Lula não descarta nova candidatura à Presidência do Brasil

O presidente fez uma ressalva: “Vamos trabalhar para a Dilma fazer um bom governo”

O presidente fez uma ressalva: “Vamos trabalhar para a Dilma fazer um bom governo”

A menos de 15 dias de deixar a Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que poderá ser candidato novamente ao Palácio do Planalto.

Em entrevista ao programa “É Notícia”, da RedeTV!, Lula respondeu se voltaria a disputar a Presidência um dia: “Não posso dizer que não porque sou vivo. Sou presidente de honra de um partido, sou um político nato, construí uma relação política extraordinária”. Fez uma ressalva: “Vamos trabalhar para a Dilma fazer um bom governo e, quando chegar a hora certa, a gente vê o que vai acontecer”.

Na entrevista, que foi ao ar na madrugada de hoje, Lula ainda fez reparos à política de Barack Obama, lembrou momentos ruins do governo, como as saídas de José Dirceu e Antonio Palocci, e defendeu a política econômica.

VOLTA AO PLANALTO

“A gente nunca pode dizer não. Eu fico até com medo, amanhã alguém vai assistir à tua entrevista, e dizer que Lula diz que pode ser candidato. Eu não posso dizer que não porque eu sou vivo, sou presidente de honra de um partido, sou um político nato, construí uma relação política extraordinária”.

“O Brasil tem uma gama de líderes extraordinários. Tem a Dilma [Rousseff] que pode ser reeleita tranquilamente. Você tem [os governadores] Eduardo Campos, Jaques Wagner, Sérgio Cabral. Tem a oposição do Aécio [Neves, senador do PSDB de Minas]. Tem o [ex-governador José] Serra (PSDB-SP), que diz que ainda vai fazer oposição. O que não falta é candidato. É muito difícil dar qualquer palpite agora”. “Vamos trabalhar para a Dilma fazer um bom governo e quando chegar a hora a gente vê o que vai acontecer”.

CRISE DO SENADO

Disse que a crise do Senado, em 2009, foi tentativa de golpe da oposição e que apoiou José Sarney para manter “a institucionalidade”. “O que estava acontecendo ali era uma tentativa de golpe no Senado para que o vice, tucano [Marconi Perillo, de Goiás], assumisse. É lógico, só um ingênuo é que não percebe as coisas”.

DIRCEU E PALOCCI

“Na Casa Civil, teve uma dubiedade entre o animal político que o Zé Dirceu era e a necessidade de ser o gerente do governo. Na minha opinião, era peso demais para uma pessoa tocar”. “Devemos muito ao Palocci. Era preciso ser como o Palocci foi naquele primeiro momento. Fiquei nervoso com o Palocci quando, em 2005, a economia caiu muito. (…) Ele reconheceu que houve exagero no endurecimento”.

MANTEGA E MEIRELLES

Lula disse ser “grato” ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, e ao presidente do Banco Central, Henrique Meirelles: “Pode ter críticas de que houve erro aqui, demora ali, mas, quando você vai fazer uma síntese, percebe que a fotografia é mais positiva do que negativa”.

MENSALÃO

Voltou a dizer que, quando deixar a Presidência, vai “estudar um pouco o que aconteceu no período”. [“Não acredito que houve compra de apoio de parlamentares]”. Diz que foi “lambança eleitoral” e que petistas deveriam ter assumido isso. “Agora, passados cinco anos, de cabeça fria, vou reler a imprensa. Vou ver o que aconteceu em cada jornal, em cada revista, para que a gente possa remontar [fazer] um juízo de valor do que aconteceu”.

PAPEL DE MARISA

O presidente contou que a primeira-dama, Marisa Letícia, “dá palpite” sobre governo. “A Marisa fala das coisas que sente e normalmente tem razão, porque ela fala coisa que o povo pensa”.

“Vou dar um exemplo de coisas importante em que a Marisa me ajudou. [Na campanha de 2006] Marisa era a maior incentivadora que eu tinha que ir para os debates, que eu deveria triturar meus adversários. Eu achava que eu não deveria ir, mas ela estava certa.”

OBAMA

Lula disse ser “fã” do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. “Ele só tinha que ter a ousadia que o povo americano teve votando nele. Recebeu uma herança maldita do governo Bush. O país quebrou. Como não tomou as atitudes nas horas certas, vem para as costas dele. Eu dizia para ele: ‘Presidente Obama, se você não fizer as coisas na hora correta, daqui um ano essa crise está nas tuas costas’. Porque a crise era do Bush”.

