Foto

Prefeita Detinha agradece aos guilhermenses pelo apoio ao seu esposo o líder político Josimar de Maranhãozinho

A prefeita de Centro do Guilherme Detinha, agradeceu a todos os que compareceram ao maior ato de apoio ao esposo e candidato a deputado estadual,  Josimar de Maranhãozinho e defendeu a candidatura relatando que este será um passo mais alto para que o líder político faça muito mais pela região da BR 316 e pelo MARANHÃO. A prefeita ainda afirmou que a campanha de Josimar em Centro do Guilherme, não está sendo feita agora, mas sim, já foi feita há seis anos atrás, quando ele a apresentou para o povo guilhermense.

“Todos vocês sabem que o nosso candidato a Deputado Estadual é um homem de palavras, um homem trabalhador, incansável em suas ações, um homem que tem feito muito por essa região e que não mede esforços para correr atrás daquilo que nós precisamos. O seu trabalho ficou conhecido em Maranhãozinho e em Centro do Guilherme, mas agora ele é de todo o Maranhão. Eu quero olhar nos olhos de cada um que está aqui presente para lhes pedir que no dia 05 de outubro, depositem mais uma vez sua confiança em Josimar com a certeza de que ele irá honrar todo o compromisso que tem firmado durante sua campanha. Uma vez na Assembleia Legislativa do Estado Josimar de Maranhãozinho estará fazendo cada vez mais pela melhoria da qualidade de vida do povo Maranhense.” Discursou Detinha.

 

Momentos da maior caminhada política do município de Centro do Guilherme

Com fotografias de Dailton e Edejanes de Jesus

 o sorriso e a felicidade do maior líder politico da região de gurupi, o candidato a deputado estadual pelo PR, Josimar de Maranhãozinho

momento histórico no município de Centro do Guilherme. A maior caminhada com o maior número de  público aplaudindo e acompanhando um  líder político

o senador da república, João Alberto, com o seu filho, o candidato a deputado federal, João Marcelo, com o líder político, Nonato dentista do arame e a prefeita Detinha  com seu esposo, o candidato a deputado estadual Josimar de maranhãozinho, o prefeito de maranhãozinho Auricelio com a sua esposa Edilania e o ex prefeito de Centro do guilherme, Kleidson Evangelista.

a liderança política do município de Governador Newton Bello, Roberto do posto com Josimar de Maranhãozinho, Senador João Alberto, João Marcelo e a população guilhermense.

Foto

“PSDB faz oposição ao PT há muito tempo e não mudou de lado”, diz Aécio

O candidato do PSDB à Presidência da República, senador Aécio Neves, criticou a candidata Marina Silva (PSB) ontem, ao afirmar que governar o Brasil “não é para amadores” e avaliou que ainda não é possível conhecer as propostas da ex-ministra do Meio Ambiente. O tucano inaugurou, na manhã de ontem, em São Paulo, o portal de internet “Vamos agir”, destinado à mobilização de voluntários que apoiam a candidatura dele. À tarde, participou de sabatina no Grupo Estado e voltou a alfinetar Marina, citando que a chapa encabeçada por ele está “muito mais preparada para assumir o país e mudar o quadro criado pela atual administração”. Afirmou ainda que o PSDB “faz oposição ao PT há muito tempo e não mudou de lado”.

Questionado sobre uma declaração do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) de que ele gostaria de ter a participação de Marina Silve em um eventual governo tucano, Aécio afirmou que não pretende buscar referências em outros grupos políticos. “Até por respeito a uma candidata que disputa as eleições, não vou convocá-la para meu governo. O que Fernando Henrique quis dizer é que acreditamos muito na nossa vitória e que temos um projeto para o Brasil. Não vamos buscar emprestadas a referência de outros grupos políticos.”

Apesar das críticas veladas a Marina, Aécio ressaltou que foi um dos defensores, no Congresso, da criação da Rede, partido que a ex-senadora tentou criar no ano passado. “Quando o PT tentou barrar a criação do partido dela, eu, do PSDB, fui um dos políticos que atuaram para impedir a manobra do PT. Isso não é atitude de quem teme Marina”, reforçou o candidato do PSDB.

Foto

Dilma, Aécio e Marina intensificam busca por votos entre os religiosos

De olho nos fiéis das duas maiores religiões do país, os três principais candidatos à Presidência da República, Dilma Rousseff (PT), Marina Silva (PSB) e Aécio Neves (PSDB), se preparam para peregrinar — em maior ou menor escala — em igrejas católicas e templos evangélicos. Mesmo cuidadosos ao tratar do tema, nenhum deles é capaz de desconsiderar o perfil religioso do Brasil, onde apenas 8% da população se declara sem credo, segundo o Censo 2010.

Um dos eventos mais aguardados por parte dos fiéis é um debate organizado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para 16 de setembro. Os partidos dos três presidenciáveis confirmaram presença. O perfil religioso do brasileiro voltou ao centro do debate com a ascensão de Marina ao posto de candidata do PSB. Evangélica, ela ganhou 19 pontos percentuais entre os seguidores desse credo, considerado por cientistas políticos o que mais influencia na hora do voto.

“A religião evangélica é a que mais tem peso nas eleições. Há pastores que se manifestam a favor de candidatos, e o fiel geralmente segue as orientações. Não ocorre o mesmo entre os católicos”, diz o filósofo e cientista político Denis Rosenfield, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Os evangélicos — 42,3 milhões de fiéis — representam 20% da população brasileira de acordo com o Censo 2010.

