Tag Archives: Governo do Estado do Maranhão

Governo e CLA podem criar curso de Engenharia Espacial

Um projeto para promover o conhecimento na área aeroespacial e integrar maranhenses nessa ciência. Assim pode ser definida a intenção de formar uma turma para o curso de especialização em engenharia espacial no estado. Uma reunião, nesta terça-feira (4), discutiu os avanços para materializar a implantação deste curso, originalmente planejado pelo Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), em parceria com o Governo do Estado e as Universidades Federal e Estadual e o Instituto Federal do Maranhão (Ifma).

Quando for implantado, o curso terá como meta promover a capacitação e a qualificação de recursos humanos para o CLA. Mas projeta ir além: quer difundir tecnologias sobre atividades aeroespaciais, diretamente relacionadas à metodologia do lançamento de foguetes.

O curso deverá ser mantido pela Agência Espacial Brasileira. Para que isso aconteça será encaminhado um ofício explicando a metodologia e o potencial de mercado existente no Maranhão, para que o projeto possa ser apresentado e aprovado. Caberá à Agência a escolha da universidade que vai coordenar a execução do projeto aqui no estado.

Neste momento, o Ifma, Universidade Federal do Maranhão (Ufma) e Uema participam das reuniões e da elaboração das diretrizes do curso. O reitor da Uema, José Augusto Oliveira, colocou a instituição à disposição para aprofundar o debate, já que atualmente, existe um programa de pós-graduação com conhecimentos afins à área aeroespacial.

Apesar de ainda não estar finalizado, o projeto já tem algumas diretrizes definidas, como o período do curso – previsto para ter duração de vinte meses – e as disciplinas a serem transmitidas. Na lista, estão incluídas, matemática, física, ferramentas computacionais e introdução à engenharia: todas voltadas para o setor de foguetes. As aulas seriam ministradas por professores vindos do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) e também da Ufma, Uema e do Ifma. Os módulos prevêem um total de onze disciplinas, com 80% da carga horária cumprida em sala de aula. Mas abre um espaço, também, para visitas técnicas tanto no Centro de Lançamento, em Alcântara, quanto no ITA, em São José dos Campos (SP).

As informações são da Secom do Estado

Uniceuma é credenciado como universidade pelo MEC

O ensino superior do Estado ganha mais uma universidade. Portaria do Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, credenciou mais uma universidade brasileira. Trata-se da Universidade Ceuma, no Maranhão que mantinha o status de Centro Universitário. A instituição, mantida pela iniciativa privada, tem uma trajetória de 22 anos no desenvolvimento da educação maranhense e havia recebido parecer favorável do Conselho Nacional de Educação (CNE/MEC).

O CNE/MEC aprovou no dia 9 de novembro de 2011, por unanimidade, o processo de credenciamento que torna o Uniceuma a primeira universidade privada do Maranhão. Na quarta-feira, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante,assinou a portaria que credenciou a instituição como a primeira e única universidade particular do Estado.

Com o novo credenciamento, o Uniceuma passa a se chamar Universidade Ceuma e poderá dar continuidade ao seu projeto pedagógico de ampliar a oferta de vagas no ensino superior, principalmente, no interior do Maranhão. “É reconhecimento da qualidade da instituição, que aumenta a nossa responsabilidade de ajudar a melhoria o ensino superior no estado. O credenciamento da instituição como Universidade vem coroar o esforço dos professores, funcionários que ao longo 22 anos construíram na formação de profissionais qualificados para servir a sociedade onde estamos inseridos”, afirmou o reitor do Uniceuma, Marcos Barros.

No atual ensino superior, 73,2% dos matriculados estão na rede privada, 15,3% nas federais e o restante nas instituições estaduais e municipais. A maior parte dos alunos está no curso de administração, mas há defasagem na engenharia em comparação a outros países. São seis engenheiros por mil habitantes no Brasil, contra 80 na Coreia do Sul e 40 nos Estados Unidos. Médicos são 1,8 por mil habitantes, abaixo dos 2,4 por mil nos Estados Unidos, 2,7 no Reino Unido, 3,6 na Alemanha, 3,7 no Uruguai. “Com o credenciamento de Universidade poderemos levar ensino superior para lugares no Estado que atualmente não tem. Além de oferecer cursos em áreas carentes de profissionais. Como já fazemos aqui em São Luís com o curso de Engenharia Civil”, afirmou o reitor Marcos Barros.

Atualmente, o Uniceuma oferece mais de 34 cursos de graduação, 33 cursos de especialização, dois programas de mestrado e dois doutorados.

A instituição comemora este ano 22 anos de fundação. Para celebrar o título de universidade, o reitor Marcos Barros está programando uma série de atividades que terá seu ponto alto no dia 9 de abril.

O último Censo da Educação Superior, realizado pelo Ministério da Educação (MEC), aponta o Uniceuma como o 61º lugar no ranking nacional de alunos presenciais matriculados. A Universidade Federal do Maranhão (Ufma) vem em seguida com 16.228 alunos matriculados na 63º posição no ranking nacional e 2º lugar na Estadual. A Universidade Estadual do Maranhão (Uema) surge no ranking na 96ª posição com 11.729.