VIDA DE PRESIDENTE

“O mais doloroso é a vida de um presidente. A vida de um presidente é muito solitária”. “Tem o dedo de Deus nessa coisa [ter sido eleito presidente]”. “O preconceito raivoso de setores conservadores da sociedade brasileira me fez mais forte, pois eu tinha que provar todo santo dia que eu tinha que ser mais capaz do que eles”.

PÓS-PRESIDÊNCIA

“Vou descansar. Tirar umas férias que não tiro há 30 anos. Uns dois meses num lugar onde eu não tenha que fazer nada, discutir política, fazer absolutamente nada”. “Normal eu nunca mais vou ser, mas um brasileiro o mais próximo da normalidade possível. Vou conseguir”. “Vai ser bom para o Brasil, vai ser bom para a Dilma, vai ser bom para todo mundo se eu ensinar como um ex-presidente tem que se portar”.

“Quero tirar tudo da Presidência de dentro de mim. Preciso voltar a ser o Lula. Voltar a ser um cidadão mais próximo da normalidade possível. Se deixo a Presidência dia 1º e dia 2 começo a dar palpite na política, eu vou estar tendo ingerência em coisa que eu não devo”.

Do: meionorte.com

Entretenimento

Atriz posou para fotos ao lado do filho e do marido, Carlos Eduardo Baptista.

Juliana Paes deixou neste sábado (18) a maternidade Perinatal, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, onde deu à luz na quinta-feira (16) seu primeiro filho, Pedro, do relacionamento com Carlos Eduardo Baptista. “Começo a falar e choro. Não tem explicação, é muito bom”, contou ela, emocionada. “O danadinho estava enrolado e acabou vindo antes. É tudo muito maravilhoso, estou doida para chegar logo em casa”, completou.

Mamãe “experiente”

Juliana disse que pretende encarar a maternidade com serenidade. “Estou tranquila, já tive experiência com os meus sobrinhos. Essa coisa de limpar e de cuidar eu não tenho medo, mas é tudo novidade. Quando é seu, é tudo diferente. Eu nem consigo olhar para outros lugares, só para ele, estou hipnotizada”, explicou.

A mãe da atriz, Regina, também comentou a habilidade da filha nos cuidados com Pedro. “Estou radiante, vou ficar na casa dela os dois primeiros meses. Ela está super bem, tem prática com os sobrinhos e está tirando de letra”, elogiou.

Pai babão

O empresário Carlos Eduardo Baptista, marido de Juliana, também falou sobre a emoção de ter um filho. “Todo mundo falava como era, mas só você sentindo. Quando saiu e eu ouvi ele chorar, caí em lágrimas. Ainda não sei com quem ele se parece, é uma mistura dos dois. Ainda não tenho muita prática mas estamos aprendendo juntos, isso é muito bom”, comentou.

Guerreira

Pouco antes de Juliana deixar o local, a médica que acompanhou seu parto, Elisabeth Martins, conversou com a imprensa. “Juliana está ótima, foi uma guerreira. Ela tentou até o final o parto normal, mas não deu mesmo. Mas está super bem e continua como sempre: linda por dentro e por fora. É uma mãe dedicada, está amamentando muito bem e tranqüila. Juliana vai ter mais filhos com certeza. Ela chorou muito durante o parto, assim como o Dudu. O bebê é lindo, bem branquinho”, comentou.

Pedro nasceu às 13h48 com 53 cm e 3,665 kg. Após o nascimento do neto, Carlos Henrique Paes, pai de Juliana, desceu ao saguão do hospital para confirmar o nascimento, informado em primeira mão por QUEM, para a imprensa. Durante os dias em que esteve na maternidade, a atriz recebeu a visita da mãe, Regina, do pai, Carlos, dos sobrinhos GabrielLarissa, e das irmãs, MarianaRosana, e de amigas como Juliana Knust e Danielle Suzuki.

Os parentes e amigos que foram visitar o bebê receberam como lembrancinhas balinhas em um pequeno bercinho. A lembrança distribuída para as visitas era decorada com detalhes em verde e ursinhos, assim como quarto onde a atriz ficou internada.

“Pedro está super saudável, é muito grande mesmo, nasceu comprido, lembra mais a mamãe”, disse dona Regina. ” Os olhos são da Juliana com a boca do pai, disse o assistente pessoal da atriz, Vander.