Rosenfield acredita que o fato de ser evangélica não tira votos de Marina entre os católicos — estimados em 64,6% da população. “A Marina era católica, ligada à Teologia da Libertação. Entre a esquerda católica, ela ainda disputa votos com o PT”, diz. Para ele, as últimas pesquisas de intenção de voto, que mostram a arrancada de Marina em segundo lugar na corrida, ainda sofrem influência da comoção pela morte de Eduardo Campos.

Deputados em campanha esvaziam sessões da Assembleia Legislativa

Após uma conversa séria entre o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Arnaldo Melo (PMDB), com os líderes dos blocos parlamentares da Casa, o resultado ainda foi um plenário quase vazio, sem o número suficiente de parlamentares que pudesse ser feita a condução dos trabalhos.

Isso aconteceu porque, de acordo com presidente, foi firmado um acordo com os deputados para que os deputados intensificassem presença nas segundas e terças-feiras. “Às segundas e terças-feiras nós vamos fazer esforços concentrados. Toda segunda e terça vamos apresentar a pauta completa do que tiver sido aprovado nas Comissões”, garantiu Melo.
Arnaldo Melo disse também que a prioridade é que se vote toda a pauta da semana ainda às segundas-feiras e que se não for possível, a votação será encerrada às terças. “Vamos tentar aprovar primordialmente tudo na segunda. Não sendo possível com quórum, fecharemos na terça”, afirmou.
O presidente assegurou que, desta forma, não haverá prejuízo para os trabalhos do Legislativo e também para as campanhas dos deputados que tentam reeleição. “Não haverá prejuízo para o Legislativo e nem para a campanha de nenhum parlamentar, além de toda a semana termos a pauta atualizada”, ressaltou.
O deputado Marcelo Tavares (PSB) afirmou que nada justifica a ausência dos parlamentares, nem mesmo as suas campanhas. “Não justifica. A presença dos deputados é uma obrigação até o final do mandato. Eu coordeno uma campanha majoritária e nem por isso deixo de estar presente nas sessões”, lembrou.
Tavares também destacou o esforço do presidente Arnaldo Melo em concluir as votações durante as semanas. “A obrigação do parlamentar é estar presente, votando as matérias de interesse do estado. O estado não para nesse período. Duas vezes na semana tem que haver quórum regimental para serem votadas as matérias. O presidente Arnaldo Melo tem feito um esforço nesse sentido”, disse.
O deputado Jota Pinto (PEN) afirmou que o compromisso da votação está selado. “Tivemos uma reunião com o presidente e com os deputados e de lá firmamos um compromisso de segunda e terça-feira limparmos a pauta. Todos nós temos responsabilidade e sabemos que estamos no período eleitoral”, afirmou.
Jota Pinto também garantiu que os parlamentares estarão presentes nas datas combinadas. “Não podemos esquecer dos nossos compromissos que temos aqui na Casa. Há essa responsabilidade de estarmos aqui votando essas matérias e a partir da próxima semana eu creio que os deputados estarão aqui”, explicou.
O deputado Rogério Cafeteira (PSC) lembrou que essa situação é comum em diversos estados brasileiros, mas ressaltou que é importante não deixar que a pauta seja acumulada. “É uma iniciativa bastante positiva. Infelizmente nesse período eleitoral os deputados acabam tendo pouca assiduidade devido às suas campanhas. Isso não é uma exclusividade da Assembleia Legislativa do Maranhão. Acho que é importante não deixar a pauta se acumular”, defendeu.

São Luís tem mais de 1,064 milhão de habitantes; Maranhão tem quase sete milhões

O crescimento da população da capital maranhense é de mais de 10 mil pessoas em um ano (Honório Moreira/OIMP/D.A Press)

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou, nesta quinta-feira (28), o mais recente levantamento da população que vive no Brasil. De acordo com os números, São Luís conta com 1.064.197 habitantes, ficando em 15º lugar entre os 25 municípios mais populosos do país. Os dados são referentes a 1º de julho de 2014.

O crescimento da população da capital maranhense é de mais de 10 mil pessoas em um ano: em 2013, eram 1.053.922. O país já havia ultrapassado as 200 milhões em 2013. Agora, chegou aos 202.768.562. O município de São Paulo continua sendo o mais populoso, com 11,9 milhões de habitantes, seguido por Rio de Janeiro (6,5 milhões), Salvador (2,9 milhões), Brasília (2,9 milhões) e Fortaleza (2,6 milhões). Os 25 municípios mais populosos somam 51,0 milhões de habitantes, representando 25,2% da população total do Brasil.

Estados 
Em relação aos estados, de acordo com os dados do IBGE, o Maranhão é o 10º mais populoso, com 6.850.884 habitantes.

Ainda segundo os números, os três estados mais populosos localizam-se na Região Sudeste enquanto que os três estados menos populosos localizam-se na Região Norte. O estado de São Paulo é o mais populoso com 44 milhões de habitantes e representando 21,7% da população total do país, seguido de Minas Gerais com 20,7 milhões de habitantes (10,2% da população total) e Rio de Janeiro com 16,5 milhões de habitantes (8,1% da população total).

O estado de Roraima é o menos populoso com 496,9mil habitantes (0,2% da população total), seguido do Amapá com750,9mil habitantes (0,4% da população total) e Acre com 790,1mil habitantes (0,4% da população total)

Regiões Metropolitanas

Entre as regiões metropolitanas, a RM de São Luís aparece na 17ª posição entre as 25 mais populosas do país, com um total de 1.403.111 habitantes.