O Uniceuma não é grande apenas em número de alunos. Com quatro campi: Renascença, Cohama, Anil e Bacabal (Unidade e ensino a Distância EaD); a instituição oferece mais de 30 cursos de graduação em bacharelado, Licenciaturas e tecnólogos; a biblioteca possui um acervo de mais de 160 mil volumes com um sistema de acesso integrado que permite aos alunos da instituição efetuarem empréstimos de livros em qualquer umas das três bibliotecas que o Uniceuma possui.

Ao longo de duas décadas, a instituição graduou 22.311 profissionais nas áreas da saúde, humanas, licenciaturas e tecnológicas. E pós-graduou 1.123 profissionais nas áreas da saúde, tecnológicas, humanas e licenciaturas.

A área de pesquisa do Uniceuma foi beneficiada por mais um Núcleo de Pesquisa em Informática, perfazendo assim seis Núcleos Temáticos, conforme orientação do CNE, tendo a instituição os seguintes Núcleos Temáticos de Pesquisa em funcionamento: Núcleo de Doenças Parasitárias e Endêmica, Núcleo de Clínica Integrada, Núcleo de Educação e Cidadania, Núcleo de Violência e Cidadania, Núcleo de Estudos de Estado, Segurança Pública e Sociedade e Núcleo de Pesquisa em Informática.

Embora tenha seus alicerces inspirados na Universidade de Coimbra (Portugal), a instituição que nasceu como uma modesta faculdade instalada em um prédio alugado no centro da cidade ao maior Centro Universitário do Brasil é a confirmação dos esforços dos seus dirigentes e professores para a implantação do primeiro centro acadêmico genuinamente maranhense.

A instituição de ensino surgiu com o nome de Centro de Ensino Unificado do Maranhão (Ceuma), constituído em março de 1989, com status de Associação Cultural e Educativa. Em 9 de abril do ano seguinte, foi ministrada a aula inaugural, no prédio onde funcionou o antigo Colégio Meng. A aula foi presidida pela senhora Ana Lúcia Chaves Fecury. Assim nasceu o primeiro empreendimento educacional de ensino superior particular do Maranhão.

Em novembro de 1991, foram constituídas as Faculdades Integradas do Ceuma (Ficeuma), resultante da unificação das Faculdades de Filosofia, Ciências e Letras, Ciências Contábeis e Economia de São Luís e de Ciências Jurídicas e Administrativas de São Luís, constituindo um sistema integrado conforme Parecer do Conselho Federal de Educação (CFE) Nº 106/91, de novembro de 1991.

Na época, a instituição oferecia os cursos de graduação em Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Direito, Letras e Pedagogia. Em setembro de 2000, foi credenciado o Centro Universitário do Maranhão (Uniceuma) por transformação das Faculdades Integradas do Ceuma, por meio de Decreto Presidencial de 27 de setembro de 2000.

Faculdade

Não é obrigada a oferecer cursos de mestrado e doutorado e, por consequência, pesquisa.

Não há necessidade de titulação mínima para o corpo docente.

Centro universitário

Para virar centro universitário a faculdade deve ser credenciada pelo MEC há pelo menos seis anos e obter nota mínima 4 na avaliação institucional.

20% dos professores devem cumprir regime de trabalho em tempo integral na instituição.

33% do corpo docente precisa ter título de mestre ou doutor.

A instituição deve ter no mínimo oito cursos de graduação reconhecidos e com nota satisfatória na avaliação do MEC.

É obrigatório apresentar programas de extensão nos cursos ofertados.

A instituição deve oferecer programas de iniciação científica orientados por mestres ou doutores e política de capacitação de professores.

Universidade

Além dos requisitos dos centros universitários, deve apresentar 33% dos professores com regime de trabalho em tempo integral.

Precisa ter pelo menos dois doutorados e quatro mestrados (para as novas universidades). As que já existem e vão se recredenciar devem ter um doutorado e três mestrados até 2013 e dois doutorados e quatro mestrados até 2016.

As infomrações são da Assessoria de Comunicação do Ceuma.

Governo assina convênio para asfaltar ruas em São José de Ribamar

Secretários Luís Fernando Silva assina o convênio, ao lado de Marx Barros e prefeito Gil Cutrim

O secretário chefe da Casa Civil, Luís Fernando Silva, representou a governadora Roseana Sarney no ato de assinatura de dois convênios do Governo do Maranhão com a prefeitura de São José de Ribamar para asfaltamento e drenagem de aproximadamente 25 km em nove bairros do município. Um investimento total de R$ 5.753.510.52.

Também participaram da solenidade, no Palácio dos Leões, o secretário de Infraestrutura, Max Barros; o prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim; o diretor do Departamento de Infraestrutura e Transporte do Maranhão (Deint-MA), José do Vale; o presidente da Câmara de São José de Ribamar, Beto das Vilas, além de vereadores ribamarenses.

Para Luís Fernando a assinatura do convênio reflete o cumprimento sinalizado pela governadora Roseana Sarney, quando determinou a realização dos Seminários Regionais, onde os prefeitos expuseram as principais dificuldades municipais.

“São essas demandas que a governadora Roseana está atendendo, através dos convênios. Esta é a rotina do governo que acredita na capacidade dos prefeitos gerirem as obras dos municípios e o Estado apoiando àqueles que comprovam a boa vontade de servir a população”, completou o secretário Luís Fernando Silva.