Fonte: revistaquem.globo.com

Alexandra casa com Vitinho e agora é uma Trovão

A ex-primeira-dama Alexandra Tavares agora é, oficialmente, mais uma integrante da família Trovão. Ele casou secretamente no cartório há algumas semanas com Vitor Trovão Neto, sobrinho da ex-deputada Teresa Murad. A cerimônia religiosa está marcada para o dia 19 de janeiro na Igreja da Sé. Alexandra estava grávida, mas teria perdido o bebê.

Alexandra e o marido Vitor Neto

A ex-primeira-dama deu demonstrações neste sábado que quer uma reaproximação com a família Sarney. Ao encontrar o deputado Ricardo Murad (PMDB), marido de Teresa, no casamento de Marina, irmã de Vitor, ela não se fez de rogada.

Cumprimentou o deputado calorasamente dando-lhe os tradicionais três beijinhos no rosto e um abraço. Neste domingo, Ricardo foi o alvo preferido de brincadeiras de amigos e familiares.

Emocionada, Alexandra chorava copiosamente durante o casamento de Marina. Também confessou aos presentes que não quer mais saber de política.

A ex-primeira-dama rompeu com Ricardo e com a família Sarney em 2002, quando o então marido José Reinaldo comandava o Maranhão. Ricardo era o gerente Metropolitano de São Luís. Ele resolveu homenagear a cunhada Roseana dando-lhe o nome da Passarela do Samba construída no Aterro do Bacanga. Alexandra não sossegou enquanto José Reinaldo não demitiu Ricardo. Começava o rompimento de uma amizade de 40 anos.

Do: blog do Décio

Posse de Dilma terá show da cantora do Pato Fu

Na lista de cantoras estão dois nomes curiosos como o de Fernanda Takai.

Uma série de shows deverá embalar o público que estiver em Brasília para acompanhar a posse da presidente eleita Dilma Rousseff (PT) no próximo dia 1º de janeiro. As cinco apresentações agendadas são de cantoras, em uma homenagem à primeira mulher eleita presidente da República.

Na lista de cantoras estão dois nomes curiosos: o de Fernanda Takai, vocalista da banda Pato Fu, que foi indicada pela então candidata Dilma Rousseff, em seu microblog, no momento em que seus adversários participavam de debate na Rede Canção Nova, no dia 23 de agosto.

Outra artista escalada para o show é Elba Ramalho, que em 2002 participou da campanha tucana e este ano precisou negar sua participação na campanha de José Serra, depois que a batida da música “Bate Coração” foi usada como jingle no programa do candidato.

Além das duas, também devem se apresentar no palco que será montado na Praça dos Três Poderes Zélia Duncan, Mart’nália, e Gabi Amarantos. Os shows devem começar por volta das 18h30, depois do discurso que Dilma fará no parlatório do Palácio do Planalto. A nova presidente não deverá acompanhar os shows, pois sua agenda prevê para o horário um coquetel no Palácio Itamaraty, com a presença de autoridades estrangeiras.

O Ministério da Cultura está organizando a programação do dia 1º de janeiro e destinou R$ 1,5 milhão para os eventos, valor que inclui cachês, transporte e estrutura. Além dos shows, também devem ser montadas tendas no gramado da Esplanada dos Ministérios para apresentações de cultura popular.

O público esperado para o dia da posse é de 70 mil pessoas.

do: meionorte.com



Júnior Marreca expõe suas principais propostas para o futuro da FAMEM

O prefeito Júnior Marreca e sua esposa Ceris Rose na festa de Premiação do troféu JK.

O prefeito de Itapecuru- MA, Júnior Marreca, é candidato à presidência da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), está com a proposta de realizar um excelente trabalho no sentido de fortalecer os municípios maranhenses, através da união entre os seus gestores.

Júnior Marreca comemorou os 25 anos da entidade e mostrou as suas propostas para o próximo mandato. Marreca acredita na forte possibilidade de assumir a presidência da casa e continuar realizando um trabalho voltado para a satisfação de todos.

O prefeito de Itapecuru propôs a criação de um pacto pelos municípios que funcionaria como uma estratégia de fortalecimento das administrações municipais do Maranhão. O objetivo é agregar os gestores para que eles trabalhem juntos pelos seus propósitos.

“Na Famem pretendo estabelecer o pacto pelos municípios do Maranhão. Por esse pacto, os prefeitos vão fazer a Marcha a Brasília e a Marcha a São Luís, onde, juntamente com o governo do estado, iremos discutir e buscar soluções para os problemas dos municípios”, afirmou Júnior Marreca.