A RM de São Paulo continua sendo a mais populosa, com 20,9 milhões de habitantes, seguido da RM do Rio de Janeiro (11,9 milhões de habitantes), da RM de Belo Horizonte (5,8 milhões de habitantes), da RM de Porto Alegre (4,2 milhões de habitantes) e da Região Integrada de Desenvolvimento (RIDE) do Distrito Federal e Entorno (4,1 milhões de habitantes). As 25 regiões metropolitanas mais populosas somam 87,0 milhões de habitantes, representando 42,9% da população total.

Mais de 3 milhões de hectares serão destinados para conservação ambiental e reforma agrária

Em cerimônia realizada em Brasília (DF) nesta quarta-feira (27), o programa de regularização fundiária em terras públicas da Amazônia Legal destinou 3,2 milhões de hectares de terras federais à reforma agrária e à conservação do meio ambiente nos estados do Acre, Amazonas, Pará e Rondônia.

“Sabemos que a regularização fundiária é essencial para acabar com os conflitos socioambientais na Amazônia e para combater as desigualdades sociais. Essas terras também viabilizam o combate ao desmatamento legal, acabando com a grilagem de terras”, afirmou a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira.

Em dois anos, o objetivo é regularizar praticamente 100% de núcleos urbanos. Destes 3,2 milhões de hectares distribuídos neste ato, 2,6 milhões de hectares são no estado do Amazonas, 411 mil hectares no Pará e 12 mil hectares em Rondônia. Além disso, 155 mil hectares serão repassados ao governo do Acre para a criação de uma floresta estadual.

Além de uma conquista socioambiental, segundo a ministra, o ato cristalizou a nova realidade da regularização fundiária, que só foi possível graças à parceria com o MDA, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), a Fundação Nacional do Índio (Funai), além do trabalho envolvendo centenas de servidores públicos federais, estaduais e municipais, incluindo-se o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

“A regularização fundiária é um passo para que o desenvolvimento aconteça em bases sustentáveis. A regularização acontecendo, é possível triplicar a riqueza da Amazônia, trazendo ainda a segurança necessária”, afirmou Sérgio Lopes, secretário de regulação fundiária da Amazônia Legal.

Beneficiários

Do total de terras repassadas, 86 mil hectares serão destinados para a reforma agrária nos estados do Amazonas e Pará, chegando, com isso, a 140 mil hectares para este fim. Sendo que 62,5 mil hectares beneficiarão 806 famílias amazonenses com ampliação da reserva legal do Projeto de Assentamento Acari, nos municípios de Borba, Novo Aripuanã e Apuí (AM).

Os outros 23,5 mil hectares irão beneficiar 209 famílias paraenses com a criação do Projeto de Assentamento Agroextrativista Montanha Mangabal, no município de Itaituba, e o Projeto de Desenvolvimento Sustentável Castanheira II, no município de Senador José Porfírio (PA).

“Apresentamos hoje um avanço importante para a regularização de terras da Amazônia Legal, sob o domínio do governo federal, com diversas áreas para conservação ambiental e pequenos produtores, proporcionando assim odesenvolvimento urbano”,  afirmou o ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto. “Estamos seguros da dimensão dos números e da alegria dos destinatários, que fazem com que o País esteja mais bonito e mais justo.”

Segurança jurídica

Para o ministro Miguel Rossetto, a destinação e regularização de quase 8 milhões de hectares de terras públicas federais confirma a disposição do governo federal para legalizar os assentamentos e dar segurança jurídica aos ocupantes de uma área do tamanho da Bélgica ou o equivalente aos estados do Espírito Santo e Rio de Janeiro juntos.

“É o resultado de um enorme esforço que envolveu vários órgãos públicos, governos de estados e municípios e centenas de servidores dedicados, que trabalharam duro para alcançarmos esse resultado”, comemorou.

Com base em dados do MDA, existem, na região Amazônica, 55 milhões de hectares de terras públicas federais ainda sem destinação. Desse total, estima-se que 39 milhões sejam áreas de floresta, configurando um dos principais gargalos para as políticas de combate ao desmatamento.

Operação contra grilagem

Ainda nesta quarta-feira (27), uma investigação conjunta do Ibama, Polícia Federal, Receita Federal e Ministério Público Federal, resultou na deflagração da Operação Castanheira. A ação irá desarticular a organização criminosa cujos participantes são considerados, atualmente, os maiores desmatadores da Amazônia brasileira.

Segundo informações preliminares do Ibama, os criminosos sãoespecializados em grilagem de terras e crimes ambientais na cidade de Novo Progresso, região sudoeste do Pará.

A quadrilha agia invadindo terras públicas (dentre elas, a Floresta Nacional do Jamanxim), promovendo desmatamento e queimadas para formação de pastos. Posteriormente, a área degradada era loteada e revendida a produtores e agropecuaristas. O dano ambiental, já comprovado por perícias, ultrapassa R$ 500 milhões.

Fonte:
Portal Brasil com informações do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Ministério do Meio Ambiente eIbama

Balanço do ‘Cultura Viva’ mostra desafios para futuro

A ministra da Cultura, Marta Suplicy participou, nesta quarta-feira (27), da Cerimônia de comemoração dos 10 anos do Programa “Cultura Viva”. O evento aconteceu  em Brasília (DF), e contou com a presença de autoridades responsáveis pelo funcionamento do Programa e dos Pontos de Cultura.

