostas nesta reunião”, completou.

Fonte: Sinfra

Governo do Estado apresenta balanço do Maranhão Profissional

Cerca de 78 mil alunos matriculados e 637 cursos. Estes são os números do primeiro balanço das ações do Programa Maranhão Profissional, apresentados nesta segunda-feira (10), durante reunião do Conselho Deliberativo do programa, realizada no Palácio Henrique de La Roque. O balanço compreende o período de maio, data do lançamento da iniciativa, até o mês de setembro.

Secretários Olga Simão, Maurício Macedo e José Antônio Heluy comemoram ações positivas do Maranhão Profissional

A reunião contou com as presenças dos secretários de Estado Olga Simão (Ciência e Tecnologia), Mauricio Macedo (Desenvolvimento, Indústria e Comércio), José Antônio Heluy (Trabalho e Economia Solidária), João Bernardo Bringel (Educação), além de representantes de instituições ensino, entre eles, o reitor do Instituto Federal do Maranhão (IFMA), José Ferreira Costa, e entidades de classe como Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Federação do Comércio do Maranhão (Fecomércio), Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema), Federação dos Trabalhadores na Indústria do Maranhão (Fetiema) e Federação dos Empregados no Comércio do Maranhão (Fecema).

O Programa Maranhão Profissional foi criado com o objetivo de atender à demanda dos empregos gerados a partir dos grandes investimentos que estão se instalando no estado e devem gerar 200 mil postos diretos de trabalho. De acordo com Mauricio Macedo, que na reunião foi eleito presidente do Conselho Deliberativo, os números alcançados são bastante significativos. “Temos uma meta a ser alcançada, que é formar uma mão de obra de 400 mil pessoas. Estamos vendo que o programa está se materializando em números e os resultados alcançados são muito importantes”, observou Macedo.

A secretária Olga Simão ressaltou que os frutos são resultado de trabalho do governo e parceiros que acreditaram na iniciativa. “Os números são positivos”, avaliou.

Para o secretário do Trabalho, Antônio Heluy, o Maranhão Profissional é um programa contínuo que chega a uma etapa crucial, que é a oferta dos profissionais qualificados ao mercado de trabalho. “A Secretaria do Trabalho, por meio do Sine (Sistema Nacional de Empregos), está atuando nesse campo”, afirmou Heluy.

Coordenador do Maranhão Profissional, Fernando Lima, detalha ações do programa em balanço

Resumo de ações

Além dos números, o coordenador executivo do Maranhão Profissional, professor Fernando Lima, apresentou um resumo das ações realizadas como reuniões técnicas com todos os parceiros do programa (Senai, Senac, IFMA, Sebrae-ma, Senar e Uema), além de reuniões com empresas privadas e ONGs que realizam cursos profissionalizantes no estado. Entre as ações, citou ainda o lançamento dos cursos da Secretaria de Ciência e Tecnologia (Sectec) e a criação do grupo de trabalho para planejamento das ações de educação profissionalizante para 2012. “Nós fizemos ainda a readequação das grades de ofertas de diversos parceiros envolvidos para atender ao programa”, ressaltou Fernando Lima.

De acordo com o balanço, os cursos oferecidos até momento somam uma carga horária total de 661.648 horas/aulas divididas nos mais de 687 cursos oferecidos pelo programa. Auxiliar de cozinha, auxiliar de máquina motriz, armador de ferragens, comandos hidráulicos, eletrotécnica, pedreiro, carpinteiros, técnico em eletromecânica, técnico em mecânica, técnico em saneamento ambiental são alguns dos cursos oferecidos em diversos municípios maranhenses, entre os quais Balsas, Bacabal, Açailândia, Barreirinhas, Caxias, Coelho Neto, Bacabeira, Imperatriz e outros.

Nas próximas etapas, o Maranhão Profissional prevê entre as ações, a criação do observatório permanente da demanda do mercado de trabalho e oferta de educação profissionalizante, a criação de um selo de empresa parceira do Maranhão Profissional e ampliação da rede Univima de educação profissionalizante.

Fonte: Sedinc