Ele defende o debate aberto e participativo entre prefeitos, senadores, deputados e secretários do governo estadual. Segundo ele, isso evitaria que as demandas dos municípios ficassem abertas e os gestores teriam a quem recorrer para garantir suas ações.

Marreca defende ainda a criação de uma carta de intenção que pautasse as reivindicações dos prefeitos que devem ser levadas aos órgãos federais competentes. Para ele, os problemas enfrentados pelos gestores municipais precisam estar explícitos à população, para evitar insatisfação social.

O prefeito de Itapecuru está realizando o seu segundo mandato no município e conta que está preparado para assumir presidência da FAMEM.

Por Raíla Maciel

Esporte

SÃO LUÍS – O Campeonato Brasileiro de Fisiculturismo e Campeonato Brasileiro de Basquetebol Master serão realizados em São Luís em 2011. Ambos foram captados pelo São Luís Convention & Visitors Bureau (SLC&VB), entidade voltada à captação e ao desenvolvimento do turismo de eventos na cidade.

Os eventos devem levar mais de cinco mil pessoas para a região. A estimativa é que este encontro crie mais 20 mil pernoites na hotelaria local e possa incrementar a economia da cidade e região em mais de R$ 3 milhões.

Ainda estão confirmados para 2011 o XIV Encontro Regional dos Estudantes de Ciências Contábeis (de 21 a 24 de abril), Nordeste Culinária (de 27 a 30 de abril), I Congresso Norte e Nordeste de Ciências Criminais (de 2 a 4 de junho), Feira Mundial de Artesanato (de 29 de junho a 03 de julho) e a Feira de Hotelaria, Turismo, Eventos e Gastronomia (de 25 a 27 de agosto).

Para 2012, três eventos já estão em captação com grandes chances de virem para São Luís.

Do: imirante.globo.com

Entretenimento

Foto: Susana Veira fica com os seios de fora durante programa

Os twitteiros de plantão que estavam assistindo a atração global não deixaram o episódio passar batido.

Empolgada com o lançamento de seu primeiro álbum, Susana Vieira ficou com os seios de fora durante sua apresentação no “Domingão do Faustão”, neste domingo (19). Poucos minutos após o incidente, a atriz já era uma dos assuntos mais comentados no Twitter no mundo.

Após cantar alguns sucessos gravados no disco “Brasil EnCena”, Susana sentou-se no colo do namorado, Sandro Pedroso, que estava na primeira fila da plateia do programa. Foi nessa hora que o vestido da estrela abaixou e os seios da loira pularam para fora da roupa. Sem perceber o descuido, ela continuou conversando com Faustão.

Alguns segundos depois, a Globo cortou a imagem da atriz e enquadrou o apresentador, mas já era tarde. Os twitteiros de plantão que estavam assistindo a atração global não deixaram o episódio passar batido.

Do: meionorte.com


Nova carteira de identidade

Veja como será a nova carteira de identidade a partir de 2011

SÃO LUÍS – O agente de saúde Benildo de Jesus Nogueira ainda guarda na carteira alguns dos primeiros documentos que tirou na vida. O CPF ainda era uma cédula de papel. O título de eleitor, já bem danificado. Identidade: uma bem antiga e outra mais nova, digitalizada. Depois de tantas mudanças, é chegada a hora de outra revolução: todos esses documentos que as pessoas carregam para cima e para baixo no porta-cédula devem virar um só a partir de janeiro do ano que vem.

Será o RIC: o Registro Único de Identidade Ccivil. O RIC é um cartão magnético que conterá, em um microchip, informações como o número do RG, CPF, carteira de habilitação e título de eleitor; além da foto 3×4, da assinatura e das digitais do cidadão.

Para obter o novo documento, será preciso passar pelos mesmos procedimentos atuais para tirar a carteira de identidade. A diferença é que o processo será completamente informatizado, em todo o Brasil.

Haverá um Cadastro Nacional Biométrico, ou seja, com leitura de digitais para identificação eletrônica. Esse sistema, aliás, já é usado no Maranhão desde 2002. Foi o primeiro Estado brasileiro a adotar o procedimento.

A proposta é que, em nove anos, todos os brasileiros tenham o novo registro. A ideia é acabar com o problema dos homônimos – pessoas que têm mesmo nome e números de identificação diferentes – e, principalmente, com as fraudes.

Em São Luís, a expectativa por mais espaço na carteira e menos números para decorar já é grande.

Do: imirante.globo.com

Entretenimento

Juliana Paes dá à luz Pedro.

O menino é o primeiro filho da atriz com o marido, Carlos Eduardo Baptista.