O programa tem por objetivo promover o acesso aos meios de produção e difusão da cultura brasileira, além de ampliar, potencializar e construir novos valores de cooperação entre a União, Estados e também a participação da sociedade.

Segundo o Ministério da Cultura, desde 2005, já foram investidos cerca de R$ 48 milhões nos projetos e implantados cerca de 4.080 pontos de cultura no Brasil inteiro.

Objetivos

A secretaria da cidadania e diversidade do MinC, Marcia Rollemberg, enumerou quatro desafios para a continuidade do programa: “nós temos quatro desafios para encarar, são eles a participação social; a simplificação de procedimentos, que é quando contamos com o apoio efetivo da área da tecnologia; a visibilidade e comunicação e, principalmente, as ações de fomento à cultura”, afirmou.

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, também parabenizou o trabalho em equipe das organizações responsáveis pelo funcionamento da criação e proliferação da cultura brasileira.

Pontos de Cultura

Marta Suplicy destacou a importância dos Pontos de Cultura e a criação de um Cadastro Nacional: “É preciso que os pontos de cultura consigam realizar seus compromissos sem precisar contratar nenhum tipo de serviço, os pontos de cultura devem começar como pontos e voar cada vez mais”, aponta.

A ministra falou também sobre o desafio de reunir a cultura produzida em todos os cantos do País: “O Brasil é um País continental. É por isso que os pontos de cultura são importantes, eles trazem ao ministério tudo o que está sendo produzido no País.”

Por fim, Marta afirmou as expectativas a respeito dos pontos de cultura e sua independência: “Queremos que eles tenham o perfil para aceitar o Vale Cultura e que possam se beneficiar disso. Que levem cultura aos trabalhadores, além do programa Cultura nas Escolas”, finaliza.

Sobre os Pontos de Cultura

Os Pontos de Cultura são a principal ação do Programa Cultura Viva, criado em 2004 pelo Ministério da Cultura, como parte do Programa Nacional de Cultura, Educação e Cidadania – Cultura Viva.  Eles são projetos provenientes de entidades da sociedade, de caráter cultural ou com histórico de atividades culturais, legalmente constituídas, sem fins lucrativos, que exploram diferentes meios e linguagens artísticas e a inclusão digital, ampliando e potencializando o acesso aos meios de produção e formação cultural.
Fonte:
Portal Brasil

Poder Executivo tem competência para tratar de política migratória

A análise e concessão de pedido de refúgio para estrangeiros no Brasil são de competência exclusiva do Poder Executivo. O argumento foi confirmado pela Advocacia-Geral da União (AGU) com base no Estatuto do Refugiado, instituído pela Lei nº 9.474/97, e que não pode o Judiciário intervir na liberação, sob o risco de violar o princípio de separação dos poderes. Recentemente, os advogados da União confirmaram tese similar em ação que discutia a presença dos estrangeiros na cidade de Caxias do Sul.

Com a Copa do Mundo, diversos ganeses entraram no País se recusaram a sair após o prazo estabelecido e se instalaram na cidade de Criciúma (SC). O Ministério Público Federal, por sua vez, ajuizou ação requerendo que a União prestasse assistência humanitária e financeira à cidade, assim como medidas administrativas para acelerar a regularização dos estrangeiros. Também pediu esclarecimentos sobre a política de vistos para menores estrangeiros.

O Departamento Internacional (DPI) da Procuradoria-Geral da União (PGU), a Procuradoria-Regional da União da 4ª Região (PRU4) e a Procuradoria Seccional em Criciúma (PSU/CCM) explicaram que todas as medidas para análise dos pedidos de refúgio já foram adotadas. Dentre elas, mutirões dos órgãos públicos conseguiram agilizar a solicitação dos pedidos de refúgio, emissão de CPF e carteiras de trabalho provisórias em 48 horas.

Os advogados da União sustentaram que compete ao Comitê Nacional para Refugiados (Conare), órgão ligado ao Ministério da Justiça, analisar cada caso de pedido de refúgio, conforme a Lei nº 9.474/97 (Estatuto do Refugiados). Explicaram, ainda, que não é necessária a imposição judicial de cronograma de trabalho já que todas as medidas estão sendo adotadas.

Para a AGU, o tempo transcorrido para análise não acarreta qualquer prejuízo aos estrangeiros, já que eles possuem documentos provisórios que permitem exercer atividade remuneratória e têm acesso aos serviços públicos de saúde e assistenciais.

As procuradorias informaram também que a concessão de vistos de turista seguiu o que dispõe o Estatuto do Estrangeiro, o Decreto nº 86.715/1981 e a Lei nº 12.663/2012 (Lei Geral da Copa). Sobre a permanência de menores de idade no País, destacaram que é necessária autorização parental.

A 4ª Vara Federal de Criciúma concordou com os argumentos apresentados pela AGU e reconheceu que o poder público tomou as providências necessárias para o acolhimento e regularização da situação dos estrangeiros, cumprindo suas obrigações constitucionais. Inconformado, o Ministério Público recorreu ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) com pedido de antecipação liminar da tutela recursal.

O TRF4, acompanhando a tese defendida pelas procuradorias da AGU, manteve a decisão da primeira instância por entender que “preserva a ordem jurídico-administrativa, uma vez que afasta a possibilidade de interferência na competência do Poder Executivo da União de estabelecer, segundo critérios técnicos, acerca da distribuição dos recursos em questão.”