Segundo o secretário Max Barros, um dos maiores problemas apontados pelos prefeitos é a urbanização da Ilha Metropolitana de São Luís. Neste aspecto este convênio vem atender a necessidade de trafegabilidade nos bairros de São José de Ribamar. “A prefeitura apresentou projetos coerentes de acordo com o que foi determinado nos Seminários Regionais, está adimplente e quem ganha são os ribamarenses”.

Os bairros de São José de Ribamar que receberam os aproximadamente 25 quilômetros de asfaltamento e drenagem são: Villagio do Cohatrac, Alvorada, Itaguará, Vila Afonso, Vila Cafeteira, Vila Santa Terezinha, Recanto da Paz, Vila Flamengo e Panaquatira.

O próximo procedimento após a assinatura do convênio, conforme o prefeito Gil Cutrim, será a licitação das obras e colocar ás máquinas para trabalhar o mais rápido possível. “Não podemos deixar de conhecer o compromisso do Governo com o município de São José de Ribamar. Estes dois convênios serão os primeiros de muitos que virão, pois temos muitos bairros que ainda serão contemplados”, disse.

Fonte: Secom

Governo assina convênio para construção do Distrito Industrial de São José de Ribamar

Maurício Macedo, Luís Fernando Silva e Gil Cutrim no momento da assinatura do convênio

Recursos da ordem de R$ 5 milhões serão aplicados na implantação do Distrito Industrial do município de São José de Ribamar. Os investimentos foram confirmados pelo Governo do Estado durante a assinatura de convênio, pelo chefe da Casa Civil, Luís Fernando Silva; secretário de Indústria e Comércio, Maurício Macedo; e prefeito de Ribamar, Gil Cutrim. O ato foi assinado no Palácio dos Leões.

O chefe da Casa Civil, Luís Fernando Silva, revelou que o município já possui alguns empreendimentos implantados nos segmentos de móveis, laticínios, água mineral e embalagens plásticas, mas que vai ampliar a atração de investimentos. “A expectativa é de que a primeira etapa do Distrito Industrial entre em funcionamento até o final de 2012, abrindo novos horizontes para Ribamar, cidade que tem registrado um grande crescimento econômico e social”, destacou. Também presente ao ato o secretário de Assuntos Estratégicos, Alberto Franco.

Maurício Macedo explicou que os recursos serão aplicados nas obras de infraestrutura da área, incluindo pavimentação, eletrificação e sistema de abastecimento de água. “Essa é uma iniciativa que visa a melhoria da renda dos municípios maranhenses”, declarou. Ele disse que o Governo do Estado já vem trabalhando com essa perspectiva como fez ao construir o Distrito Industrial de Imperatriz e de Grajaú. “Os próximos a serem licitados são os de Balsas e Aldeias Altas”, anunciou.

De acordo com o Plano Diretor do município, o Distrito Industrial de São José de Ribamar será direcionado para indústrias limpas e de pequeno e médio porte, como também para centros de distribuição de grandes redes de supermercados e atacadistas, com foco no mercado da Região Metropolitana e também do interior.

Luís Fernando Silva e Gil Cutrim celebram convênio, observados por Maurício Macedo e comitiva

O prefeito Gil Cutrim afirmou que o Distrito Industrial de Ribamar contribuirá com o processo de desenvolvimento do município. “Será fundamental para a melhoria da renda e da qualidade de vida da população”, ressaltou. Ele acrescentou que a cidade cresce a cada dia, está avançando na melhoria de áreas essenciais como saúde, educação e agora vai melhorar a perspectiva de trabalho e renda.

O Distrito Industrial de São José de Ribamar será implantado em uma área localizada na região da sede do município, ocupando 200 hectares, como ficou determinado no Plano Diretor Municipal, elaborado em 2006.

Fonte: Secom

Plano Brasil sem miséria é apresentado ao Governo do Estado

– Fernanda Corezola do MDA apresentou detalhes do plano do governo federal

Ações prioritárias do Plano Brasil sem Miséria para o Maranhão foram apresentadas, na quarta-feira (30), ao Governo do Estado. Em reunião dirigida pelo vice-governador Washington Luiz Oliveira, a representante do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Fernanda Corezola, detalhou a equipe de governo, estratégias para promover a inclusão social e produtiva das famílias maranhenses que serão beneficiadas pelo programa.

Participaram da reunião os secretários de Estado Francisco Gomes (Desenvolvimento Social) e Conceição Andrade (Desenvolvimento Agrário); os secretários-adjuntos da Secretaria de Planejamento Orçamento e Gestão (Seplan), Antonio José Chatack e Márcio Bastos Medeiros; o delegado Regional do MDA no Maranhão, Ney Jeferson Teixeira; além de técnicos da Sedagro e MDA no estado.

Fernanda Corezola destacou que o Governo Federal, por intermédio do MDA, objetiva fortalecer e aprofundar a pactuação com os estados brasileiros, prefeituras e colegiados para o desenvolvimento do Plano Brasil sem Miséria.  Ela informou que o público do Plano são 16,2 milhões de pessoas em todo o país, que estão na linha de extrema pobreza, com renda familiar per capita de até R$ 70 reais.