Juliana Paes e Carlos Eduardo Baptista: pais de primeira viagem.

Exatamente às 13h48 desta quinta-feira (16) nasceu Pedro, o primeiro filho de Juliana Paescom o empresário carioca Carlos Eduardo Baptista. O bebê veio ao mundo de cesárea com 53cm e 3,665 kg. Mãe e bebê passam bem. As informações são da assessoria de imprensa do hospital.

A atriz deu entrada na maternidade Perinatal da Barra da Tijuca às 10h desta quinta-feira (16).
Juliana tem 31 anos, e se casou Carlos Eduardo em 2008. “Vou ser uma mãe bobona”, disse ela ao iG Gente em agosto. O nascimento do bebê era esperado para janeiro.

Do: ig.com.br

Esporte

Meninas do Brasil estão na final do revezamento 4x100m medley no Mundial.

Fabíola Molina, Tatiane Sakemi, Daniele de Jesus e Tatiana Lemos conseguem o oitavo tempo na eliminatória em Dubai.

Revezamento 4x100 metros medley do Brasil comemora vaga na final (Foto: Satiro Sodré / CBDA)

A equipe feminina do revezamento 4x100m medley garantiu classificação para a final do Mundial de Piscina Curta (25m), de Dubai, Emirados Árabes. Cravando 3m59s92, Fabíola Molina, Tatiane Sakemi, Daniele de Jesus e Tatiana Lemos conseguiram o oitavo tempo e terão chance de brigar por medalha.

O time chinês conseguiu a melhor marca (3m50s69), batendo o recorde da competição. Em segundo lugar ficaram as australianas (3m52s73) e em terceiro, as americanas (3m53s66).

Com a classificação no revezamento, o Brasil estará em duas finais nesta tarde (a partir das 13 horas de Brasília). Henrique Rodrigues já garantira presença nos 200m medley.

Resultados dos brasileiros nesta sexta:

50m costas masculino – 8º Guilherme Guido (23s88) – qualificado para semi
50m costas masculino – 33º Fabio Santi (25s38)
50m borboleta masculino – 3º Glauber Silva (22s85) – qualificado para semi
50m borboleta masculino – 4º Nicholas Santos (22s87) – qualificado para semi
100m peito feminino – 26º Tatiane Sakemi (1m09s03)
400m livre masculino – 23º Lucas Kanieski (3m46s82)
200m medley masculino – 3º Henrique Dias (1m53s96) – qualificado para final
200m medley masculino – 25º Diogo Yabe (1m58s36)
200m peito masculino – 9º Tales Cerdeira (2m06s39)
200m peito masculino – 26º Felipe França (2m10s71)
Revezamento 4x100m feminino – 8º Fabíola Molina, Tatiane Sakemi, Daniele de Jesus e Tatiana Lemos (3m59s92) – equipe qualificada para a final.

Do: globoesporte.globo.com

Eleitos são diplomados pela Justiça Eleitoral no Maranhão

Foram diplomados a governadora e seu vice além dos 42 estaduais, 18 federais e 2 senadores.

Edson Lobão, Roseana Sarney e João Alberto.

SÃO LUÍS – Sessenta e quatro candidatos, eleitos no pleito deste ano, e os suplentes até segundo nível de colocação, por coligação ou partido, foram diplomados nesta quinta-feira (16), no auditório Darcy Ribeiro do Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, no bairro Cohafuma, em São Luís. A sessão solene foi coordenada pelo presidente da Corte Eleitoral, desembargador Raimundo Cutrim. A cerimônia estava marcada para as 15h, mas começou com mais de uma hora de atraso. A governadora Roseana Sarney chegou acompanhada da família e de aliados políticos.

Washington, Roseana, Lobão e João Alberto exibem orgulhosos diplomas de eleitos

A ordem de diplomação seguiu a mesma da votação na urna eletrônica: primeiro os deputados estaduais, seguido por deputados federais e senadores, finalizando com o vice-governador eleito, Washington Oliveira (PT), e a governadora reeleita Roseana Sarney (PMDB). O primeiro a ser diplomado foi o deputado estadual Ricardo Murad (PMDB). Ele foi o mais votado nas eleições deste ano com 76.265 votos. Os diplomas dos deputados estaduais foram entregues seguindo a ordem decrescente, do mais votado para o menos votado.