Fonte:

Advocacia Geral da União

Salário mínimo previsto para 2015 será de R$ 788,06, diz ministra

A ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, anunciou nesta quinta-feira (28) que o Projeto de Lei Orçamentária (Ploa) elaborado pelo governo prevê salário mínimo de R$ 788,06 a partir de 1º de janeiro de 2015. O valor representa um reajuste de 8,8% em relação aos atuais R$ 724,00.

Belchior fez o anúncio após entregar o projeto da Lei Orçamentária ao presidente do Senado, Renan Calheiros.

Depois de ser entregue ao Congresso, o projeto passa pela análise da Câmara e do Senado e pode sofrer alterações antes de ser aprovado.

Segundo a assessoria da ministra, o impacto do aumento do salário mínimo nas contas públicas, com o pagamento de benefícios, será de R$ 22 bilhões em 2015.

O valor do salário mínimo é calculado com base no percentual de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do ano retrasado mais a reposição da inflação do ano anterior pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

“O salário mínimo previsto no Orçamento para 2015, a partir de janeiro de 2015, será de R$ 788,06. É a regra que está estabelecida de valorização do salário mínimo”, disse a ministra ao deixar o gabinete do presidente do Senado. O valor é superior à previsão inicial, de R$ 779,79, divulgada em abril passado.

A ministra disse que as “grandes prioridades” do projeto são as áreas de saúde, educação, combate à pobreza e infraestrutura. O prazo para que o Executivo envie sua previsão de como vai arrecadar e gastar os recursos públicos termina sempre no dia 31 de agosto, conforme determina a lei.

Belchior pediu a Calheiros uma “análise rápida” da proposta de modo que seja aprovada até o final do ano, prazo que não precisa ser cumprido obrigatoriamente pelo Congresso. Ainda assim, o presidente do Senado disse que o pedido da ministra poderá ser atendido.

“Coloquei toda a equipe do ministério do planejamento a disposição do Congresso Nacional para os esclarecimentos necessários para que o Congresso possa fazer uma análise rápida do orçamento e poder votá-lo até o final do ano, prazo com o qual o presidente do Senado confirmou que é possível fazer”, declarou Miriam Belchior.

Outros detalhes sobre a proposta orçamentária, segundo Belchior, serão dados durante coletiva de imprensa no Ministério do Planejamento em seguida.

O Congresso Nacional ainda não aprovou a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015, que deveria servir de base para a elaboração pelo Executivo da proposta orçamentária. Deputados e senadores entraram em recesso informal, chamado “recesso branco”, para poderem se dedicar à campanha eleitoral nos seus estados e só deverão retomar as atividades plenas nas casas após o segundo turno, marcado para 26 de outubro.

A Constituição Federal determina que o recesso oficial do Legislativo só poderia ocorrer se os parlamentares aprovassem a LDO até o último dia de trabalho do semestre (neste ano, 17 de julho).

Copa do Brasil tem noite de resultados supreendentes

Nem os mais pessimistas torcedores de Flamengo, Botafogo, Corinthians e Atlético-PR poderiam imaginar as derrotas desta quarta-feira nos jogos de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

No Maracanã, o Botafogo recebeu o Ceará, líder da Série B, que entrou em campo com time misto, poupando o artilheiro Magno Alves. O time do nordeste venceu por 2 a 1 e ainda perdeu um pênalti aos 39 minutos do segundo tempo. Agora, o alvinegro precisa de uma vitória por dois gols de diferença no jogo de volta, em Fortaleza, na próxima quarta, para garantir a classificação para as quartas de final.

O Flamengo se saiu ainda pior no Couto Pereira. O Rubro-Negro teve péssima atuação e foi derrotado pelo Coritiba por 3 a 0. Poupando seis titulares, o técnico Vanderlei Luxemburgo viu um time apático dentro de campo. Na próxima quarta-feira, no Maracanã, o Flamengo precisa devolver o placar para conseguir, no mínimo, levar a decisão da vaga para as cobranças de pênalti.


Zé Love comemora o terceiro gol do Coritiba, na vitória sobre o Flamengo - Divulgação/Vipcomm

Em Natal, na Arena das Dunas, o América-RN voltou a surpreender um time da primeira divisão. Depois de conseguir a classificação para as oitavas com goleada sobre o Fluminense em pleno Maracanã, o Mecão bateu o Atlético-PR por 3 a 0 e pode perder por até dois gols de diferença na jogo de volta que ainda assim passará para próxima fase.

O Bragantino protagonizou mais uma zebra na noite desta quarta-feira. Diante do poderoso Corinthians, na Arena Pantanal, o time do interior paulista venceu com um golaço do meia Sandro, já no segundo tempo. Na partida de volta, o Braga joga por um empate para se classifcar.

MINEIROS VENCEM E SE APROXIMAM DA CLASSIFICAÇÃO

Melhor time do Brasil, o Cruzeiro não deu chance para o azar, fez valer sua superioridade técnica e goleou o Santa Rita-AL por 5 a 0, na milésima vitória do clube no Mineirão. O time de Alagoas, que não disputa nenhuma das divisões nacionais, foi dominado pelo campeão brasileiro, que praticamente garantiu a classificação para as quartas de final.

PUBLICIDADE

No Pacaembu, o Palmeiras perdeu para o Atlético-MG por um 1 a 0, com gol de Luan. O resultado podia ser pior se não fosse a boa atuação do goleiro Fábio, que fez três boas defesas ainda no primeiro tempo. O Galo joga por um empate na partida de volta e o Palmeiras precisa vencer por dois gols de diferença, ou devolver o placar desta quarta-feira para levar a decisão para os pênaltis.