A representante do MDA explicou, ainda, que em uma primeira etapa do Plano no Maranhão serão contempladas com inclusão produtiva rural as regiões do Baixo Parnaíba, com 11 municípios e 2.080 famílias; e Cocais, com 12 municípios e 1.840 famílias beneficiárias.

Após a apresentação, o vice-governador Washington Luiz frisou que o Governo do Maranhão está construindo políticas públicas para o enfretamento e combate à pobreza, em sintonia com o Governo Federal. Ele citou o Programa de Sustentabilidade e Inovações para o Maranhão (SIM), que será implementado pelo Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (Sedagro), por meio do Núcleo Estadual de Programas Especiais do Maranhão (NEPE), elevando a renda de 30 mil famílias maranhenses que vivem da agricultura familiar.

Fonte: Vice-governadoria

Aberta oficina de políticas públicas de povos de terreiros

Vice-Governador e demais autoridades na abertura da Oficina de políticas públicas de povos de terreiros

Um show de ritmo de percussão abriu, na segunda-feira (28), no Teatro João do Vale (TJV), na Praia Grande, a I Oficina Nacional de Elaboração de Políticas Públicas para Povos de Terreiros. O evento é uma promoção do Ministério da Cultura, por meio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), Fundação Palmares e Comissão Nacional de Povos de Terreiros, em parceria com o Governo do Estado, por intermédios das Secretarias de Estado da Cultura, Especial de Igualdade Racial e apoio da Secretaria Nacional da Juventude de Povos de Terreiros e Fundação Municipal de Cultura de São Luís.

A roda que substituiu a mesa de autoridades foi formada pelo vice-governador do Maranhão, Washington Luís, representando a governadora Roseana Sarney; o secretário de Estado de Cultura, Luis Henrique Bulcão; a secretária geral da Cidadania do Ministério da Cultura, Márcia Rollemberg; a superintendente regional do IPHAN/MA, Kátia Bogéa; secretária de Estado de Igualdade Racial, Claudett Ribeiro; e representantes dos Povos de Terreiros e de grupos e etnias religiosas da África (Nigéria e Benin). A solenidade foi apresentada e dirigida por Jô Brandão, do Ministério da Cultura, coordenadora do evento.

Durante a solenidade de abertura do evento o vice-governador Washington Luis saudou os povos de terreiros, dando boas vindas aos participantes, ressaltando a importância do encontro para a cultura afro religiosa no Brasil e, em especial, no Maranhão. “É um momento importante para a valorização dos povos de terreiros. O governo do Maranhão e o governo federal, por meio do Ministério da Cultura, reconhecem o significado desse evento, no ano dos Povos Afrodescentes, declarado pelo governo federal. Podemos construir juntos políticas públicas que visem à proteção de comunidades de terreiros, ricas em simbologias, culinária e religião” afirmou. Ele destacou, ainda, o trabalho incansável da Secretaria de Igualdade Racial no combate ao preconceito e pela igualdade de culturas.

O secretário de Estado de Cultura, Luis Bulcão, fez uma saudação aos presentes com o hino da cultura popular do Maranhão, o “Urrou”, de Coxinho. Para Bulcão esse encontro tem um significado de reconhecimento, respeito e de “não” ao preconceito às diversas formas de manifestação da religiosidade. O Deus é um só, a forma de nos dirigirmos a ele é o que vale. Os povos de terreiros merecem o reconhecimento não só por ser povo brasileiro, mas por ser cidadão e pelo que eles representam para nossa cultura que vem de nossos ancestrais.

A secretária geral da Cidadania do Ministério da Cultura, Márcia Rollemberg, muito emocionada saudou os presentes e pediu licença aos santos através dos Pais, Mães, Filhos e Filhas de santo para dizer que se sentia honrada em estar vivendo esse momento de importância para a cultura brasileira. “Somos o país de maior matriz africana no mundo. Temos uma missão difícil, mas possível, de levar a bandeira da valorização, no encontro do Brasil com o Brasil”, disse.

O encontro acontecerá, até quarta-feira (30), com uma programação que inclui mesas de debates, conversas, discussões, conferências, grupos de trabalho, mostra de filmes, apresentação de grupos de cultura afro-brasileira, tendo por local de reunião auditórios de órgãos da Secretaria de Estado de Cultura, sede do Iphan/MA e praças públicas do Centro Histórico.

Fonte: Secma

Ponto facultativo para os servidores estaduais na segunda

Em comunicado à imprensa, o governo do Estado informa que o ponto será facultativo nas secretarias e órgãos da administração estadual nesta segunda-feira (14), véspera da data em que se comemora a Proclamação da República (15 de novembro).

A medida não contempla os órgãos que prestam serviços essenciais à população, a exemplo dos plantões nas áreas de saúde e polícia.

As informações são da Secom

Governo firma convênios para construção e reforma de escolas em sete municípios

Luis Fernando Silva destaca importância da ação a secretários, prefeitos e deputados

Convênios firmados pelo Governo do Estado garantirão a construção, reforma e ampliação de escolas no interior. O investimento, da ordem de R$ 2,6 milhões, é resultado da aprovação de emendas parlamentares para atender as demandas da educação. Os convênios foram assinados, nesta terça-feira (8), no Palácio dos Leões, pelos secretários chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva; de Educação, João Bernardo Bringel; de Articulação Política, Hildo Rocha; prefeitos e deputados estaduais.