Em seguida, foram diplomados os dezoito eleitos para a Câmara Federal. Os deputados federais Sarney Filho (PV), Pedro Novais (PMDB) e Pedro Fernandes (PTB) não compareceram à diplomação. No total, sete candidatos faltaram à solenidade – cinco eleitos e dois suplentes – e foram representados por procuradores. Também faltaram os deputados estaduais César Pires (DEM) e Cleide Coutinho (PSB) e os suplentes Pavão Filho e Othelino Neto. Após a diplomação dos deputados federais, foram diplomados os senadores eleitos Edison Lobão e João Alberto, e os seus respectivos suplentes Edison Lobão Filho e Pastor Bel, Clóvis Fecury e Mauro Fecury.

A solenidade seguiu com a entrega dos diplomas para o vice-governador eleito Washington Oliveira e para a governadora Roseana Sarney. O senador Edison Lobão fez um discurso representando todos os candidatos eleitos. A governadora Roseana Sarney optou em não discursar, mas concedeu uma rápida entrevista à impresa.

– Estou preparada para esse momento ímpar pelo qual o Maranhão está passando. E posso garantir que vou trabalhar muito para fazer o melhor governo da minha vida.

Dois suplentes assumir, imediatamente, os cargos. É o caso do deputado Davi Alves Silva Júnior, que assume como deputado federal no lugar de Pedro Novais, que vai assumir o Ministério do Turismo, e do suplente de senador Edison Lobão Filho, que assume no lugar do senador Edison Lobão, que vai voltar para o comando do Ministério de Minas e Energia.

A governadora Roseana Sarney e seu vice vão tomar posse no dia 1º de janeiro as 00h30. Já os senadores, deputados estaduais e federais, a posse ocorrerá no dia 1º de fevereiro de 2011.

Foram diplomados os 42 deputados estaduais e mais catorze suplentes, dezoito deputados federais e mais oito suplentes, dois senadores e quatro suplentes e a governadora e seu vice.

Senador

Edison Lobão

João Alberto

Deputado Estadual

Ricardo Murad (PMDB)

Raimundo Cutrim (DEM)

Max Barros (DEM)

Vianey Bringel (PMDB)

Edilázio (PV)

Victor Mendes (PV)

César Pires (DEM)

Rigo Teles (PV)

Roberto Costa (PMDB)

Stênio Rezende (PMDB)

Afonso Manoel (PMDB)

Arnaldo Melo (PMDB)

Manoel Ribeiro (PTB)

Hemetério Weba (PV)

Carlos Filho (PV)

Antônio Pereira (DEM)

Gardênia Castelo (PSDB)

Neto Evangelista (PSDB)

Valéria Macedo (PDT)

André Fufuca (PSDB)

Camilo Figueiredo (PDT)

Graça Paz (PDT)

Carlinhos Amorim (PDT)

Cleide Coutinho (PSB)

Luciano Leitoa (PSB)

Marcelo Tavares (PSB)

Eliziane Gama (PPS)

Rubens Pereira Jr. (PCdoB)

Edson Araújo (PSL)

Carlinhos Florêncio (PHS)

Rogério Cafeteira (PMN)

Marcos Caldas (PRB)

Eduardo Braide (PMN)

Hélio Soares (PP)

Léo Cunha (PSC)

Dr. Pádua (PP)

Francisca Primo (PT)

Zé Carlos (PT)

Bira (PT)

Jota Pinto (PR)

Raimundo Louro (PR)

Alexandre Almeida (PTdoB)

Deputado Federal

Gastão Vieira (PMDB)

Sarney Filho (PV)

Cléber Verde (PRB)

Luciano Moreira (PMDB)

Pedro Fernandes (PTB)

Waldir Maranhão (PP)

Nice Lobão (DEM)

Alberto Filho (PMDB)

Pedro Novaes (PMDB)

Professor Sétimo (PMDB)

Domingos Dutra (PT)

Zé Vieira (PR)

Edivaldo Holanda Júnior (PTC)

Pinto Itamaraty (PSDB)

Carlos Brandão (PSDB)

Hélio Santos (PSDB)

Ribamar Alves (PSB)

Lourival Mendes (PTdoB)

Do: imirante.globo.com

Popularidade de Lula bate recorde e chega a 87%

Avaliação positiva do governo federal ficou em 80%, mostra pesquisa.

Presidente Luís Inácio Lula da Silva

Pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada nesta quinta-feira (16) mostra que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva chega ao último mês do mandato com recorde de aprovação e popularidade de 87%.

A aprovação do governo federal, com 80%, também chega a patamares nunca antes registrados, segundo o Ibope.