ZEBRA PASSEIA TAMBÉM NA SUL-AMERICANA

Jogando em casa, o Internacional foi surpreendido pelo Bahia no primeiro jogo da segunda fase da Copa Sul-Americana. Na noite fria de Porto Alegre, os baianos não tomaram conhecimento dos donos da casa e venceram por 2 a 0. Completando 300 jogos no comando do Internacional, o técnico Abel Braga sofreu a terceira derrota seguida e viu os torcedores colorados protestarem ao fim da partida.

Grupo armado detém 43 soldados da forças de paz nas

Colinas de Golã, diz ONU

Um grupo de 43 soldados das Nações Unidas nas Colinas de Golã, região síria sob ocupação israelense, foi detido por militantes que enfrentam o Exército da Síria, e o órgão está trabalhando para garantir sua libertação, informou a ONU nesta quinta-feira. Segundo um comunicado da organização, outros 81 soldados estão cercados nas suas posições, nos arredores de Ar Ruwayhinah e Burayqah.

“Durante um período de intensificação da luta, iniciado na quarta-feira, entre elementos armados e as Forças da Síria dentro da área de fronteira nas Colinas de Golã, 43 integrantes da Força das Nações Unidas de Observação da Separação (Undof, na sigla em inglês) foram detidos esta madrugada por um grupo nas proximidades de al-Quneitra”, disse a assessoria de imprensa da organização em comunicado.

Fontes da organização informaram que observadores desta força já haviam sido detidos duas vezes no ano passado e posteriormente libertados ilesos. Ainda não foram divulgadas as nacionalidades dos soldados, mas seis países contribuem contribuem com o contingente de 1.200 agentes: Fiji, Índia, Irlanda, Nepal, Holanda e Filipinas.

A missão de paz da ONU foi criada em 1974 para tentar impor uma trégua entre a Síria e Israel, que ocupou as Colinas de Golã da Síria em 1967. No entanto, os soldados encontram-se cada vez mais na linha de fogo da própria guerra civil da Síria, que começou em 2011.

O sequestro dos soldados ocorreu depois de intensos combates nas Colinas de Golã entre rebeldes da Frente al-Nusra, um braço da al-Qaeda, e as forças do governo sírio nos últimos dias, com relatos de ataques aéreos. Na quarta-feira, os combatentes islâmicos tomaram o controle da passagem de al-Quneitra, na fronteira entre a Síria e o território das Colinas de Golã. Durante os confrontos, dois israelenses foram feridos por balas perdidas e um morteiro.

Foto

Lobão Filho realiza primeiro ato público em São Luís

 (Gilson Teixeira/Divulgação)

“A campanha não começa no Maranhão antes da caminhada na Rua Grande”, declarou o candidato ao governo do Estado, Lobão Filho (PMDB), para um público de mais de 10 mil pessoas, no centro da cidade, ontem, em seu primeiro ato público na capital.

O candidato esteve acompanhado da família, amigos, grupos de militantes e diversos aliados políticos, que percorreram as ruas do centro de São Luís com muita animação, contagiando a todos que presenciaram o acontecimento. Em seguida, as lideranças subiram ao palanque montado na Praça Deodoro para ratificar apoio ao candidato e a força da maior coligação deste pleito com 18 partidos.

“Tenho apenas 80 dias de campanha, mas quando presencio uma caminhada como essa, vejo que esses poucos dias valem muito mais que os 10 anos de esculhambação do meu adversário”, entusiasmou-se o candidato peemedebista.

A apresentadora Paulinha Lobão, esposa do candidato convocou as mulheres do estado a mostrar a força nas urnas. “Somos a maioria do eleitorado maranhense e podemos escolher o nosso governador e ele é o 15”, conclamou, ao assegurar ainda que os maranhenses terão uma primeira dama dedicada, gentil e amorosa.

Na oportunidade, Lobão Filho ressaltou que esta é a primeira vez que o Maranhão tem um candidato empreendedor “para tratar o povo com amor e o estado como ele precisa ser tratado para dar resultados”.

O candidato lembrou ainda que, em seu palanque, existe apoio a apenas um presidenciável. “Aqui somos Dilma. Foi ela e o ex-presidente Lula que mudaram a vida dos nordestinos e dos maranhenses e, juntos, vamos para o único lugar que o Maranhão merece ir: pra frente, Maranhão!”, exclamou Lobão Filho.

Foto

Salão de Turismo da Rota das Emoções discute cenário para pequenos negócios turísticos

Tem início nesta quinta-feira (28), na cidade de Barreirinhas (MA), a segunda edição do Salão de Turismo da Rota das Emoções, uma ação de mercado promovida pelo Sebrae nos estados do Maranhão, Piauí e Ceará, que busca fomentar o mercado turístico dos três estados e dos 14 municípios que integram o roteiro turístico da Rota das Emoções – Jeri/Delta/Lençóis, reunindo praias, rios, lagoas, dunas, trilhas, belezas naturais, esportes radicais, artesanato e a deliciosa culinária litorânea da região.