“A iniciativa é resultado das demandas apresentadas pelos prefeitos durante os Seminários Regionais de Lideranças”, revelou Luis Fernando Silva. Ele declarou que para serem beneficiados os municípios devem cumprir alguns pré-requisitos, dentre os quais estarem adimplentes com as contas municipais. “Esses são apenas os primeiros convênios, outros serão formalizados nas mais diversas áreas, como infraesturura e agricultura”, garantiu Luis Fernando Silva.

Os municípios beneficiados são Anapurus, Araguanã, Carutapera, Imperatriz, Maranhãozinho, São José de Ribamar e Mata Roma – este último vai receber duas novas escolas e a reforma de uma creche. “Será um grande impulso para nossa educação, essa parceria vai proporcionar o atendimento da demanda existente na sede e também na zona rural”, revelou a prefeita de Mata Roma, Carmem Neto.

Na oportunidade, o secretário de Educação, João Bernardo Bringel, anunciou apoio financeiro a 69 municípios, recursos que serão utilizados no transporte escolar. “Aqui, estão apenas cinco dos municípios que vão ser atendidos, mas os recursos já estão garantidos para os demais”, afirmou. Com o apoio estadual, Carutapera, São José de Ribamar, Maranhãozinho, Mata Roma e Anapurus vão ter recursos para garantir o transporte de 1.035 alunos da zona rural. Também presentes os deputados estaduais Tatá Milhomem, Jota Pinto, Marcos Caldas, Hemetério Weba e Rogério Cafeteira.

Fonte: Secom

Governo e Sindicato firmam acordo na proposta salarial dos professores

Secretário João Bernardo Bringel e dirigentes sindicais em reunião que definiu acordo entre Governo e Sindicato

O Governo do Estado e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estaduais e Municipais do Estado do Maranhão (Sinproesemma) chegaram a um acordo quanto à proposta salarial da categoria durante reunião, nesta quinta-feira (27), da mesa permanente de negociação. Durante o encontro, o Governo apresentou ao Sindicato a minuta da emenda ao projeto de Lei nº 248, encaminhado à Assembléia Legislativa (AL).

A emenda, que trata da recomposição salarial da categoria, aplicação do piso nacional e retorno das alíneas correspondentes às referências do Grupo Magistério será assinada, nesta sexta-feira (28), pelo governador em exercício, Washington Luiz Oliveira, e enviada à AL.

De acordo com o texto da emenda apresentada pelo secretário de Estado de Educação, João Bernardo Bringel, à diretoria do Sinproesemma, o artigo 7º, do Projeto de Lei, que trata dos percentuais da Gratificação de Atividade do Magistério (GAM), passa a vigorar com a seguinte redação: “75% de GAM aos professores de nível médio e 104% aos professores e especialistas portadores de nível superior e professores das classes I e II que trabalham com alunos com necessidades educacionais especiais.

O documento também altera o artigo 13 do PL, que trata da aplicação do piso salarial da categoria e assegura o pagamento dos profissionais quando a remuneração estiver abaixo do valor do piso. “O vencimento do Grupo Magistério da Educação Básica será reajustado, quando a remuneração do cargo efetivo estiver abaixo do valor do piso salarial profissional nacional do Magistério”, diz o texto.

Além do texto da emenda ao PL foi entregue ao Sindicato a tabela de vencimentos da categoria com o reajuste anunciado pelo Governo de 20%. Sendo 12% aplicados em outubro e o restante escalonado nos meses de março e setembro de 2012.

“O piso é uma conquista histórica que está sendo aplicada pelos gestores públicos, isso é um avanço. Superamos uma fase e vamos para outra, que é a aprovação do Estatuto, que vai definir a carreira da categoria”, comentou o presidente do Sindicato, Júlio Pinheiro.

A emenda do Governo é referente ao Projeto de Lei encaminhado pela mensagem nº068/2011 à Assembléia Legislativa, no dia 30 de setembro, que trata do reajuste salarial da categoria do Grupo Magistério da Educação Básica do Estado do Maranhão e Aplicação do Piso Salarial Nacional.

Estatuto

Durante a reunião entre Governo e Sindicato, também, foi discutido a questão do Estatuto do Educador. O secretário João Bernardo Bringel recomendou à comissão paritária, formada por representantes do Sinproesemma, Secretaria de Planejamento (Seplan) e Seduc, a realização, no  dia 24 de novembro, de uma audiência pública, convocada pelo Fórum Estadual de Educação, para discutir com a sociedade em geral o texto no novo Estatuto do Educador. Deverão participar da audiência Ministério Público, entidades de classe, sociedade civil organizada e demais movimentos.

Além disso, ficou acordado que será formada uma força tarefa para discutir e organizar o mais breve possível o texto do Estatuto para ser encaminhado à AL e aprovado ainda este ano. Uma nova reunião para discutir assuntos referentes ao Estatuto será realizada na próxima semana.