Entre os dias 4 e 7 de dezembro, o Ibope ouviu 2.002 entrevistados em 140 municípios de todas as regiões do país. A pesquisa conta com margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e tem grau de confiança de 95%.

A pesquisa encomendada pela CNI avalia trimestralmente a popularidade e o desempenho administração federal junto à opinião pública. O estudo revela a imagem do governo, do presidente da República, e traz também a percepção da população sobre temas importantes como desemprego e medidas com impacto direto na economia.

Regiões

O Nordeste é a região com melhor avaliação do governo federal: 86% dos nordestinos entrevistados disseram considerar o governo de Lula “bom ou ótimo”. Em seguida vêm as regiões norte e Centro-Oeste (81%), Sudeste (78%) e Sul (75%).

Já a avaliação pessoal de Lula no Nordeste é de 95%, no Norte e Centro-Oeste (90%), Sudeste (85%) e Sul (80%). No último levantamento, registrado em outubro, a avaliação pessoal do presidente era de 92%, no Nordeste, 88% no Norte e Centro-Oeste, 81% no Sudeste, e 78% no Sul.

Confiança em Lula

A confiança no presidente Lula é retorna ao patamar recorde de 81%, após ter recuado para 76% na pesquisa anterior.

O percentual dos entrevistados que disseram não confiar em Lula caiu de 19% para 14% no levantamento atual, atingindo o menor patamar em oito anos.

Levantamento anterior

A última edição do levantamento, divulgada em 1º de outubro, 77% dos entrevistados consideravam o governo “ótimo” ou “bom”, contra 4% de “ruim” ou “péssimo”. A aprovação pessoal do presidente Luiz Inácio Lula da Silva era de 85%, recorde na sequência histórica do levantamento.

Governo Dilma

A expectativa com o governo da presidente eleita Dilma Rousseff, que começa a partir do dia 1º de janeiro de 2011, é elevada. Para 62% dos entrevistados, a petista irá fazer um governo “ótimo ou bom”.

Comparativamente ao governo do presidente Lula, 18% acreditam que a gestão Dilma será melhor, 58% que será igual e 14% acham que será pior.

São prioridades apontadas pelos entrevistados para a próxima administração ações que privilegiem as áreas da saúde, educação, segurança, combate à fome e à pobreza, combate às drogas, geração de empregos e combate à corrupção.

Do: meionorte.com

Entretenimento

Mariah Carey está grávida de gêmeos, revelou seu marido.

Notícia foi revelada pelo marido da cantora durante programa de rádio.

A cantora Mariah Carey

Mariah Carey, 40, vai ser mãe duas vezes. O cantor Nick Cannon disse em seu programa de rádio nesta quinta-feira (16) que sua esposa está esperando gêmeos.

“Eu ainda nem contei para a minha mulher que estou fazendo isso e provavelmente ela vai gritar comigo por não ter pedido permissão… vamos ter gêmeos!,” comemorou o rapper ao vivo no rádio.

A assessora de Mariah Carey, Cindi Berger, também confirmou a notícia.

Segundo Cannon, dois vips souberam da notícia antes: o presidente Barack Obama e a primeira-dama, Michelle. Carey revelou a eles sobre os gêmeos durante a gravação do programa “Natal em Washington”. O marido da cantora e atriz disse ainda que “os dois bebês estão saudáveis”.

A gravidez de Carey tem sido alvo de especulações há meses. Seu casamento com Cannon, dez anos mais novo, também atraiu a atenção dos veículos especializados em cobertura de celebridades.

Do: meionorte.com

Entretenimento

Obama não será convidado para casamento de Príncipe William.

Segundo jornal britânico, casal prefere convidar cidadãos comuns.

Príncipe William e a noiva Kate Middleton

O Príncipe William e Kate Middleton não vão convidar o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para seu casamento. A informação é do jornal britânico “Daily Mail”, que ouviu pessoas próximas da família real. Segundo a publicação, o casamento não é considerado um “evento oficial de estado” – já que William não é rei – e, por isso, não há obrigação de convidar autoridades de outros países.

De acordo com o jornal, William e Kate preferem convidar cidadãos britânicos comuns a presidentes de outros países. Apesar disso, Nicolas Sarkozy, presidente da França, e sua mulher, Carla Bruni, estão na lista preliminar.

“Não é que eles não vão convidar nenhum representante internacional. A lista de convidados ainda está sendo feita, mas tudo indica que Obama não será convidado”, diz uma pessoa próxima da família real.