O 2° Salão de Turismo da Rota das Emoções, marcado para o período de 28 a 30 de agosto de 2014, vem na sequência do salão realizado no ano passado, na cidade de Parnaíba (PI), trazendo exposições relacionadas ao roteiro integrado, atendimento Sebrae aos empreendedores e proprietários de pequenos negócios da região, além de ampla programação de conhecimento, incluindo palestras, oficinas e minicursos com especialistas renomados de várias partes do Brasil, além de painéis de discussão que contarão com a presença de gestores municipais, representantes dos ministérios do Turismo e do Meio Ambiente, professores da UFMA, instrutores do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) e Senac-MA e especialistas de diversas partes do Brasil, que trocarão experiências com representantes do cenário local.

A programação vai trabalhar quatro eixos temáticos, fundamentais para as discussões do turismo trabalhado pela Rota das Emoções, que são: a preservação ambiental, a sustentabilidade e a exploração econômica; a educação, a cultura e o turismo nos municípios; a inclusão social via turismo sustentável; e a infraestrutura e acessibilidade.

Uma das experiências a serem apresentadas é a da cidade de Bonito, no Mato Grosso do Sul – uma referência mundial em boas práticas de ecoturismo e ordenamento turístico, contando com a presença da secretária municipal de Turismo de Bonito, Juliane Salvadori, e também de proprietários de pequenos negócios turísticos da cidade sul-mato-grossense, que contribuirão na apresentação do chamado Paraíso das Águas – como é conhecida a cidade.

Temas como a Economia Criativa agregando valor ao destino turístico, o associativismo, a inovação em políticas públicas do turismo, rodadas de negócios e o lançamento de novos produtos turísticos estão na pauta, bem como as estratégias de marketing territorial para promover a atratividade turística. Este último tema será abordado em palestra do professor da Universidade Federal do Paraná, Marcos Aurélio Tarlombani, consultor nas áreas de Planejamento Territorial e Gestão Ambiental e Planejamento Turístico, com pós-doutorado pela Université de Paris (Pantheon – Sorbonne).

Quem também participa do evento é o chef francês Olivier Anquier, que apresenta o programa de televisão “Diário do Olivier” – no ar há dez anos pelo canal por assinatura GNT – onde faz viagens em busca dos pratos que caracterizam a culinária brasileira, mostrando que a gastronomia é um dos grandes atrativos do mercado turístico. Ele estará em Barreirinhas no sábado, dia 30, às 18h30.

A solenidade de abertura acontece na quinta-feira (28), às 18h30, na estrutura montada na Praça do Trabalhador e cais da Beira-Rio. A programação de conhecimento tem início no mesmo dia, às 10h da manhã, com a palestra “Bem Receber – Encantando o Turista”, que será ministrada pela consultora do Sebrae, Fernanda Ramada.

São Luís fica em 79º no ranking de cidades com melhores índices de saneamento

O Instituto Trata Brasil divulgou na manhã desta quarta-feira (27), o Ranking do Saneamento 2014, que faz um diagnóstico dos principais indicadores de saneamento básico (abastecimento de água; coleta e tratamento de esgotos; perdas; investimentos/arrecadação) dos 100 maiores municípios brasileiros. A base de dados consultada foi extraída do SNIS 2012 (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento) do Ministério das Cidades.

O novo ranking traz como novidade o desenvolvimento dos serviços de água e esgoto dos 20 melhores e 10 piores municípios, onde é possível detectar quais destas cidades atingiriam a meta de universalização do saneamento básico para 20 anos.
A capital maranhense conseguiu subir 14 posições, em relação ao último ranking (2011). De acordo com os dados coletados, São Luís ocupa 79ª posição, a frente das capitais Porto Velho (100º), Belém (97º), Macapá (96º), Teresina (89º), Manaus (82º), Natal (81º) e Aracaju (80º).
Segundo o estudo, 12% da população ludovicense não é atendida com água encanada, e 53% da população não possui tratamento de esgoto adequado. A pesquisa ainda aponta que R$ 5,3 milhões foram investidos em saneamento básico em 2012, valor bem inferior ao de outras capitais, como Fortaleza (R$ 489,00), Recife (R$ 276,00), Cuiabá (R$ 189,00) e João Pessoa (R$ 153,00).

Inpe detecta 38,7 mil km² de floresta amazônica degradada em 3 anos

Imagem do Inpe mostra degradação de intensidade moderada (esquerda), com área em regeneração após exploração madeireira, e pátios de toras ainda evidentes, e degradação de intensidade alta, com exploração madeireira ativa e grande proporção de solo exposto (Foto: Divulgação/Inpe)

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) divulgou nesta sexta-feira (22) dados do sistema Degrad, que analisa imagens de satélite da região amazônica para avaliar a área de floresta degradada. Por degradada entende-se a floresta que não foi totalmente destruída (corte raso).

O levantamento do Inpe traz dados referentes aos anos de 2011, 2012 e 2013 e aponta, respectivamente, áreas de 24.650 km², 8.634 km² e 5.434 km² de mata degradada em diferentes estágios. Somados, os três anos totalizam 38.718 km², que é uma área um pouco menor que a do estado do Rio de Janeiro, que tem 43,7 mil km². Nos três anos, o estado com maiores índices de degradação foi Mato Grosso.

O Degrad existe desde 2007 e o ano passado foi o que teve menor índice na série histórica. A diminuição está em linha com a redução do desmatamento que vem se verificando na região, segundo o Inpe. Assim como no Prodes, sistema que faz a avaliação anual do desmatamento por corte rasona Amazônia Legal, a área mínima mapeada pelo Degrad é de 62.500 metros quadrados.