Fonte: Seduc

Governo do Estado lança Plano Maior 2020 na Feira das Américas

O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Turismo (Setur), lançará na próxima quarta-feira (19), na Feira das Américas – ABAV 2011, no Rio de Janeiro, o Plano Estratégico de Turismo do Maranhão – Plano Maior 2020. O evento, que se estende até a sexta-feira  (21), será realizado no Rio Exhibition & Convention Center.

O Plano Maior 2020 prevê ações que organizam o setor de turismo do estado para os próximos 10 anos, com investimentos na ordem de R$ 50 milhões em programas de desenvolvimento, infraestrutura, urbanização, saneamento e promoção.

De acordo com o secretário de Estado do Turismo, Jura Filho, a expectativa é que a atividade turística, essencial para a economia do estado, possa crescer cerca de 10% ao ano até 2020, recolocando assim o Maranhão na vitrine do turismo nacional e do mundo.

“Além do crescimento econômico também trabalhamos o aumento no número de turistas, de 1,97 milhão hoje para 2,6 milhões até 2014. Nosso desafio é recuperar o imenso potencial turístico do estado”, observou Jura Filho.

Plano Maior 2020

O Plano Maior 2020 foi desenvolvido pela Chias Marketing, empresa que realizou a primeira versão e que norteou as ações do turismo maranhense entre 1999 e 2003.

Para esta nova versão, foram cerca de 10 meses de trabalho. A empresa realizou pesquisa em 64 municípios do estado com 250 entrevistas e a captação de mais de 6 mil imagens.

O Plano foi estruturado classificando os pólos turísticos, por ordem de importância, em indutores (São Luís, Lençóis e Chapada das Mesas), estratégicos e de desenvolvimento. Turismo de aventura, cultura, ecoturismo, entretenimento, praias, de negócios, histórico e náutico, foram os segmentos de produtos considerados na classificação.

O Plano também mapeia os mercados emissores com maior potencial para o Maranhão, no Brasil e no mundo, além de definir a estratégia de comunicação entre turistas e o trade turístico.

Estandes

Para a Feira das Américas – ABAV 2011, a Setur preparou espaços institucional e de comercialização. Estandes temáticos mostrarão as potencialidades turísticas do Maranhão, com suas riquezas naturais, arquitetônico e cultural.

O estande institucional vai reproduzir as belezas do Maranhão por meio de fotos dos pólos São Luís, Lençóis e Chapada das Mesas, além de amplo e inédito material promocional, como guia de serviços e informe executivo (Brookside) que será distribuído para o trade e jornalistas.

Outra novidade é que o visitante que passar pelo estande leva para casa uma foto sua em um dos cenários do Maranhão, além de um brinde surpresa. As delícias da cozinha regional, entre elas o doce de espécie, amêndoas, biscoito Zé Pereira e o guaraná Jesus também serão destaques.

No estande de comercialização, haverá sala de treinamentos totalmente equipada. No espaço, a Setur, em parceria com a ABAV e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), promoverá cursos e treinamentos para agentes e operadores.

“Estamos prontos e buscando profissionalizar muito mais a participação do nosso estado nas feiras nacionais e internacionais, o que em médio prazo deve gerar importantes negócios para o incremento do turismo e geração de emprego e renda para a população”, concluiu Jura Filho.

Feira das Américas

A Feira das Américas – ABAV, realizada anualmente, apresenta os produtos, serviços e destinos de vários expositores de todas as partes do mundo, para um público altamente qualificado, em busca de networking e negócios.

A Feira das Américas e o Congresso Brasileiro das Agências de Viagens- ABAV são considerados as maiores vitrines do continente americano. Sob o tema “Brasil Bem Sucedido: Oportunidades e Novas Atitudes para o Turismo”, o evento conta com palestras e discussões, preparando os profissionais para o futuro da indústria.

Fonte:  Setur

Secretário Marco Toccolini prestigia festa dos 100 anos de Taiwan

Secretário Marco Antonio Toccolini com o embaixador Jorge Shyu

O representante do Governo do Maranhão em Brasília, secretário Marco Antonio Toccolini, participou das comemorações dos 100 anos da fundação da República da China (Taiwan), em Brasília. Na ocasião, o embaixador Jorge Shyu também recebeu diversas autoridades entre deputados, embaixadores, militares, representantes do Itamaraty e da comunidade acadêmica de cursos de relações exteriores.

No encontro, realizado na terça-feira (4), Toccolini informou que o representante de Taiwan fará uma visita oficial a São Luís. “Vamos tratar de temas que interessam a Taiwan e ao Maranhão, pois temos certeza que uma parceria comercial entre os dois trará bons frutos”, declarou o representante do Governo do Maranhão em Brasília.

O embaixador de Taiwan declarou emocionado o quanto o povo de seu país lutou pela independência para ser o que é hoje, um país livre e com uma renda per capita que ocupa a 7ª posição no mundo. Ele afirmou ainda que o povo de Taiwan tem um carinho especial pelo Brasil.

O embaixador Shyu manifestou o interesse de seu Governo em visitar os estados brasileiros a fim de levar propostas de investimentos em vários setores produtivos, especialmente na implantação de parques industriais do setor de eletrônicos.