Do: meionorte.com


TSE oficializa nesta sexta Dilma como presidente do Brasil

Lula não deverá ir à cerimônia, mas fará coquetel não programado para presidente eleita.

A presidente eleita Dilma Rousseff e seu vice Michel Temer serão diplomados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) nesta sexta-feira (17). A cerimônia atesta que ambos foram efetivamente eleitos e que estão aptos a tomar posse no dia 1º de janeiro.

A solenidade ocorrerá na sede do tribunal e será restrita a 250 convidados entre autoridades, familiares e amigos. Desses, apenas cem terão lugar no plenário onde Dilma e Temer estarão porque a capacidade do local é para 78 pessoas. O cerimonial acrescentará 36 cadeiras no local.

A diplomação deve durar cerca de uma hora. Depois da abertura, feita pelo presidente da Corte, Ricardo Lewandowski, Dilma e Temer entrarão no auditório, onde será executado o Hino Nacional. Em seguida, receberão das mãos do ministro um diploma que atesta a vitória nas urnas. Com a diplomação, os eleitos se habilitam a exercer o mandato que conquistaram.

A presidente eleita deverá fazer um breve discurso e logo após o presidente do TSE encerrará a sessão com um pronunciamento. Dilma e Temer vão receber cumprimentos em um salão ao lado do Plenário.

A data escolhida para a diplomação de Dilma e Temer é o último dia do prazo previsto no calendário eleitoral. Governadores e parlamentares são diplomados pelos tribunais regionais eleitorais, que podem escolher qualquer data até o prazo limite para diplomar governadores, senadores e deputados.

Após a diplomação, Dilma e Temer terão uma festa no Itamaraty. Os 400 convites foram enviados em nome do presidente Lula e da primeira-dama, Marisa Letícia, que são presenças confirmadas, já que Lula não deverá assistir à solenidade no TSE.

A recepção no Itamaraty não estava programada, mas foi marcada por falta de espaço no TSE. O Ministério das Relações Exteriores é o responsável pela contratação do buffet e pela organização do evento. Já os critérios da cerimônia, convidados e programação, serão definidos pela equipe de transição.

Diplomação de Lula

Em 2006, a diplomação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva correu o risco de ser adiada porque as contas de sua campanha foram rejeitadas pela Secretaria de Controle Interno do TSE. Técnicos apuraram que R$ 10,3 milhões de dívidas da campanha foram repassadas ao PT. O tesoureiro teve de corrigir as contas e submetê-las novamente ao tribunal.

O adiamento foi cogitado porque, pela Lei Eleitoral, deveria haver um intervalo de oito dias entre a aprovação das contas de campanha e a diplomação. Nove dias antes da diplomação, no entanto, os ministros do TSE, em uma reunião, entenderam que esse intervalo é o prazo máximo, e não o mínimo.

Assim, a diplomação de Lula foi mantida mesmo depois de o tribunal ter aprovado suas contas na noite anterior à cerimônia.

Em sua primeira diplomação, em 2002, Lula se emocionou por diversas vezes.

– Se havia alguém no Brasil que duvidava que um torneiro mecânico, saído de uma fábrica, chegasse à Presidência da República, 2002 provou exatamente o contrário.

Do: meionorte.com

‘É o 1º diploma de muitos que vêm aí’, diz Tiririca antes de diplomação

Deputado federal eleito por SP teve 1,3 milhão de votos.
Cerimônia de diplomação acontece na Assembleia Legislativa do estado.

O deputado federal eleito Francisco Everardo Oliveira (PR-SP), o Tiririca, chegou por volta das 9h30 desta sexta-feira (17) à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, onde será diplomado. Tiririca obteve 1,3 milhão de votos e é o deputado mais bem votado do país.

“Estou nervoso e feliz. É o primeiro diploma de muitos que vêm aí”, disse. Tiririca afirmou que está estudando a Constituição e que deve focar seus projetos nas áreas de educação e cultura em defesa de artistas circenses em geral e ciganos.

Questionado se irá empregar parentes em seu futuro gabinete, Tiririca disse que não. “Isso não pode”. Ele reafirmou que está chegando em uma boa hora diante do aumento do subsídio dos deputados federais. Na quarta-feira, o Congresso aprovou um reajuste de 61,8% no rendimento dos parlamentares. A partir de 1º de fevereiro, deputados, senadores, presidente da República, vice e ministros passam a ganhar o mesmo salário de um ministro do Supremo Tribunal Federal – R$ 26.723. Hoje, um deputado federal recebe R$ 16.500.

Do: globo.com