Degrad, Prodes e Deter são os três sistemas para monitoramento e acompanhamento do estado da floresta operados pelo Inpe.

Ranking das torcidas: Fla se mantém no topo, e Corinthians segue na cola

Pesquisa realizada pelo Ibope em parceria com o jornal Lance! constatou que o Flamengo segue sendo o clube com o maior número de torcedores no Brasil. Em relação ao levantamento anterior, de 2010, o Rubro-Negro oscilou para baixo dentro da margem de erro de um ponto percentual, enquanto o Corinthians cresceu 0,2 ponto. Nos últimos quatro anos, a diferença baixou de 3,8 para 2,6 pontos percentuais – há dez anos, era de 4,9 pontos. O São Paulo manteve o terceiro lugar no ranking, com 6,8% de participação, mas teve queda de 1,9 ponto percentual, a maior entre todos os 18 clubes citados pela pesquisa.

Ranking tabela torcidas torcedores brasil (Foto: Reprodução)

Cabe registrar que, da pesquisa de 2010 para a atual, nenhum clube oscilou acima da margem de erro. Segundo o levantamento, o Flamengo tem o maior número de torcedores no Brasil, com 16,2% de preferência, o que equivaleria a 32,5 milhões de rubro-negros, isso com base na estimativa do IBGE de 2013. O clube, porém, teve queda de 1 ponto percentual em relação à pesquisa de 2010. O Corinthians cresceu 0,2 ponto percentual, atingindo 13,6% e 25,9 milhões de torcedores.

Dos cinco primeiros colocados, o Corinthians foi o único a ter alta desde a última pesquisa, em 2010, ainda que dentro da margem de erro. Vale lembrar que, no meio do caminho entre o último levantamento e o atual, a equipe conquistou a Libertadores e o Mundial em 2012.

O Palmeiras manteve a quarta colocação com 5,3% de participação mesmo atingindo queda de 0,7 ponto percentual. O Vasco fecha o grupo dos cinco primeiros colocados com 3,6% e baixa de 0,5 ponto.

Um dos destaques do levantamento é o Atlético-MG, que subiu 0,9 ponto, atingiu participação de 3,5% e pulou da nona para a sexta posição no ranking. Com isso, o campeão da Libertadores de 2013 ultrapassou o arquirrival Cruzeiro, que se mantém em sétimo lugar com 3,1% do total das torcidas.

O Grêmio perdeu duas posições na lista, caindo para o oitavo lugar, com 3%. Ainda assim se manteve à frente do Internacional, que vem em nono com 2,8%. O Fluminense, com 1,8%, subiu três posições e agora está em 11º. Quem também teve boa subida foi o Atlético-PR, com 1,2% de participação e um salto de 19º para 15º.

MONTAGEM - Torcidas flamengo e Corinthians (Foto: Agência Getty Images)Flamengo e Corinthians: pesquisa mostra que a distância entre as torcidas diminuiu (Foto: Agência Getty Images)

A pesquisa foi realizada em todos os estados brasileiros, entrevistando 7.005 pessoas. A margem de erro é de um ponto percentual para mais ou para menos. O levantamento é feito desde 1998 e está na quinta edição.

Fla lidera com jovens; Timão entre os mais ricos

A pesquisa mostra também a força rubro-negra entre os mais jovens. O Flamengo lidera, com folgas, a torcida entre os torcedores de 10 a 15 anos, com 22,3% da preferência. O Corinthians, em segundo lugar, tem 16,9%. Quem em sete anos mais cresceu na faixa foi o Botafogo, saindo de 0,4% para 2,2%.

O Timão, em compensação, pode se gabar de liderar entre os mais ricos. A pesquisa o coloca na liderança entre os torcedores que ganham mais de 10 salários mínimos, com 17,6% da preferência. O Flamengo cai para segundo nesse quesito, com 10,9% dos torcedores. A situação se inverte entre quem ganha até um salário mínimo. Nessa faixa, o Rubro-Negro carioca fica na ponta, com 20,8%, contra 10% do Corinthians.

Flu entre os mais escolarizados

O Fluminense, 11º no ranking das maiores torcidas, é quem tem o maior índice de escolaridade entre seus torcedores. De acordo com a pesquisa, 22,3% dos tricolores têm ensino superior completo. Seus rivais Botafogo, Flamengo e Vasco estão apenas em 12º, 13º e 14º lugares, respectivamente. O Palmeiras é o segundo no quesito, com 17,9% tendo completado o ensino superior. Em números absolutos, porém, o Flamengo é novamente o primeiro, seguido por Corinthians, São Paulo e Palmeiras.

info Torcidas LANCE! (Foto: infoesporte)

De óculos escuros, Neymar posa estiloso sobre moto: “Trabalhando”

Enquanto aguarda para fazer sua estreia oficial pelo Barcelona na temporada 2014/15, Neymar segue com seus momentos de astro fora dos gramados. O atacante revelou em sua conta no Instagram, nesta quarta-feira, uma imagem onde parece estar participando de sessão de fotos, sentado sobre uma moto, de óculos escuros.

- Trabalhando… #polícia – disse o jogador na legenda.

O atacante se recupera de uma entorse no tornozelo esquerdo sofrida na última semana, que o deixou fora da primeira rodada do Campeonato Espanhol, contra o Elche. O jogador já vem realizando atividades à parte, e a expectativa é de que ele esteja disponível para o duelo contra o Villarreal, no domingo.

Neymar moto (Foto: Reprodução/Instagram)