Fonte: Secom

Vice-governador cumpre agenda no interior do estado

Vice-governador, Washington Luiz Oliveira, secretário Francisco Gomes, prefeito de Cajari, Joel Dourado, e o presidente da câmara Raimundo Neto

O vice-governador, Washington Luiz Oliveira, esteve, no último final de semana, nos municípios de Cajari, Viana, Pedro do Rosário e Santa Luzia. Ele cumpriu agenda de compromissos e conversou com gestores municipais sobre as principais demandas dos municípios, bem como as ações que o Governo do Estado vem desenvolvendo no interior do Maranhão.

No município de Pedro do Rosário, o vice-governador, acompanhado do secretário de Estado do Desenvolvimento Social, Francisco Gomes, reuniu-se com o prefeito José Arnold Silva Borges, e a vice-presidente da câmara municipal, vereadora Teresinha Lobato. No encontro, eles discutiram a parceria com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para a entrega de títulos de terras na região, que possui 147 povoados.

Washington Luiz destacou a importância da parceria com o Incra para trazer ao município as ações do Programa Terra Legal, do Governo Federal. Ele sugeriu ainda a criação de comitê local para defesa e preservação dos rios Turi e Pericumã, que cortam a região.

O prefeito Arnold Borges ressaltou que, atualmente, existem 35 assentamentos no município de Pedro do Rosário e que uma das áreas está entre as maiores do país. O gestor falou ainda que a titularização de terras será um grande avanço para o município que conseguiu melhorar seus indicadores sociais nos últimos anos. “Sua visita é muito importante para o nosso município, e certamente trará grandes benefícios para saúde, educação e desenvolvimento social da nossa gente”, disse ao vice-governador.

Cajari

Em Cajari, o vice-governador, Washington Luiz, reuniu-se com o prefeito Joel Dourado e vereadores do município. No encontro, Washington anunciou que o Maranhão está vivendo um momento de grandes investimentos e que governo, por intermédio da Secretaria de Infraestrutura (Sinfra), está investindo na recuperação das estradas maranhenses.

“Cajari tem grande potencial turístico e está se desenvolvendo, é por isso que estamos discutindo a parceria entre o governo do Estado, governo Federal e prefeitura para melhoria da estrada que liga o município à Viana,” comentou.

No município, Washington Luiz visitou as obras de construção do hospital de atendimento à saúde básica, realizada pelo governo do Estado.

“Essa obra é um desejo da nossa população e uma grande realização do governo para nossa cidade e a parceria entre o governo do Estado e o município chega no momento certo”, ressaltou Joel Dourado.

O vice-governador também participou do 15º Festival do Peixe de Cajari, que reuniu, em dois dias, cerca de 30 mil pessoas.

Viana e Santa Luzia

Ao reunir-se com gestores e lideranças regionais dos municípios de Viana e Santa Luzia, o vice-governador Washington Luiz destacou que o Maranhão está em processo acelerado de desenvolvimento com grandes empreendimentos que estão chegando ao estado e para isso é necessário o fortalecimento dos municípios.

“O governo está trabalhando para em prol de um Maranhão desenvolvido, com distribuição de renda, respeito ao meio ambiente, qualificação profissional dos nossos jovens e combate à pobreza extrema, em sintonia com o governo federal,” pontuou.

Fonte: Vice-governadoria

Seminário em São Luís divulga quarta edição do Prêmio ODM Brasil

A Fundação São Luís Convenções e Eventos – São Luís Convention & Visitors Bureau (SLCVB) está apoiando mais um grande evento na cidade. Trata-se do seminário para divulgar a quarta edição do Prêmio ODM Brasil, promovido pelo Governo Federal, por meio da Secretaria Geral da Presidência da República, e Governo do Estado do Maranhão, através da Vice-Governadoria e o Núcleo Maranhense de Disseminação dos ODM.

O Seminário Estadual de Lançamento da 4ª Edição do Prêmio ODM Brasil vai ocorrer, em São Luís, dia 25 de agosto, das 14h às 18h, no Auditório do Palácio Henrique de La Rocque (Calhau).

O objetivo é sensibilizar prefeituras, empresas e organizações sociais para implementar ações que contribuam para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), firmados pelo Brasil nas Nações Unidas em 2000. Entre as Metas do Milênio estão o combate à pobreza, o oferecimento de educação, a igualdade entre sexos e a valorização da mulher e a redução da mortalidade infantil.

O Prêmio ODM Brasil é uma iniciativa inédita no mundo e foi criado pelo governo federal para incentivar e disseminar as melhores práticas que visam a atingir os objetivos do milênio.

Por: William Santos

Governo e Prefeitura de Ribamar entregam asfaltamento em ruas do Araçagi

Secretário Luís Fernando Silva e prefeito Gil Cutrim inauguram pavimentação de rua no Araçagi

O secretário de Estado chefe da Casa Civil, Luís Fernando Silva, ao lado do prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim, participou, no início da tarde deste sábado (13), da entrega à população ribamarense do asfaltamento de 11 ruas do bairro do Araçagi. A inauguração, mesmo com o forte calor, contou com a presença de vereadores, comerciantes e lideranças comunitárias.

Luís Fernando Silva – que já foi prefeito de São José de Ribamar – destacou que a obra é fruto de um convênio de cerca de R$ 1 milhão firmado entre o Governo do Maranhão e a Prefeitura de São José de Ribamar. O serviço vai beneficiar milhares de moradores, além de promover o desenvolvimento na área.

“A governadora Roseana Sarney atendeu a este apelo do município e dos moradores do Araçagi, um dos bairros que mais crescem na Ilha de São Luís. Araçagi é uma área de lazer para a população e merece obras de infraestrutura como esta para dar mais qualidade de vida aos moradores”, enfatizou o secretário Luís Fernando.

O prefeito Gil Cutrim ressaltou o compromisso de sua gestão na entrega de sete quilômetros de asfalto, atendendo a mais uma demanda dos moradores do Araçagi. “Mais uma benefício que entregamos, melhorando a trafegabilidade em 11 ruas, uma mostra que fazemos uma administração descentralizada que atende as demandas que o povo nos traz”, acrescentou.

Luís Fernando Silva, Gil Cutrim, acompanhados de outras autoridades, caminham por rua asfaltada no Aracagi

Para a presidente da Associação dos Amigos e Donos de Bares da Praia do Araçagi, Faraíldes Seba, o asfaltamento nas principais ruas do bairro trará mais turistas, além de fomentar o comércio na área proporcionando mais renda aos ribamarenses.

“Os moradores e comerciantes da praia do Araçagi estão comemorando a entrega desta obra”, disse Faraíldes Seba.

Fonte: Secom

São João do Maranhão ganha página especial na internet

Promovido pelo Governo do Estado e realizado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secma), o “São João do Maranhão, Bumba meu Coração” ganhou uma página inteiramente voltada à divulgação da cultura popular do Estado. A página na internet (www.ma.gov.br/saojoaodomaranhao) contém a programação completa dos arraiais, vídeos das festanças juninas, acesso às redes sociais do Governo, além da programação em tempo real da Rádio Timbira (1290 AM).

Novidade

Neste ano, o internauta poderá ouvir músicas que embalam o São João do Maranhão, além de enviar seu depoimento e fotos sobre a festa mais popular do Estado. Basta enviar um email para noticiasdomaranhao@secom.ma.gov.br e acompanhar a atualização da página que será diária.

Acesse www.ma.gov.br/saojoaodomaranhao e participe da maior festa popular do Estado.

Do: ma.gov.com

Festança no Arraial da Lagoa começa nesta sexta-feira (17)

Arraial da lagoa abrigará 14 barracas, incluindo 10 restaurantes

Com uma superestrutura, programação diversificada e animação de sobra, será aberto nesta sexta-feira (17), às 19h, o São João dos Bois da Liga, no Arraial da Lagoa da Jansen, com apoio do Governo do Estado. Até o dia 29 de junho, 32 agremiações folclóricas e cantores maranhenses, sendo 25 grupos de bumba-meu-boi, subirão ao palco do espaço, que este ano reúne 14 barracas, incluindo 10 restaurantes.

O projeto São João dos Bois da Liga foi criado com a missão de manter viva e vibrante a brincadeira do bumba-meu-boi, considerada a maior expressão folclórica do Maranhão. A programação da primeira noite do Arraial da Lagoa, que é realizado pela Liga Independente dos Grupos de Bumba-Meu-Boi do Maranhão e conta com o apoio do Governo do Estado, é uma pequena mostra da festança que tomará conta de um dos pontos turísticos mais movimentados de São Luís.

Grupo Piaçaba, Bois de Axixá e de Leonardo terão a missão de animar os primeiros visitantes do São João dos Bois da Liga. Também haverá shows de Papete e Betto Pereira e para encerrar o boi da Floresta, o batalhão da Maioba e o colorido e a animação do boi de Nina Rodrigues. Serão em média sete apresentações por noite.

A organização do Arraial da Lagoa, que em 2011 completa cinco anos, já está em contagem regressiva para o início do festejo. Para tanto, estão sendo ultimados os preparativos para a montagem das barracas e dos serviços que vão proporcionar à festa segurança e comodidade. Já foram contatados a Secretaria de Estado da Saúde, a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros, agentes de trânsito, além das equipes de segurança, de limpeza e apoio contratados pela Liga para dar suporte aos visitantes do arraial.

A beleza da decoração, que está sendo finalizada, é uma atração a parte. Os motivos juninos e o colorido mais uma vez saltarão aos olhos dos freqüentadores do arraial. A qualidade dos serviços oferecidos no local é outra exigência da Liga Independente, conforme o presidente e amo do Boi de Morros, José Carlos Lobato. Testados e aprovados nos anos anteriores, os restaurantes e outros estabelecimentos comerciais que estão sendo instalados na área do arraial renovaram a parceria com a Liga.

As pessoas que forem assistir às apresentações dos grupos de bumba-meu-boi também terão à disposição a barraca do Voluntariado de Obras Sociais (VOS), onde todos os produtos comercializados serão revertidos para instituições de caridade.

PROGRAMAÇÃO DE ABERTURA

19h – Grupo Piaçaba

20h – Boi de Axixá (orquestra)

21h – Boi de Leonardo (zabumba)

22h – Show de Papete e Betto Pereira

23h – Boi da Floresta

24h – Boi da Maioba (matraca)

01h – Boi de Nina Rodrigues